Novela “Cordel Encantado”: Herculano (Domingos Montagner) surpreende Jesuíno (Cauã Reymond) e Benvinda (Claudia Ohana). Jesuíno se recusa a falar com bandido e ouve uma revelação: “Eu não sou bandido. Sou cangaceiro. Herói do sertão! E tu vai falar comigo, sim, seu atrevido! Porque eu sou teu pai!”. O sertanejo não acredita e garante que seu pai era um lavrador. Herculano ri e conta a verdadeira história.

Ele diz que o coronel Januário (Reginaldo Faria) criou Jesuíno porque em troca teve a proteção dos cangaceiros. Mas desde o começo ficou acertado que quando Jesuíno tivesse barba na cara o pai viria busca-lo. Porém a pedido de Benvinda, esperou a morte do coronel. “(…) Eu esperei. Agora o dia chegou, Benvinda! Vim te buscar Jesuíno, pra tu assumir meu lugar no cangaço”, afirma.

Ela agarra Jesuíno e grita para Herculano que não vai deixá-lo levar seu filho. O jovem acalma sua mãe e tenta se convencer: “(….) Eu não sou filho de cangaceiro… não sou! Não posso ser filho de quem rouba, destrói, incendeia… mata! Não sou filho de bandido! Não sou… não sou…”

O Rei do Cangaço fica ferido com as palavras de seu filho e começa a ouvir sinais de seus homens para ir embora. Herculano diz que vai dar um tempo para Jesuíno conversar com sua mãe, mas volta em breve.

Depois que o cangaceiro vai embora, Jesuíno exige saber a verdade e Benvinda confirma tudo o que Herculano disse. “Meu filho, me perdoe. Eu te imploro, me perdoe. Diga que me perdoa, Jesuíno…”, pede, mas ele sai de casa desnorteado.

Novela “Cordel Encantado”: resumo dos próximos capítulos


Sinopse “Cordel Encantado”: Augusto e sua rainha vivem uma vida harmoniosa e feliz, sem imaginar que estão cercados por dois vilões: Úrsula (Débora Bloch), cunhada do rei, e Nicolau (Luiz Fernando Guimarães), o atrapalhado mordomo da corte. A bela, elegante e sofisticada duquesa é a pessoa mais perigosa e falsa de todo o reino. Ajudada por Nicolau, seu amante, Úrsula deseja se tornar rainha. E a viagem a Brogodó é a chance que a duquesa sempre quis para se livrar de Cristina e da princesa.

A sede de poder da dupla de vilões é crescente: no Brasil, para onde se muda com a corte europeia, o casal continua a planejar e executar planos para conseguir o que quer. No decorrer da novela, revela-se que Lady Cecília (Sofia Terra), que Úrsula criava como sobrinha, é filha da vilã com o general Baldini (Emílio de Mello), militar do exército de Seráfia do Norte.

Fonte Rede Globo “Cordel Encantado”