Novela “Éramos Seis”: Inês (Carol Macedo) se entrega a Alfredo (Nicolas Prattes) no meio da guerra, mas depois ele se recusa a assumir compromisso com a enfermeira. Com o fim da Revolução, Alfredo evita encontrá-la, mas Afonso (Cássio Gabus Medes) desaparece e o jovem a procura: “Eu queria que me ajudasse a entender o que se passou naquele momento, no meio da guerra. Você foi um anjo que apareceu, num dos piores momentos da minha vida. E agora quando penso, eu não consigo ter paz porque não quero que se magoe comigo”. Inês se irrita: “Não posso te ajudar. Também tenho as minhas dores de consciência. E vou cuidar delas. Você também deve fazer o mesmo, por conta própria. Precisa aprender a responder pelos seus atos, suas escolhas”, vociferará a personagem de Carol Macedo.

Publicidade

Inês aceita namorar com Lúcio (Jhona Burjack), mas recusa os beijos dele: “Não me sinto disponível para romance. Estou muito magoada com a vida. A morte de Carlos me devastou. Depois o encontro com Alfredo me confundiu”. Lúcio a questiona: “Ele não gostou de nos ver juntos. Alfredo me irrita com esse jeito vaidoso dele. Mas você também fica mexida com sua presença. Sente saudade?”. Ela responde: “Não é isso. Talvez culpa. Alfredo continua sendo o irmão de Carlos. Nunca vai deixar de ser. Mas é alguém que me confundiu, e que me confunde sempre por isso. Não sei o que pensar. Fico abalada. Por ele, por Carlos, por mim”. Inês passa mal e Lúcio a leva para o hospital. O médico felicita o casal: “Rapaz, a sua namorada, a enfermeira Inês está grávida. Parabéns. Você será pai”. Cena prevista para dia 9 de março na novela “Éramos Seis”.

Resumo “Éramos Seis”: próximos capítulos da novela

“Éramos Seis”: Casada com Júlio (Antonio Calloni), Lola (Gloria Pires) é uma esposa devotada e mãe de quatro filhos: Carlos (Xande Valois/ Danilo Mesquita), o mais velho e motivo de orgulho para os pais; Alfredo (Pedro Sol/ Nicolas Prattes), rebelde que vive se metendo em confusões e tem ciúmes do irmão; Isabel (Maju Lima/ Giullia Buscacio), determinada e independente, é a favorita do pai – por ser a única filha mulher; e Julinho (Davi de Oliveira/ André Luiz Frambach), o caçula da família – que desde criança demonstra habilidade para lidar com dinheiro.

A história começa com Lola e Júlio passando sufoco para poder pagar as parcelas do casarão que compraram em São Paulo. O primeiro bem do casal sai mais caro do que eles previam por causa dos altíssimos juros do financiamento bancário. O imóvel acaba gerando um impasse entre eles: para ela, o local é a alma da família. Para ele, um empecilho para melhorar de vida.