Novela “O Que A Vida Me Roubou”: o SBT divulgou no resumo dos próximos capítulos da novela “O Que A Vida Me Roubou” que Montserrat anda por um corredor e é puxada por alguém. No capitulo 156, segunda-feira, 04 de setembro – Montserrat diz a Alessandro que já fazem duas semanas que Adolfo morreu e está muito apreensiva porque não recebe notícias de Pedro Medina e tem muito medo do que ele possa fazer contra eles. Pedro telefona para Montserrat e dá instruções do que deve fazer, caso contrário seus filhos sofrerão as consequências. Demétrio diz a Josefina que sabe que o odeia por ter tirado a vida de Adolfo, mas ela compreende que ele cumpriu com seu dever. Pedro diz que Montserrat fez um pacto com o diabo e que graças a ele, Alessandro está a respirar. Montserrat diz que não pode entregar  Vitória e que deve ter alguma outra maneira de se resolver este problema. Montserrat pede para que eles conversem. Pedro marca um encontro com Montserrat e diz que ninguém pode saber. Ele fala para ela deixar o celular em casa, não avisar Demétrio, pois ele vai ser obrigado a tomar uma atitude contra Josefina porque ela também está a ser vigiada, e também, não contar nada para o Alessandro e muito menos para seu amante José Luís. Montserrat garante que vai chegar sozinha e Pedro lhe dá dez minutos para chegar ao calçadão e se chegar um minuto a mais, os filhos vão amargar com as consequências. Montserrat larga tudo e sai. Demétrio fala para Josefina que quando ela precisar conversar com alguém que pode contar com ele. Josefina agradece pelas suas palavras e só está ali para dizer que não guarda rancor. Uma camionete para ao lado de Montserrat e o homem de Medina pede para que ela entre no carro.

Montserrat nega, mas o homem mostra as fotos de Lauro e Luiza e pede para que ela pense em seus filhos. Sem saída, Montserrat entra na camionete. Rosário leva um suco para Montserrat e Alessandro e este pergunta por sua mulher e Rosário diz não saber dela. Em seguida, Pedro Medina telefona para Alessandro para dizer que Montserrat está em seu poder. Na cafeteria, Kevin quebra uma xícara e Macário briga com o garoto. Kevin diz que se for para continuarem a brigar, ele não deveria tê-lo retirado do ônibus. Sofia fala que gostou da posição de Kevin e que Macário deve ter mais jeito ao falar com o garoto. Neste instante, toca o telefone e é Rosário que pede para que Sofia e Macário vá até a casa de Montserrat, pois ela está com problemas. Kevin fica a tomar conta da cafeteria. José Luís está a dar ordens aos seus policiais para vasculharem a cidade, pois Pedro Medina está com Montserrat Mendonza. Neste instante, Pedro liga e fala que José Luís deve saber que ele tem um informante na polícia, que um dos homens trabalha para ele. José Luís pede para que todos saiam da sala e fala para Salgado ficar de olho em Soares,que qualquer atitude suspeita o informe na hora. José Luís pergunta para Pedro onde está Montserrat e Pedro fala que ele terá que fazer o que for ordenado.

Rosário avisa Carlota, Vitor e Nádia que Pedro Medina está com Montserrat e que Alessandro tem que seguir tudo o que Pedro mandar se quiser encontrar Montserrat com vida. Vitor resolve ir buscar as crianças no colégio. Demétrio reúne os homens da Marinha e Pedro liga e o avisa que vai ter que seguir as instruções dele. Graziela está desesperada por saber que Montserrat está nas mãos de Pedro Medina. Padre Anselmo chega para saber se há alguma notícia sobre Montserrat. Padre Anselmo leva Graziela para o quarto para que possam rezar. Josefina vai até a casa de Esmeralda e se coloca à disposição para ajudá-la. Josefina pede perdão por tudo o que aconteceu a ela por causa de Adolfo. Josefina fala que Nádia também está a se sentir muito mal. Josefina convida Esmeralda a ir até a casa de Montserrat, pois assim, ela pode conversar com Nádia. Demétrio, Alessandro e José Luís se encontram na casa de Lauro Mendonza e todos falam que receberam ordens de Pedro Medina. Graziela fala para Padre Anselmo que não vai rezar, pois o Deus dele a abandonou a muito tempo. Montserrat anda por um corredor e é puxada por alguém.

Novela “O Que A Vida Me Roubou” SBT: resumo dos próximos capítulos(*)

* Sujeito à alteração de acordo com a edição.

Notícia relacionada

Novela “Um Caminho Para o Destino”: resumo dos próximos capítulos

No capitulo 157, terça-feira, 05 de setembro – Padre Anselmo fala para Graziela que ela tem que ficar em paz com Deus antes que ele decida levá-la deste mundo. Montserrat é colocada dentro de um recipiente de vidro, com as mãos amarradas, onde a água começa a subir. Alessandro, Demétrio e José Luís assistem através de uma TV o desespero de Montserrat. Graziela diz precisar que Padre Anselmo a ajude, pois agora que recuperou o amor de seus filhos não pode nem pensar em perdê-los. Padre Anselmo diz que isso não vai acontecer, pois eles sabem o quanto ela está a sofrer. Graziela diz que não sabe como sair do buraco que ela mesmo se meteu. Ela diz que ele tem razão e que é a hora de limpar sua consciência e pede para confessar. Graziela confessa ao Padre Anselmo que não está doente e que pagou a um médico para falsificar os testes. O Padre diz-lhe que ela deve confessar a verdade à sua família. Graziela se nega e fala que Pedro não vai lhe tirar mais uma filha. Ela deixa claro que vai fazer de tudo para salvar Montserrat.  Alessandro, José Luís e Demétrio estão desesperados para saber onde está Montserrat e percebem que tem uma hora e meia para encontrá-la. Neste momento, os três recebem uma mensagem nos celulares. Eles chegam ao local indicado por Pedro e não encontram Montserrat, apenas uma TV a mostrar como ela está. Alessandro fala que se não a encontrarem logo, Montserrat vai se afogar, pois a água já está a chegar na cintura. José Luís diz que ainda eles tem uma hora. Demétrio vê uma mesa posta com pães e deduz que Montserrat está na cafeteria. Eles se dirigem para lá. Todos estão na sala da casa de Montserrat, quando Vitor chega com Laurinho e Vitória. Carlota pergunta para Padre Anselmo como está Graziela e este diz que ela vai ficar bem em seu quarto, pois o que ela precisa é de Deus em seu coração. Esmeralda pede para falar com Nádia. Carlota pega Luiza do colo de Nádia e Josefina diz à Esmeralda que vai ficar a olhar Angel. Nádia chama Esmeralda até seu quarto para conversarem. Nádia diz que está com medo do que Esmeralda vai lhe dizer, pois se soubesse que Adolfo seria capaz de tudo o que fez, ela teria feito o possível para que ele não tivesse matado Renato. Esmeralda diz que sabe muito bem que o que aconteceu não foi culpa dela. Nádia fala que Esmeralda deveria odiá-la, pois só trouxe desgraça para sua vida. Teve um tempo que Pedro a espancava brutalmente e agora seu próprio irmão deixou Angel sem pai. Nádia pede perdão e Esmeralda fala que não tem nada por perdoar. Esmeralda diz que sabe o quanto Nádia está a sofrer. É verdade que o Escorpião tirou a vida do Renato, mas Pedro tirou a vida do irmão dela. Padre Anselmo pergunta para Macário onde está Kevin, pois neste momento a família deve ficar unida. Macário diz que o menino ficou na cafeteria. Padre Anselmo fala para Macário que espera que tenha esclarecido todos os mal entendidos com seu filho e que o trate com mais carinho. Alessandro, Demétrio e José Luís chegam à cafeteria e encontram Kevin no chão, todo machucado e desacordado e a cafeteria toda quebrada. Demétrio encontra um celular que mostra o estado de Montserrat e Pedro fala que se quiserem salvá-la, eles possuem apenas meia hora. Pedro fala para Demétrio que deve imaginar que ele nunca vai esquecer o momento mais doloroso de sua vida. Demétrio já sabe para onde devem ir. José Luís pede para que dois homens da marinha levem Kevin para o hospital e Alessandro pede para que localizem Macário e o avisem. Vitor leva Graziela para a sala e esta pergunta se tem alguma notícia sobre sua filha. Vitor atende o telefone e este avisa que entraram na cafeteria e agrediram Kevin. Vitor avisa que o levaram para o hospital e padre Anselmo fala que vai acompanhá-los. Graziela fala para Macário que espera que ele não tenha que enterrar o seu filho, pois desta vez não vai ser um saco de pedras. Padre Anselmo a recrimina por suas palavras. Rosário, Carlota e Josefina vão até a igreja rezar para Montserrat. Vitor fala para Nádia que tem quatro guardas a vigiar à casa e que não sabem de nada. Nádia pede que ele vá com ela até o quarto para ficarem com as crianças e Graziela fica na sala. Quando estão no quarto, eles ouvem tiros e Vítor vai até a sala. Pedro e seus cúmplices chegam na casa de Alessandro. Vítor quer saber o que eles fizeram com Graziela. Pedro diz que não fizeram nada, pois Graziela foi gentil em se oferecer para pagar a dívida que Montserrat tem com ele e, assim, salvar a vida de dua filha. Pedro fala que Graziela abriu a porta para ele. Graziela aparece de pé e diz sentir muito, pois Pedro veio buscar Vitória. Vítor fica desesperado e Pedro avisa que os quatro policiais não vão pode fazer nada para ajudá-lo, pois seus homens já cuidaram deles. Graziela diz que é uma pobre coitada na cadeira de rodas e não vai poder fazer nada para ajudá-lo. Pedro manda amarrar Vítor e sai atrás de Vitória. Vítor quer saber por que Graziela está a agir desta maneira e ela fala que Pedro já lhe tirou Fabíola e não vai deixar que tire Montserrat. Graziela diz que está a defender sua família. Alessandro, Demétrio e José Luís encontram Montserrat amordaçada e percebem que terão pouco tempo para salvá-la.

No capitulo 158, quarta-feira, 06 de setembro – Montserrat está quase afogada e tentam reanimá-la. Alessandro, José Luís e Demétrio conseguem salvar Montserrat. Pedro dá um soco na cara de Nádia e rapta Vitória, Laurinho e Luiza. Graziela, ao tentar defendê-los, acaba por ser agredida. Pedro fala que ela não deveria fazer pacto com o diabo. Graziela fala que ele só iria levar Vitória e matar Vítor. Pedro diz que não vai matar Vítor, para que ele lembre sempre, pelo resto de sua vida, que não pôde fazer nada para salvar a vida de sua filha por estar amarrado. Graziela fala que ele tem que morrer, pois a viu a andar e vai falar para todos que ela não é uma inválida. Pedro diz que não é problema dele e não costuma sujar suas mãos de sangue, principalmente com lixo. Antes de sair Pedro Medina deixa uma arma para que ela resolva o seu problema. Ameaçada, Graziela dispara contra Vítor e culpa Pedro por sua morte. No hospital, o médico fala para Macário, Sofia e Padre Anselmo que o estado de Kevin é delicado, pois recebeu várias facadas, perdeu muito sangue e que vai precisar, urgente, de transfusão de sangue. Padre Anselmo pede para que Macário e Sofia tenham calma, pois Kevin vai reagir. Nádia desperta e tenta sair do quarto. Graziela esconde a arma debaixo do sofá e fica caída no chão. Ela chama por Nádia e fala que Pedro a agrediu quando tentou impedir que este levasse as crianças. A chorar, Nádia quer saber de Vítor e Graziela fala que sente muito, mas não pode fazer nada, que Pedro atirou em Vítor. Graziela fala que ele está morto e que está amarrado na coluna. No hospital, Macário fala para Kevin ser forte, pois ele não quer perdê-lo, já que ele é seu filho. Macário chora e fala que o ama muito. Rosário, Carlota e Josefina chegam e Nádia grita que Pedro levou sua filha e as crianças. Graziela pede para que Josefina ligue para Demétrio e neste instante, Vítor chama por Vitória. Carlota grita que Vitor está vivo e Graziela fica desesperada. No hospital, o médico examina Montserrat e diz que ela está bem e que não precisam ficar preocupados. Josefina conta a Demétrio que Pedro levou as crianças, que atirou em Vítor, que a ambulância já está a chegar. Após desligar o telefone, Demétrio pede para falar com Alessandro e José Luiz em outra sala e pede para que Montserrat continue a tomar o seu chá. Demétrio conta que Medina levou as crianças, atirou em Vítor e com certeza, tudo o que aconteceu com Montserrat foi uma distração. José Luís sai para acionar a polícia e Demétrio a Marinha. Alessandro volta a sala para contar a Montserrat. Vítor chega ao hospital e Josefina conta para Padre Anselmo, Macário e Sofia que Pedro Medina levou às crianças e que Vítor levou um tiro ao tentar impedi-lo. Carlota avisa para Graziela que Montserrat está bem, pede para que ela se controle, pois não podia fazer nada já que está em uma cadeira de rodas. Carlota fala que elas devem rezar para que Vítor sobreviva e conte tudo o que aconteceu. Montserrat chega em casa e está desesperada. Esmeralda conversa com Virgínia e conta que Pedro Medina sequestrou Montserrat. Ela liga para José Luís e este fala que Montserrat está bem, mas que Pedro a usou para poder sequestrar as crianças. Amélia também acaba por ser raptada para ficar a tomar conta das crianças. Pedro fala que a casa de campo fica bem longe da cidade, que não tem nenhum meio de comunicação e ninguém sabe que ele tem essa propriedade. Ele fala que ela vai dar todo o seu amor para Vitória e que Laurinho e Luiza estão de passagem. No hospital, o médico avisa que Vítor está fora de perigo e está a pedir para falar com Nádia, Montserrat, Alessandro e Demétrio. Neste instante, Esmeralda liga para José Luis e avisa que Amélia também está desaparecida. Vitor pede perdão à todos por não ter conseguido impedir que Pedro leva-se às crianças. Alessandro fala que Pedro distraiu à todos para poder levar as crianças. Demétrio fala que não consegue entender como Pedro entrou na casa. Vítor acaba por revelar que foi Graziela quem abriu a porta a Pedro e disparou contra ele para que ninguém soubesse que é cúmplice de Pedro Medina. Enquanto isso, Graziela pergunta a Rosário se tem notícias sobre Vítor e está fala que não sabe de nada, apenas que o estado dele é grave e que não há esperança. Rosário sai do quarto e Graziela reza para que Vítor não sobreviva. Montserrat fica chocada ao descobrir que sua mãe não está doente, que entregou seus filhos para Pedro Medina e matou Vítor para que não a denunciasse. Demétrio está a sair do hospital e Josefina conta que José Luís recebeu uma ligação de Esmeralda a a visar que Amélia também sumiu. Demétrio conta que foi Graziela quem entregou as crianças para o Medina. Montserrat passa e diz que tem que falar com “aquela mulher” e Josefina pede para que a mantenham informada. Demétrio pede para que Josefina ligue para Graziela e diga que Vítor não sobreviveu a cirurgia. Vítor fala para Nádia que eles vão ter Vitória ao lado deles novamente. Vítor não se conforma de ter salvo a vida de Pedro. Josefina liga para a casa de Alessandro e fala para Rosário que eles já estão a caminho de casa para falar sobre Vítor. Josefina pede para falar com Graziela e diz que Vítor acabou por morrer na operação.

No capitulo 159, quinta-feira, 07 de setembro – Graziela fala para Josefina que devem aceitar os desígnios de Deus. Josefina avisa que Montserrat e Demétrio já estão a caminho de casa e Graziela diz que vai recebê-los de braços abertos, como sempre. Após desligar, Graziela pede a Rosário e Carlota que rezem com ela pela alma de Vítor. José Luis vai até a casa de Amélia e fala para Virgínia que tem certeza de que Pedro Medina não vai machucar sua mãe, pois ele a levou para que ela cuidasse das crianças. Ele promete que vai encontrá-los e pede para que Esmeralda e ela fiquem juntas. Demétrio e Montserrat confrontam a mãe, pedem-lhe que conte a verdade. Demétrio, indignado, tira a mãe da cadeira de rodas e ordena que se levante. Ela continua a fingir que não pode andar e Montserrat pergunta como fez para abrir a porta para Pedro e entregar Vitória e seus filhos. Rosário pergunta se é verdade que ela e Pedro são cúmplices. Demétrio quer saber quanto Graziela recebeu de Pedro para lhe entregar as crianças e ordena que ela se levante. Graziela conta que Pedro ligou e falou que se ela estava disposta a salvar a vida de Montserrat, teria que entregar Vitória, já que a sua filha não tinha cumprido a promessa que fez a ele quando este salvou a vida de Alessandro. A chorar Montserrat fala que Graziela sabia que ela não iria entregar Vitória, não iria cumprir esta parte do trato que fez com Pedro. Montserrat deixa claro à sua mãe, que se as crianças não voltarem, ela vai morrer, assim como Fabíola. Então, Graziela vai ter mais um peso em sua consciência por matar mais uma filha. Graziela jura que tentou impedir que ele levasse os seus netos, mas ele lhe bateu. No hospital, Kevin acorda e pede desculpas à Sofia e Macário por não ter conseguido impedir que roubassem a cafeteria e que vai pagar por tudo o que levaram. Macário o chama de filho e pede para que ele fique tranquilo e descanse. Macário fala com o médico e este diz que já enviou ao laboratório o sangue de Kevin para fazer o exame de paternidade, assim como ele pediu. O médico diz que em alguns dias o resultado ficará pronto. Montserrat pede que Graziela diga onde Pedro está escondido e ela jura que não sabe. Demétrio coloca Graziela em sua cadeira de rodas e diz que vai levá-la para ser interrogada em uma cela, pois está a ser acusada de rapto e tentativa de homicídio. Graziela levanta da cadeira de rodas. Ela tenta bater em Demétrio, ele não deixa. Graziela o chama de ingrato, pois o salvou quando ele atirou em Bruno Gamboa. Demétrio diz que aquilo foi um acidente. Rosário pede para que Demétrio leve Graziela dali, pois é capaz de matá-la. Graziela pergunta se Demétrio vai algemá-la e ele diz que não será necessário. Graziela fala para Montserrat que espera que um dia ela a perdoe. Montserrat diz que não sabe se vai conseguir esquecer toda dor que ela lhe tem provocado, mas tem certeza de que Graziela nunca vai conseguir viver tranquila, pelo resto de sua vida, pois ela não vai conseguir perdoar a si mesmo. No carro com Demétrio, Graziela diz que mentiu para eles, pois sabe onde Pedro Medina está a se esconder. Graziela diz que ela é a única que pode ajudá-los a encontrar às crianças. Ela fala que Pedro comprou a alguns meses uma casa de campo, que usou um laranja e que fica bem longe de Água Azul. Graziela diz que conhece um lugar que Demétrio pode vê-la, sem correr o risco de ser descoberto. Graziela fala que se ele pedir ela o leva até o local. Na casa de campo, Amélia tenta acalmar às crianças. Já é noite e Graziela leva Demétrio no alto de uma ravina e mostra onde fica a casa de Pedro. Ela pede que ele acredite nela. Depois, ela sobe na mureta e fala que em seu testamento só aparece ele. Graziela pede perdão por tê-lo decepcionado em todos os sentidos. Demétrio pede para que ela desça e ela diz que a única verdade é que ela o ama com toda a sua alma. Graziela se atira para o precipício. Montserrat pede para Alessandro traga seus filhos de volta. Josefina olha uma rosa vermelha e se lembra de Adolfo. Em casa, Alessandro recebe uma ligação de Demétrio, onde avisa o que aconteceu com Graziela. Montserrat pede para que Alessandro não lhe esconda nada e este conta que Graziela se jogou de um precipício, que Demétrio não conseguiu fazer nada para impedi-la e que o mais provável é que ela não tenha sobrevivido. Josefina sonha com Adolfo e este diz que ela lhe mostrou o verdadeiro amor e que agora ela tem que esquecê-lo. Montserrat está desesperada. José Luís chega e diz que o médico que ajudou na farsa de Graziela já está preso. José Luís promete a Montserrat que não vai sossegar enquanto não colocar Laurinho e Luiza de volta aos braços dela. Alessandro leva Montserrat para seu quarto. José Luís está desolado e fala para Rosário que não tem com quem desabafar. Rosário lhe diz que tem a ela.

No capitulo 160, sexta-feira, 08 de setembro – Nádia e Montserrat choram por não terem notícias de seus filhos. Alessandro está com José Luís na delegacia a reclamar pela falta de notícias das crianças. José Luís fala que já esgotaram todas as possibilidades, quando chega o soldado Salgado e entrega o relatório que José Luís lhe tinha solicitado. José Luís confirma que o Soldado Soares é o informante de Pedro Medina. José Luís manda chamá-lo e quando este entra em sua sala, José Luís o agride e quer saber desde quando ele trabalha para Medina. Na casa de Alessandro, Rosário, Padre Anselmo e Carlota comentam que já se passaram dois meses sem nenhuma notícia das crianças. Eles comentam que não entendem como Pedro Medina não entrou em contato, pois parece que ele tem prazer em saber que todos estão a sofrer. Na marinha, Vítor conversa com Demétrio e este comenta que vasculharam a área e não encontraram a casa de segurança do Medina e nem o corpo de Graziela. Vitor diz que acha tudo muito estranho. Neste instante, um marinheiro fala que parece que encontraram a casa de Pedro Medina. José Luís fala para Soares que tem evidências que ele colabora com Pedro Medina e que se não quiser que torne a vida dele em um inferno é melhor dizer onde encontrá-lo. Alessandro bate no homem e este diz que tem um recado de Pedro para ele. Alessandro manda ele falar e este diz que se quiser voltar a ver os filhos com vida vai ter que ir sozinho em um lugar que ele vai indicar. Na casa de Pedro, Amélia está a tentar distrair Vitória e Laurinho, quando este chega com seus homens e tiram Luiza de seu colo e a leva junto com Laurinho. Amélia se desespera e Pedro avisa que naquela noite eles vão embora juntos com Vitória e fala para a menina que nunca mais vai ver seus amigos. Alessandro, José Luís e Soares estão a caminho do local indicado por Pedro e Soares avisa que é melhor eles mandarem embora as viaturas que o estão a acompanhar. José Luís fala que vai mandá-los ficar de longe, mas Soares fala que assim como ele, outros soldados também recebem dinheiro do Sr. Pedro Medina. Portanto, Pedro Medina vai saber que Alessandro não está sozinho. Alessandro acelera sua caminhonete para despistar as viaturas. Soares diz que Pedro Medina não vai gostar que José Luís esteja junto e este diz que não interessa, pois sua filha está em perigo. Eles chegam ao local. José Luís aponta a arma para Pedro Medina e este manda que ele abaixe se quiserem ver os seus filhos. José Luís assim o faz. Pedro elogia o trabalho de Soares e diz que agora ele não serve para mais nada e o mata. Pedro manda que José Luís e Alessandro entrem em seu carro. Na casa de Pedro, Amélia e Vitória estão a chorar com os tiros que ouvem. Demétrio acaba de encontrá-las. Amélia fala para Demétrio que Pedro levou os seus sobrinhos a mais ou menos uma hora. Vítor chega e abraça Vitória. Um marinheiro avisa Demétrio que um dos homens que pegaram está disposto a falar. O carro de Pedro pára e este começa a acusar Alessandro por tê-lo mutilado. Alessandro diz-lhe que foi Benjamim o verdadeiro culpado. Que seu pai era um covarde e que o fez assinar o termo de culpa. Pedro fala que, assim mesmo, ele vai pagar pela culpa de seu pai. José Luís pede para que Pedro para de enrolar e fale logo onde estão as crianças. Pedro diz que não esperava que ele estivesse ali, pois seu assunto é só com Alessandro. Pedro dispara contra José Luís, mas Alessandro que leva o tiro. Neste momento, Montserrat tem um pressentimento de que algo aconteceu com Alessandro. José Luís quer saber por que Pedro atirou em Alessandro e este diz que queria acertar em José Luís, mas quem diria que seu maior inimigo iria dar a vida por ele. José Luís quer saber se ele vai atirar nele também. Pedro fala que o que aconteceu não estava em seus planos e como ele tem interesse em salvar a vida das crianças é José Luís quem vai ter que tomar a decisão que Alessandro teria que tomar. Medina diz a José Luís que as crianças estão presas, cada uma em uma jaula, e uma bomba está programada para explodir. Ele vai ter que escolher quem vai salvar: Luiza ou Laurinho. Amélia e Vitor chegam com Vitória na casa de Montserrat. Esta fica desesperada por seus filhos não estarem com eles. Vítor diz a Montserrat que quando ele e Demétrio chegaram, só estavam Amélia e Vitória, que os filhos dela não estavam lá. Amélia fala que Pedro os tinha levado e não sabem onde eles estão. Vitor pede que ela confie em seu irmão, pois Demétrio tem uma pista e junto com a marinha eles vão encontrá-los. Pedro atormenta José Luís e diz que ele vai ter que desculpa-lo porque não pode ficar para ver o resultado, pois um dos explosivos vai estourar e tem que estar suficientemente longe para ficar a salvo. Pedro aciona a bomba. José Luís consegue destruir a bomba, mas acaba por ficar gravemente ferido. Pedro acredita que José Luís não salvou as crianças e que estão todos mortos. Neste momento, Demétrio e a marinha chegam e conseguem apanhar Pedro. Este fala que lamenta que o capitão tenha chegado tarde, pois sua vingança já está feita. Demétrio consegue tirar as crianças das jaulas. Um marinheiro informa que encontraram dois corpos e parecem que estão mortos. Outro marinheiro grita que um deles está a respirar. Mais tarde, Demétrio chega na casa de Montserrat com as crianças e esta agradece o irmão por devolver os seus filhos. Demétrio fala que, na verdade, eles foram salvos por José Luís e Alessandro. Montserrat quer saber onde eles estão e Demétrio pede para falar com ela no escritório. Eles saem e todos ouvem os gritos de Montserrat e se desesperam. No dia seguinte, Demétrio entrega Pedro Medina na prisão.

No capitulo 161, segunda-feira, 11 de setembro – Em seu quarto, Montserrat chora e Rosário diz que seus filhos estão a espera dela para irem ao velório. Esmeralda está no cemitério, no túmulo de Renato e chora por sua ausência. Demétrio vai até a casa de Montserrat para buscá-la para ir ao velório, mas esta já saiu com as crianças e encontra apenas Nádia. Demétrio quer saber por que ela está sozinha e esta diz que estava a sua espera. Demétrio diz que não pode mudar tudo o que ele fez e Nádia lhe diz que não o culpa pela morte do irmão. O pai de Erick vai ao cemitério falar com Esmeralda e lhe diz que está ali para devolver o grande gesto que ela lhe fez ao unir ele e Erick novamente. Ele fala que Erick a admira muito. Ele comenta que sofreu muito com a morte de seu filho caçula e que perdeu a razão de viver após a morte de sua esposa. Até o dia que Esmeralda apareceu e lhe devolveu a vontade de viver. Ele diz que ela não precisa corresponder ao amor de Erick, mas que simplesmente mantenha o contato com seu filho. Ele pede para que Esmeralda não cometa o mesmo erro que ele, que não enterre seu coração a um túmulo. Carlota vai até a casa de Amélia e a agradece por ter cuidado das crianças. Sr. Firmino leva Esmeralda e Angel até a praça onde Erick está a tocar. Firmino diz que Angel será como um neto para ele e pede que Esmeralda vá falar com Erick. Ao ver Esmeralda, este diz que não passa um só dia sem pensar nela. Esmeralda diz que ele voltou para Água Azul em um dia muito triste e ele quer saber quem morreu. Esmeralda diz que foi um grande homem. Erick diz que gostaria de faze-la voltar a sorrir. Esmeralda diz que não está pronta, e nem sabe se um dia vai estar. Mas, Erick diz a Esmeralda que a ama e que está disposto a esperar por ela. Macário pede para Sofia e Kevin irem na frente e que ele vai logo em seguida. Após eles saírem, Padre Ancelmo chega e Macário mostra o teste de DNA que ele pediu para o médico fazer quando Kevin esteve no hospital. Padre Ancelmo diz a Macário que ele tinha razão ao pensar que Kevin não é o seu filho. Macário pede segredo, pois Kevin sempre vai ser o seu filho. Montserrat, junto com Laurinho e Luiza, vão a pé até a igreja. Montserrat dá uma moeda para Laurinho dar a uma trauseunte e ela não reconhece que é sua mãe. Graziela torna-se uma sem-abrigo e fica irreconhecível. Ao ver que é sua filha e seus netos, Graziela se recorda de tudo o que fez aos seus filhos. Na prisão, Pedro Medina é cercado por alguns presos em sua cela. Sofia se encanta quando Kevin a chama de mãe. Neste momento, Macário chega e este diz que ele está muito orgulhoso por ser pai dele. Demétrio está no túmulo de Monica e diz que ele agora já está pronto. Ele pede para ela o deixe ir e diz que ela também está livre. Josefina chega e pergunta como ele está a se sentir e pede para que ele não se atormente. Josefina diz que nunca conseguiu tirar ele da sua cabeça desde quando voltou para Água Azul e que o amou em silêncio. Josefina diz a Demetrio que ele foi e é o amor da sua vida e acabam por se beijar. Montserrat chega a igreja com as crianças. Montserrat chora a morte de José Luís e este na eternidade se encontra com Renato e Angélica. Montserrat segue para uma nova vida com Alessandro e as crianças.

Fonte: Novela “O Que A Vida Me Roubou”, novela do SBT – resumo dos próximos capítulos