27.9 C
São Paulo
sábado, maio 18, 2024
publicidade

Resumo “Triunfo do Amor”: últimos capítulos da novela

No resumo dos próximos capítulos da novela do SBT, “Triunfo do Amor”, Bernarda domina Eva e a sufoca.

Resumo “Triunfo do Amor” 144, quinta-feira, 03 de junho

Fernanda diz a Vitória e Maria que ela e Cruz estão adotando uma criança. Todo mundo está exultante. Que decisão benéfica! Alguns dias depois, Fernanda e Maria visitam o orfanato em que ela cresceu. Maria conta à freira sobre a decisão de Fernanda e elas vão até a sala de jogos para ver os pequenos. Fernanda vê uma menina brincando e descobre que seu nome é Vitória. Ela entende isso como um sinal.

Continua após o anúncio

Naquela noite, Osvaldo se senta no sofá: “Vitória, você não ama Heriberto. O que você sente talvez seja gratidão, mas isso não é amor.” Ela quer saber como ele pode ter tanta certeza do que ela sente. Osvaldo diz que a conhece há vinte anos. E ela está apaixonada por ele esse tempo todo. Ela diz: “Eu disse que estava confusa e que primeiro tinha que cuidar dos meus filhos, antes de mim mesma. Agora posso me concentrar . Mas nada mudou. Ainda não sei se te amo ou não.”

Vitória diz que ela não sabe se foi por amor ou apenas por companheirismo, ou como um hábito confortável tê-lo em casa. Além disso, acredita que apenas as crianças os mantiveram juntos. Ele discorda. Chega o dia da despedida de solteiro de Napoleão. Todas as garotas, incluindo Vitória, Leandra, Antonieta e Pepino, estão dentro do apartamento de Maria, para celebrar com Milagre.

Continua após o anúncio

Naquela noite, Max encontra Vitória em seu quarto, relembrando os últimos vinte anos com Osvaldo. Ela diz a Max que estava tão ocupada que nunca percebeu quando foi que parou de amar seu pai. Ela acredita que, se ela realmente ainda o amasse, ela o teria perdoado imediatamente por tê-la traído. Ela acha que só usou a infidelidade dele como desculpa, para esconder seu desinteresse. Max defende Osvaldo e diz a Vitória que está pronto para lutar por seu amor. Ele diz que Fernanda se foi e está prestes a voar para fora do ninho. Eles entendem que, para ficarem juntos o amor verdadeiro é necessário. Vitória sugere que ela poderia tentar fazer um esforço, mas Max diz que o verdadeiro amor não precisa de nenhum esforço. De qualquer forma, no final, ambos apoiarão o que Vitória decidir.

No dia seguinte, Milagre e Napoleão entram na igreja e se casam. Toda a vila, junto com os Sandoval ‘s, estão lá. Vitória chega sozinha. Heriberto já está lá e corre para pegá-la pelo braço. Ele beija a mão dela e a leva para a igreja, no momento em que Osvaldo sai do carro. Osvaldo vê os dois entrando juntos, de braços dados, e murcha.

A cerimônia acontece e então é hora de participar!! Osvaldo fica com a família, enquanto Vitória e Heriberto se divertem em sua própria mesa privada, em outra parte do corredor. Quando dançam juntos, eles só têm olhos um para o outro.

Continua após o anúncio

Vitória fica um pouco bêbada e Heriberto oferece a ela café, em sua casa desta vez. Ela aceita. O café faz efeito e Vitória está pronta para uma carona para casa. Heriberto olha com saudade nos olhos dela e pergunta se ela realmente quer ir embora. Vitória diz que não, ela realmente não quer ir embora. Ela quer ficar com ele. Eles se amam. Vicente e Alma decidem tentar um relacionamento mais sério.

No dia seguinte, Milagre e Napoleão passam a lua de mel tomando sol no telhado do prédio da vila, sendo abanados com folhas de palmeira por Joel e outro vizinho. No andar de baixo, Fernanda conversa com Cruz sobre os órfãos que ela viu com Maria. Há uma garotinha chamada Vitória que ela acha adorável e quer adotá-la. Cruz concorda com Fernanda que ela ser chamada de Vitória é um sinal de Deus. Vitória e os bebês estão passeando no jardim. Leandra chega e pede para entrar na brincadeira. Leandra agradece a Vitória por mostrar a ela o verdadeiro valor da família. Ela planeja ficar no México perto de seus netos e de Max.

Maria passa na casa de Antonieta para pedir perdão a ela também. Diz a Antonieta que agora se lembra que costumava dormir em seus braços. Ela reconhece que tem sido como uma segunda mãe para ela e quer se desculpar por ignorar o fato propositalmente. Antonieta se emociona. Bernarda maltrata Rosana, Helena e Eva: “Todas vocês, saiam da minha casa! Sou Bernarda de Iturbide e não preciso de vocês por perto!”

Antonieta aparece para curtir o dia com Vitória. Oscar foi jogar tênis com alguns amigos do clube e com Osvaldo. A conversa se volta para Guilherme e o processo. Guilherme perderá todo o seu investimento. Antonieta menciona para Vitória sobre Maria pedir perdão a ela. Eva prepara um molho para salada. Rosana pergunta onde eles vão ficar agora. Eva oferece para ficarem com ela, em um quarto mobiliado que vai alugar. Elas reclamam, mas aceitam. Eva coloca a tigela de molho na mesa e as três mulheres vão embora. Max admira a família no gramado. Vitória conta a Antonieta que ela e Heriberto aqueceram os lençóis na noite anterior, após o casamento. Antonieta quer todos os detalhes e as duas riem como adolescentes.

Osvaldo recebe um telefonema inesperado de Pedro, o produtor. Ele tem o projeto perfeito na Espanha e quer que ele voe para assumir um papel. Tem um elenco internacional impressionante e é a oportunidade que ele sabe que Osvaldo esperava. Ele terá que voar o mais rápido possível.Fernanda e Cruz chegam ao orfanato. A freira responsável diz a eles que, por serem parentes próximos de Vitória, eles podem adotar imediatamente, sem o período de espera habitual. Cruz e Fernanda estão exultantes. Cruz e a pequena Vitória se dão bem imediatamente.

Eva, Helena e Rosana chegam na pensão. Eva diz que Bernarda vai ter uma surpresa quando mastigar sua salada. Bernarda senta para comer. Ela dá algumas mordidas na salada e começa a tossir e engasgar. Bernarda pensa: “Estou queimando de dentro para fora! Minhas entranhas estão queimando! Ahhh! Minhas entranhas estão pegando fogo! ” Ela derruba a cadeira, tentando respirar. Ela cai no chão, pisca e sufoca. 171.

“Triunfo do Amor” SBT: resumo dos próximos capítulos da novela(*)

* Sujeito à alteração de acordo com a edição.

Resumo “Triunfo do Amor” 145, sexta-feira, 04 de junho

Bernarda dá algumas mordidas na salada, engasga e pensa: “Estou queimando de dentro para fora! Minhas entranhas estão queimando! Ahhh! Minhas entranhas estão pegando fogo! ” Ela cai no chão, pisca e sufoca.

Cruz e Fernanda trazem a pequena Vitória para o piquenique na Casa Sandoval. A Vovó Vitória faz um grande estardalhaço por ela. Tio Max a apresenta aos primos.

Helena reclama de suas condições de vida. “Apenas um banheiro para todos esses quartos”, diz ela. E baratas por toda parte! Eva diz a Helena que, se não gostar do lugar, pode ir embora. Helena sai, puxando a mala atrás dela.

O piquenique Sandoval é uma festa de amor com sorrisos e abraços ao redor. Agora Maria chega e se preocupa com a pequena Vitória. Pepino se diverte. Em seguida, Osvaldo e Oscar chegam e Fernanda apresenta sua filha.

Osvaldo surpreende-os com a notícia de que vai para a Espanha, pois é uma oportunidade profissional única. Vitória deseja-lhe tudo de bom e os dois se abraçam afetuosamente.

Guilherme está ensaiando quando a campainha toca. Quando ele vê que é Helena com sua mala, ele tenta se livrar dela. Ele ainda tem o vídeo do celular mostrando ela matando Linda, diz ele. Pois então estamos quites. Imagine o que aconteceria se os restos de Ofélia aparecerem. Além disso, Helena pode ajudá-lo a ensaiar. Guilherme zomba da ideia, mas Helena insiste que conhece as falas de Desdêmona e pode fazer uma leitura melhor do que Leandra.

Osvaldo se despede da família e promete vê-los antes de partir para a Espanha. Ele pega as mãos de Vitória e as beija. Ele está se esforçando para não chorar.

Enquanto caminha para seu carro, ele cruza com Heriberto: “Eu não sou seu inimigo. Estamos ambos apaixonados pela mesma mulher. É minha sorte que ela me escolheu. Ruptura difícil, Osvaldo. Mas não é como se eu estivesse tentando roubar sua família ou tomar seu lugar.”

Osvaldo entende. Ele pede apenas que Heriberto faça Vitória feliz. Ela merece isso.

Helena recita as falas de Desdemona e segura uma taça de vinho no alto.
Guilherme fica surpreso por ela conhecer o papel tão bem. Helena permite que ele tome um gole generoso de seu vinho e o seduz.

De volta ao piquenique, João Paulo chega e conhece a pequena Vitória.

Heriberto tem algo a dizer a todos. Ele ama Vitória e ela o ama. Ele só quer fazê-la feliz. Eles o conhecem como um médico; agora ele gostaria que eles o conhecessem como homem.

Max fala que Osvaldo é o pai deles e eles o amam, mas isso não significa que não respeitarão a decisão de Vitória. Bem-vindo à família!

Enquanto Max e Heriberto trocam um abraço sincero, as duas mães de Max assistem com orgulho: “Que filho maravilhoso que temos!”

Napoleão e Milagre continuam sua lua de mel de um dia no telhado da vila. Eles relaxam em suas espreguiçadeiras, tomando bebidas geladas. Os vizinhos dançam com eles em seu falso resort.

Padre João Paulo chega na casa da mãe e avista Bernarda no chão. Ela está viva.

Na Casa Sandoval, o telefone de Heriberto toca e ele orienta: “Chame uma ambulância, irei para o hospital.” Heriberto se vira para Vitória: “Era João Paulo. Há uma emergência com a mãe dele.”

Resumo “Triunfo do Amor” 146, segunda-feira, 07 de junho

Maria sente uma pontada de consciência. Talvez ela deva estar com Bernarda agora. Max diz: “Faça o que você acha que é certo, mas algumas pessoas não merecem ser perdoadas.” Maria fica pensativa.

Guilherme deixa Helena dormir na cama e desmaia. Helena ri maliciosamente.

Vitória, Antonieta, Oscar e Pepino fazem um anúncio. Maria, Fernanda e Max herdaram o talento de design de Vitória. Os adultos decidiram que os três terão sua própria linha de roupas: Fernanda e Maria desenharão para mulheres jovens e Max para rapazes. Todos concordam que é uma ótima ideia, mas Maria se pergunta onde eles vão encontrar o dinheiro inicial.

Agora Max tem uma coisa para contar. Osvaldo colocou o título do teatro em seu nome. Muito em breve eles terão a posse legal e poderão vendê-lo, usando os lucros para projetos como este.

Pepino comemora.

Helena se aproveita do sono de Guilherme e revira suas coisas, à procura do vídeo incriminador de Linda.

No hospital, Heriberto diz a João Paulo que sua mãe está fora de perigo. Ela ingeriu veneno e eles tiveram que bombear seu estômago. As autoridades precisam ser notificadas, pois não sabe se o envenenamento foi acidental ou se alguém tentou matá-la.

Helena encontra um maço de notas e o DVD com imagens do sequestro de Maria e Vitória: “Agora eu os tenho em minhas mãos.”

Cruz estuda para um exame. Seu pai tem orgulho dele.

No quartinho mobiliado, Eva reclama que Helena é uma ingrata. Um momento depois, alguém bate na porta. Helena e sua mala voltaram. Helena finge desculpas a Eva. Ela promete não causar mais problemas.

Eva não está especialmente feliz por tê-la de volta, mas concorda em deixá-la ficar, porque precisa dela para realizar sua vingança.

Na manhã seguinte, Guilherme acorda e olha para sua casa, agora em ruínas: “O que aconteceu? Helena! Ela me drogou!” Ele imagina que Helena estava procurando o vídeo de Linda. Então ele percebe que o vídeo do sequestro sumiu.

Eva sai da sala e Helena mostra o DVD roubado para Rosana: “É o nosso seguro de vida. Vale ouro! Esconda-o em algum lugar onde ninguém o encontre.” Enquanto Eva escova os dentes, Helena encontra um molho de chaves de carro. Ao som da batida de Eva, Helena apressadamente coloca as coisas de volta na bolsa. Eva desconfia.

Já de volta à paróquia, Padre João Paulo lamenta ao Padre Jerónimo: “Ontem foi um dos piores dias da minha vida.” Ele conta que encontrou sua mãe à beira da morte. Ela foi envenenada, possivelmente intencionalmente, e as autoridades estão investigando. E sua principal suspeita, de todas as pessoas, é Eva. Ela é a pessoa que estava cuidando de Bernarda, e agora ela se foi. João Paulo explica que a mãe de Fausto era a irmã de Eva!

Eva precisa ter certeza de que Bernarda está morta e sai. Helena imagina que a polícia deve procurar por Eva, então seria melhor não estar conectada a ela. Helena sai novamente, deixando Rosana sozinha. Rosana admira o DVD e o agita alegremente: “Isso deve valer muito dinheiro!”

Na nova Casa Vitória, Pepino, Vitória e Antonieta admiram um vestido de noiva que Maria está modelando para eles. Curiosamente, o cliente tem exatamente as mesmas medidas que Maria.

João Paulo acompanha sua mãe até a casa dela. Ela precisa descansar. Ele encontrará alguém para cuidar dela. “Não é necessário”, diz Bernarda.

Eva para no presídio para se despedir de Fausto. Ela vai cumprir sua vingança e depois irá para longe. Mas ela não culpa mais o sobrinho por se recusar a seguir seu plano e, antes de ir embora, ela vai se certificar de que ele seja libertado. Eles se abraçam uma última vez. Eva pega um envelope da mesa e sai.

Ao sair da prisão, Eva detém um oficial de terno e lhe entrega o envelope, pedindo que o repasse ao comandante da polícia. Bernarda planeja visitar Fausto também. Ele lhe dará o endereço de Eva, queira ou não.

“Nunca percebi o quão talentosa você é”, Max diz a Fernanda enquanto os dois revisam alguns de seus desenhos.

Agora Maria se junta a eles e se entusiasma com o lindo vestido que está modelando para a cliente, cujas medidas ela compartilha. Max quer que ela fique com o vestido, mas Maria explica que já foi vendido.

“Helena deve ter dado o vídeo para a polícia”, pensa Guilherme, ao entrar em seu conversível vermelho.

Eva abre o capô do carro de Bernarda e espirra líquido por toda a carcaça do motor. Então ela se esconde e espera. Bem na hora, Bernarda sai de sua casa, entra no carro e gira a chave. Ela olha com horror, enquanto o motor explode em chamas! Ela luta para sair, mas a porta não abre. “Deus me ajude”, ela grita.

De uma distância confortável, Eva observa as chamas crescendo e foge.

Milagre e um bando animado de vizinhos cerca Nathy e a levam para o hospital. Chegou a hora do seu bebê nascer.

Guilherme está em seu camarim: “Certamente Max já viu o vídeo de Linda e Helena provavelmente já está atrás das grades. Que idiota pensar que poderia me enganar!”

Um assistente o lembra que precisam dele em um traje que inclui a malha de aço que fica sob o manto. Ele relata que Leandra chegou e está em seu camarim.

Leandra estuda seu reflexo no espelho sobre a penteadeira e gosta do que vê. Ela está feliz, tão grata à vida pela chance de estar no palco novamente como Desdêmona. Ela fica confusa ao ver o reflexo de Helena no espelho. E o momento de alegria vertiginosa de Leandra termina abruptamente quando Helena a golpeia na cabeça e a deixa inconsciente.

Guilherme agora está com seu traje completo. Helena se veste com o longo vestido branco de Desdêmona. Ela segura uma adaga e parece completamente extasiada.

Guilherme está no palco emocionado, quando de repente percebe que a Desdêmona que ele está tentando estrangular não é Leandra, mas Helena. Muito tarde. Helena puxa a adaga e o esfaqueia. Ele cai e Helena foge. O público está em alvoroço.

Na Casa Sandoval, Max fica perplexo ao encontrar o envelope de Guilherme em sua mesa. Mas antes que ele possa abri-lo, Vitória entra e diz que eles têm uma visita surpresa. Rosana está lá e quer falar com os dois e com Maria. E ela parece muito nervosa.

De volta à prisão, o oficial deixa o envelope de Eva com seu chefe. Pouco antes de sair, ele pega o envelope e o abre: “Uma carta anônima …”

Rosana quer fazer um pequeno negócio. Ela reproduz o vídeo do sequestro para Max, Vitória e Maria. Ela pede apenas alguns milhares pelo vídeo e promete que vai para longe. Rosana concorda em esperar no escritório, enquanto Max conversa com Vitória e Maria.

O jovem contratado por Helena encontra ossos humanos no quintal de Guilherme. Helena grita: “Eu sabia!” Ela diz a ele para desenterrá-los e, em seguida, enterrá-los em um local diferente, certificando-se de marcar bem o local. Ela faz outro pedido: “Você vai me enterrar! Encontre um junco oco, enterre-me aqui e desenterre-me amanhã.” O jovem hesita, mas concorda.

De volta à Casa Sandoval, Max mostra a Maria e Vitória o vídeo da morte de Linda. Rosana pode não estar envolvida no sequestro, mas ela sabe muito bem quem matou Linda. Então, nesse caso, ela é cúmplice. Max chama a polícia enquanto Vitória e Maria voltam e ficam com Rosana, para que ela não suspeite.

No teatro, a assistente diz a Guilherme que Leandra ainda está desmaiada com o golpe que Helena deu nela. “Bem eu estaria morto se não fosse pela tela de aço”, diz ele.

O jovem contratado por Helena decide fugir. Ele não quer aborrecimentos com os policiais.

Um carro da polícia pára em frente à Casa Sandoval. Roxana diz que é inocente, enquanto a polícia a leva embora. Dizem a ela: “Extorsão e cúmplice são crimes gravíssimos.”

Milagre e os vizinhos tagarelam animadamente. Todos estão entusiasmados com o adorável bebê de Nathy. Napoleão conversa com João por telefone e ele estará de volta assim que terminar o curso.

Na Casa Sandoval, Maria digere a dura verdade: “Foi Helena quem matou Linda.”

No Jardim do Guilherme, Helena continua no seu esconderijo. No dia seguinte, Helena cansa de esperar que o jovem a desenterre. A própria Helena emerge do chão, coberta de terra.

Resumo “Triunfo do Amor” 147, terça-feira, 08 de junho

Fausto finalmente consegue justiça. Seu advogado explica que as impressões digitais encontradas na arma do crime o exoneram de qualquer culpa pelo assassinato de Tomásia, embora ele tenha sido cúmplice após o fato.

Por causa do tempo já cumprido, mais seu bom comportamento, ele está livre da prisão. Ele vai prestar serviço comunitário. Fausto tira o boné humildemente e abraça o advogado.

Dias depois, Maria admira um vestido de noiva pronto. Vitória sorri: “O vestido é seu primeiro presente de casamento!” Abraços e risos. Pepino junta-se à diversão e está presente para ouvir Vitória dizer que, com parte do dinheiro da venda do teatro, vão comprar de volta a Casa Vitória original e, assim, terão dois locais para trabalhar.

Os convidados do casamento de Max e Maria chegam em carros e caminhões. Nathy carrega seu bebê. Fernanda tem uma pequena barriga. Max chega em um conversível preto adornado com flores. Ele cumprimenta suas mães, Vitória e Leandra, e Heriberto. Abraços calorosos. Max se afasta do grupo para atender seu celular. É Osvaldo ligando de seu exílio na Espanha. Ele deseja muitas felicidades a seu filho. Maria chega em uma carruagem.

Dentro da igreja, o Padre João Paulo veste paramentos dourados. Fausto o auxilia. Max espera Maria no altar. João Paulo lê os votos. Cruz canta. O Padre declara: “O que Deus acabou de unir no céu, não deixe o homem separar na terra. Amém.”

Helena entra, coberta com a poeira de seu recente sepultamento. Adaga erguida ameaçadoramente, ela grita: “Prostituta! Você vai morrer!”

Ela corre em direção a Maria. Felizmente, Max a afasta. Os policiais correm atrás dela. Eles apontam as armas para ela e gritam: “Você está presa pelo assassinato de Linda Sortini!”Helena consegue escapar e os policiais correm para fora da igreja.

Os convidados do casamento ficam momentaneamente atordoados, mas se recuperam rapidamente. João Paulo diz à congregação que todos acabaram de testemunhar a prova de que o mal nunca triunfa. A força do amor é indestrutível. O amor verdadeiro vence todos os obstáculos. Todos os caminhos nos levam ao triunfo do amor. Nunca esqueça.

Uma salva de palmas para o casal! Agora o noivo pode beijar a noiva! Enquanto isso, uma mão esguia pega uma taça de champanhe. A mão é de Bernarda e ela está no litoral, o rosto sombreado pela aba do chapéu de sol. Bernarda se lembra que, quando o carro explodiu em chamas, ela chutou uma janela e abriu caminho.

Eva ameaçou queimá-la viva para vingar a morte ardente de sua irmã Rosalía, mas Bernarda dominou Eva e a sufocou. De volta ao presente, Bernarda levanta o copo e olha para o céu. Um grupo de homens observa Bernarda, que passa orientações a um criado: “Manda minha bagagem pronta e um carro pronto. Entre em contato com o aeroporto. Diga a eles que o avião particular que aluguei deve estar pronto para partir. Rápido!”

Guilherme está fazendo a mala quando ouve um barulho. Ele rapidamente puxa sua arma. Guilherme! diz uma voz familiar. Helena entra correndo. Guilherme a empurra com raiva. É culpa dela que os policiais estão atrás dele. Helena diz que ele não pode ir embora sem ela. Ele nunca encontrará outra Helena. Ela fecha o acordo com um beijo. Vamos, diz Guilherme. Eles vão deixar tudo para trás. Ele conhece alguém que pode falsificar passaportes e documentos para eles.

Eles entram em seu conversível vermelho. Helena sorri. Bernarda desce no elevador de vidro de seu hotel de luxo e os homens de terno observam de uma varanda. Bernarda entra no carro, rumo ao aeroporto.

Os policiais acham que Helena foi para a casa de Guilherme, mas quando chegam encontram pegadas enlameadas e concluem: “Ele deve ter partido com Helena! Vamos!”

Bernarda embarca no jatinho particular e exige a decolagem imediata. Uma das mãos segura um crucifixo e a outra levanta uma taça de vinho. Ela brinda à sua inteligência e sua astúcia. O avião de Bernarda decola e voa alto no céu. Então perde altitude. O avião explode e é completamente consumido por uma bola de fogo. A polícia interrompe o Padre João Paulo em suas orações com a notícia chocante: “Bernarda morreu em um acidente.”

João Paulo é deixado sozinho, ajoelhado diante da Virgem. Ele se lembra de como sua mãe costumava dizer que não havia poder mortal que pudesse derrotá-la. Foi a mão de Deus que finalmente a impediu de causar mais danos. Vitória não está feliz que Bernarda esteja morta, mas também não está triste, diz a Heriberto.

Guilherme acelera ao longo de uma rodovia, no carro vermelho com Helena. “Não sei como, mas você sempre consegue o que quer”, diz Guilherme. “Gosto de jogos perigosos. O perigo e a dor me dão grande prazer”, concorda Helena. Sirenes uivam . “Vá mais rápido. Eu não quero acabar na prisão ou em um manicômio!”, insiste Helena.

Guilherme toma um gole de uísque. Eles se beijam. Ele está segurando uma arma. O som das sirenes se aproxima. “Vai!” diz Helena. Guilherme dirige um pouco mais longe e chega ao fim da estrada. Um precipício íngreme encontra-se à frente deles. Carros de polícia estão alinhados vários metros atrás deles, bloqueando qualquer fuga possível. Os policiais mandam que saiam do carro com as mãos para cima e se ajoelhem no chão. Eles soam um tiro de aviso.

“É igual ao cinema”, diz Guilherme com certo deleite. Helena diz novamente que não quer ir para a cadeia, ou ser trancada em um hospício. Eles juntam as mãos e Helena corta seus pulsos com sua adaga. Ambos estremecem de dor. Guilherme tem certeza que eles vão acabar juntos em outra vida: “Um par como nós é imortal.”

A polícia espera, enquanto a capota do conversível é levantada. Guilherme fecha os olhos, pisa no acelerador e o carro despenca no precipício, rolando e rolando até chegar ao fundo, onde explode em chamas. A família posa em frente à Casa Sandoval. João Paulo tem a penúltima palavra: “As trevas e o mal só podem ser derrotados pelo triunfo do amor.” Uma lua cheia. Max e Maria em um barco a remo enfeitado com flores. Os convidados assistem da praia, o casal sorri e celebra o verdadeiro triunfo do amor. FIM.

Fonte: “Triunfo do Amor”, novela do SBT – resumo dos próximos capítulos
Martha Ramazottihttps://redenoticia.com.br
Com mais de 20 anos de experiência na área, Martha trabalhou como editora, programadora e apresentadora em vários programas da afiliada da Rede Record de Rondônia. Fundadora e Editora Chefe do RedeNotícia, é a principal responsável pelas notícias publicadas.

Artigos Relacionados

Redes Sociais

102,322FãsCurtir
1,791SeguidoresSeguir
Publicidade

Últimas Notícias