Novela “Malhação” Toda Forma de Amar: Em Malhação – Toda Forma de Amar, Raíssa (Dora de Assis) e seus colegas presenciaram um sequestro em uma van e, depois de um tempo, eles descobriram por meio de Nanda (Gabriella Mustafá) que o rapaz retirado à força do veículo está morto. Acompanhada de Rita (Alanis Guillen), Thiago (Danilo Maia), Jaqueline (Gabz), Guga (Pedro Alves) e Anjinha (Caroline Dallarosa), ela e o grupo deixam escapar que se tornaram testemunhas de um crime. A informação deixa Nanda com o radar ligado e ela pergunta o que está acontecendo, só que leva um corte: “Nanda, mais tarde eu falo com você e te explico o que está rolando”, fala Raíssa para a amiga.

Os seis vão embora e deixam Nanda ali sozinha e ela tenta assimilar tudo o que ouviu: “Eles foram testemunhas do assassinato do Zé Carlos”, diz ela, pensativa. Mais tarde, Nanda vai até a casa de Camelo (Ronald Sotto), que conhecia Zé Carlos (Peter Brandão) – o rapaz da van. Ela pede para falar com ele e conta a novidade para o ficante: “Sabe quem testemunhou a morte do Zé Carlos? A Raíssa”. “Sério? Mas como assim? Ela viu o Zé ser morto?”, questiona Camelo. “Acho que sim. Ela e uns amigos da Raíssa que eu nem conhecia”, diz ela, deixando Camelo bolado com a informação.

Resumo “Malhação” Toda Forma de Amar: próximos capítulos da novela

A história se inicia em 2017, quando Rita (Alanis Guillen), de apenas quinze anos, teve sua filha recém-nascida dada para adoção por seu pai por falta de condições financeira para cria-la. Dois anos se passam e, após a morte do pai, a jovem descobre que sua filha está viva e foi adotada por um casal do Rio de Janeiro, Lígia (Paloma Duarte) e Joaquim (Joaquim Lopes), entrando na justiça para conseguir a guarda da criança e criando um embate entre a mãe biológica e a adotiva.

Rita vai morar com sua madrinha, Carla (Mariana Santos), mãe de Raíssa (Dora de Assis) e Thiago (Danilo Maia), porém os três adolescentes são testemunhas de um crime junto com Jaque (Gabz), Anjinha (Caroline Dallarosa) e Guga (Pedro Alves), quando um grupo armado sequestra um homem na van em que estavam. Eles criam um grupo no WhatsApp intitulado “Deu Ruim” para discutir se devem contar à polícia, criando um laço de proteção e amizade.