Novela “Verão 90”: Nos próximos capítulos de Verão 90, Jerônimo (Jesuíta Barbosa) vai levar um balde de água fria. Depois de tudo que fez para conseguir ser sócio da Pop TV – como acusar o próprio irmão de ser o autor de um crime e envenenar o romance da mãe com Herculano (Humberto Martins)! – ele descobre que nunca conseguirá o que deseja. O pilantra escuta uma conversa entre Quinzinho (Caio Paduan) e Mercedes (Totia Meireles) e entende que está sendo passado para trás!

Sabe quando você entende que está fazendo papel de bobo? É o que vai rolar com Jerônimo. Ele anda pressionando Quinzinho sobre a sociedade da Pop TV, que foi prometida a ele por Mercedes. Desconfiado de que está sendo enrolado, o pilantra decide escutar uma conversa do playboy com a mãe. “Meu filho, você acha mesmo que eu vou deixar um pé rapado entrar de sócio numa empresa dos Ferreira Lima?”, diz Mercedes. “Não sei como eu vou dizer isso pra ele…”, se preocupa Quinzinho. “Vamos ganhar tempo, vai enrolando, diz que estamos pensando na possibilidade, mas que o processo é lento”, orienta Mercedes. Quem diria, hein, Jerônimo?!

Em outro momento da trama, João (Rafael Vitti) quase é flagrado dentro da Pop TV! O segundo programa de Manuzita (Isabelle Drummond), que conta com a entrevista de Tim Maia, estava prontíssimo para ir ao ar. O problema é que uma secretária da Pop TV derrama café na fita e aí… destrói o material! Apavorado com a possibilidade de a atração não ir ao ar, João decide invadir a Pop TV para editar tudo novamente. No início, tudo dá certo e João consegue trabalhar no material sem que ninguém saiba que ele está lá. “Maravilha! Falta pouco agora!”, ele comemora. Porém, alguém entra na Pop TV e o deixa apavorado. Adivinhem quem? Jerônimo!

Resumo “Verão 90”: próximos capítulos da novela

Sinopse “Verão 90”: O Rio de Janeiro da década de 1990, a cultura efervescente da época, os acontecimentos sociais e políticos, a música e a moda estão presentes em ‘Verão 90’, uma comédia romântica, solar e musical, escrita por Izabel de Oliveira e Paula Amaral, com direção artística de Jorge Fernando.