Novela “Novo Mundo”: Apesar de Dom Pedro (Caio Castro) já ter oficializado a sua permanência no Brasil, Avilez (Paulo Rocha) o pressiona com a iminência de uma guerra civil no país. Em Novo Mundo, o general organiza o exército com cerca de 2 mil homens e diz ao príncipe regente que ele tem 24 horas para voltar a Portugal.

Pedro teme o mar de sangue, já que não tem homens nem tampouco munição, mas Joaquim (Chay Suede), sempre ele! descobre uma saída: mobiliza a população para lutar em prol do país. “Mesmo sitiado eu não vou ceder. Não vou abandonar o povo brasileiro, por ele eu vivo, por ele eu morro”, afirma Pedro a Avilez.

E Joaquim sai a campo insuflando o povo a ir à luta com paus, pedras e foices. Em pouco tempo, uma multidão se concentra na frente do Paço dando apoio ao príncipe regente. Avilez olha a horda de populares e se assusta. Pedro garante que o povo está com ele e pergunta ao general se ele reconhece a derrota. “O príncipe venceu essa batalha, mas não a guerra”, engole Avilez, que sai do Paço sob vaias e protestos do povo. Enquanto isso, Dom Pedro é ovacionado pelos populares.

Joaquim avisa a Leopoldina (Letícia Colin) sobre o triunfo do movimento e a princesa o compara a um anjo da guarda. Anna (Isabelle Drummond), que ouve tudo, fica comovida com a bravura de seu amor. Os dois se dão as mãos e ele lhe pede que cuide muito bem do bebê que está vindo. Tal qual um aviso, a professora começa a sentir contrações e diz que o seu filho vai nascer.

Cenas previstas para abril e maio na novela “Novo Mundo”.

Novela “Novo Mundo”: resumo dos próximos capítulos

Sinopse Novela “Novo Mundo”: Jovem ator de Commedia dell’Arte, Joaquim se apaixona completamente por Anna quando embarca no navio Real rumo ao Novo Mundo. Chegando ao Brasil, torna-se um herói e defensor de Dom Pedro, além de grande entusiasta da Independência brasileira. … “Uma mulher fantástica e poderosa”, assim era Maria Leopoldina, esposa do imperador Dom Pedro I na história do Brasil. E a Leopoldina retratada em Novo Mundo, a nova novela das 6, é uma grande homenagem de Letícia Colin a esta figura tão importante a partir do texto de Thereza Falcão e Alessandro Marson e da direção artística de Vinícius Coimbra. A atriz mergulhou no universo da austríaca que se jogou neste país e abraçou estas terras.