Novela “Éramos Seis”: Isabel (Giullia Buscacio) nunca escondeu de ninguém que seu maior sonho em Éramos Seis é viver um grande amor. Em suas conversas com Clotilde (Simone Spoladore), a filha caçula de Lola (Gloria Pires) sempre demonstra a vontade de sentir uma paixão arrebatadora, que lhe tire do eixo, como o da própria tia por Almeida (Ricardo Pereira). A chegada de Felício (Paulo Rocha) fez Isabel sentir tudo o que ela sempre quis. O problema é que o advogado revelou ser casado, ainda em processo de separação. Abalada, a menina decidiu romper o relacionamento. Mas, ao se espelhar na infelicidade de Clotilde, que sofre justamente por não ter dado uma chance para Almeida no passado, Isabel tomará uma atitude surpreendente.

Publicidade

Na novela das 6, ela procura Felício em seu escritório e diz que, depois de pensar muito, resolveu acolher seu sonho e que o relacionamento dos dois é um “encontro de almas”: “Eu quero viver essa história, não importa o que tenha que enfrentar!” Felício alerta que seu processo de separação pode ser demorado, mas Isabel está determinada: “Estou disposta a enfrentar tudo! Eu só não quero viver infeliz ou adoecer de tristeza, desencanto, como minha tia…” “Se depender do meu amor, isso não vai acontecer nunca!”, diz Felício.

Resumo “Éramos Seis”: próximos capítulos da novela

“Éramos Seis”: Casada com Júlio (Antonio Calloni), Lola (Gloria Pires) é uma esposa devotada e mãe de quatro filhos: Carlos (Xande Valois/ Danilo Mesquita), o mais velho e motivo de orgulho para os pais; Alfredo (Pedro Sol/ Nicolas Prattes), rebelde que vive se metendo em confusões e tem ciúmes do irmão; Isabel (Maju Lima/ Giullia Buscacio), determinada e independente, é a favorita do pai – por ser a única filha mulher; e Julinho (Davi de Oliveira/ André Luiz Frambach), o caçula da família – que desde criança demonstra habilidade para lidar com dinheiro.

A história começa com Lola e Júlio passando sufoco para poder pagar as parcelas do casarão que compraram em São Paulo. O primeiro bem do casal sai mais caro do que eles previam por causa dos altíssimos juros do financiamento bancário. O imóvel acaba gerando um impasse entre eles: para ela, o local é a alma da família. Para ele, um empecilho para melhorar de vida.

Publicidade