Novela “Éramos Seis”: É, Alfredo (Nicolas Prattes)… A casa caiu! Em Éramos Seis, o rapaz tentou de todas as formas esconder que perdeu o emprego por ter roubado a oficina de Osório (Nicola Siri). Mas Carlos (Danilo Mesquita) foi atrás da verdade sobre a demissão do irmão e descobriu tudo.

Publicidade

Completamente em choque e enfurecido pela atitude de Alfredo, Carlos volta para a casa de cabeça quente, vai até o quarto e desconta toda a raiva no irmão. Na novela das 6, os dois protagonizam uma grande briga e chegam às vias de fato, trocando socos e se ferindo mutuamente.

Lola (Gloria Pires) e Clotilde (Simone Spoladore) ficam desesperadas e tentam apartar a briga de qualquer jeito, mas somente Julinho (André Luiz Frambach) consegue conter Alfredo e dar um fim à confusão. Desesperado, o filho rebelde de Lola começa a gritar para sua mãe: “Não acredite em nada que o Carlos falar!!!”

A matriarca tenta acalmar os ânimos: “Vamos conversar feito gente. Aqui ninguém é bicho. Por que essa briga? Eu não entendo!” Diante da situação, Carlos não poupa as palavras e grita, com todas as letras, que Alfredo foi demitido por ter roubado a oficina: “Ele foi demitido porque roubou a oficina! É isso que você é: ladrão!” Lola fica completamente atordoada com o que acaba de ouvir.

Resumo “Éramos Seis”: próximos capítulos da novela

“Éramos Seis”: Casada com Júlio (Antonio Calloni), Lola (Gloria Pires) é uma esposa devotada e mãe de quatro filhos: Carlos (Xande Valois/ Danilo Mesquita), o mais velho e motivo de orgulho para os pais; Alfredo (Pedro Sol/ Nicolas Prattes), rebelde que vive se metendo em confusões e tem ciúmes do irmão; Isabel (Maju Lima/ Giullia Buscacio), determinada e independente, é a favorita do pai – por ser a única filha mulher; e Julinho (Davi de Oliveira/ André Luiz Frambach), o caçula da família – que desde criança demonstra habilidade para lidar com dinheiro.

A história começa com Lola e Júlio passando sufoco para poder pagar as parcelas do casarão que compraram em São Paulo. O primeiro bem do casal sai mais caro do que eles previam por causa dos altíssimos juros do financiamento bancário. O imóvel acaba gerando um impasse entre eles: para ela, o local é a alma da família. Para ele, um empecilho para melhorar de vida.

Publicidade