Novela “Cordel Encantado”: Jesuíno (Cauã Reymond) tenta convencer o pai, Herculano (Domingos Montagner) a entregar Úrsula (Débora Bloch) à polícia. Mas o capitão corta o filho: “Chega, Jesuíno! Eu sei! Eu sei de tudo o que ela fez! Mas eu tenho amor por aquela maldita! (…)Eu não posso deixar Úrsula morrer numa masmorra. Me perdoe, meu filho… Mas eu não posso…”.

Publicidade
Publicidade

Arrasado, Herculano se aproxima do filho, mas Jesuíno se afasta bruscamente: “Se o capitão continuar protegendo essa mulher, esqueça que é meu pai. Não quero lhe ver mais nunca!”.

Para a surpresa do rapaz, o Rei do Cangaço abre mão da companhia do filho para ficar do lado de Úrsula. “Se é assim que tu quer… Seja feliz como rei no estrangeiro. E esqueça que é filho do rei do cangaço!”.

O amor de Herculano por Úrsula é tão grande que foi capaz de separá-lo do filho.

Novela “Cordel Encantado”: resumo dos próximos capítulos

Sinopse “Cordel Encantado”: Augusto e sua rainha vivem uma vida harmoniosa e feliz, sem imaginar que estão cercados por dois vilões: Úrsula (Débora Bloch), cunhada do rei, e Nicolau (Luiz Fernando Guimarães), o atrapalhado mordomo da corte. A bela, elegante e sofisticada duquesa é a pessoa mais perigosa e falsa de todo o reino. Ajudada por Nicolau, seu amante, Úrsula deseja se tornar rainha. E a viagem a Brogodó é a chance que a duquesa sempre quis para se livrar de Cristina e da princesa.

A sede de poder da dupla de vilões é crescente: no Brasil, para onde se muda com a corte europeia, o casal continua a planejar e executar planos para conseguir o que quer. No decorrer da novela, revela-se que Lady Cecília (Sofia Terra), que Úrsula criava como sobrinha, é filha da vilã com o general Baldini (Emílio de Mello), militar do exército de Seráfia do Norte.

Fonte Rede Globo “Cordel Encantado

Publicidade