Novela “A Dona do Pedaço”: A confeitaria principal de Maria da Paz (Juliana Paes) é assaltada. Rael (Rafael Queiroz) aproveita a confusão e atirar contra a empresária. Régis (Reynaldo Gianecchini) protege Maria e a salva do disparo. Josiane (Agatha Moreira) passa a elogiar o cúmplice e a aproximá-lo de sua mãe. O plano é afastar a mãe de Amadeu (Marcos Palmeira), para Régis roubar a fortuna de Maria.

Enquanto isso, Otávio (José de Abreu) engravida Edilene (Chyntia Senek) e a pressiona para fazer um aborto. A jovem morre e seu pai, Cosme (Osvaldo Mil) decide se vingar e contrata Chiclete (Sergio Guizé) para matar Virgínia (Paolla Oliveira) em São Paulo.

A mando de Nilda (Jussara Freire), Rael continua com o plano de vingar a morte da família. Chiclete o reconhece e impede que a prima seja morta. Rael é preso e confessa que jurou matar a inimiga. Nilda manda Amadeu defender o sobrinho e Josiane afirma que o pai se ofereceu para cuidar de sua herança, caso Maria viesse a morrer: “Eu não quero que cê seja enganada, muito menos pelo meu pai. Ele mentiu quando disse que nem sabia que esse sobrinho tava em São Paulo”.

Régis opina: “Acontece que ele pode ter tido muito interesse nesse atentado. Mais ainda, eu acho que ele pode tar atrás de todo plano”. Amadeu consegue a liberdade de Rael com um habeas corpus e Maria fica revoltada: “Eu entendi seu jogo sujo, Amadeu. Eu tenho minha fábrica, minhas confeitarias… Se eu morresse, a Josiane ia herdar tudo. Eu trabalhei, me esforcei a vida toda pra dar um futuro pra minha filha. Mas, se eu morrer, ela vai herdar. Ela é quase uma menina ainda. Inocente. Cê, como pai, ia dizer que podia ajudar, é advogado… Ia meter a mão no meu dinheiro”.

Amadeu afirma: “Me fez vir até aqui para fazer escândalo? Está satisfeita? Eu vou embora, e não quero mais falar com você. Não me liga, não me procura”. Cena prevista para dia 21 na novela “A Dona do Pedaço”.

“A Dona do Pedaço”: resumo dos próximos capítulos da novela

Sinopse “A Dona do Pedaço”: a novela enaltece a trajetória de Maria da Paz (Juliana Paes), uma jovem humilde, da cidade fictícia de Rio Vermelho, no Espírito Santo. Maria vem de uma família de justiceiros profissionais, os Ramirez, e se apaixona justamente por Amadeu (Marcos Palmeira), advogado formado em Vitória e membro do clã rival nos negócios, os Matheus. A trama, dividida em um prólogo e duas fases, traz uma história de amor com elementos à Romeu e Julieta, sem perder o humor, que permeia todo o folhetim.