Novela “A Dona do Pedaço”: Camilo (Lee Taylor) nunca esqueceu que Vivi (Paolla Oliveira) o trocou por Chiclete (Sergio Guizé). Louco para se vingar do rival, ele se interessa pela história de Maria da Paz (Juliana Paes) para investigar o desaparecimento de duas sobrinhas. Assim, fica mais fácil descobrir algo sobre Chiclete, que é da mesma família que a boleira. O investigador vai até Rio Vermelho para sondar o delegado local, mas o homem não dá muitas informações. Camilo também marco um encontro com Amadeu (Marcos Palmeira) para saber mais sobre a briga entre os Matheus e os Ramirez. Mas o advogado percebe que pode prejudicar Chiclete e decide ficar longe dessa história.

Publicidade

Mas Rael (Rafael Queiroz) escuta toda conversa e, interessado em prejudicar os Ramirez, procura Camilo na delegacia: “Eu ouvi quando falou com o Amadeu. A conversa não adiantou nada, não é?” “O Amadeu não quis falar, mas eu sei que tem muita coisa embaixo dessa história de Ramirez e Matheus. Coisa grossa. O delegado que trabalhou em Rio Vermelho anos, Argemiro…”, conta Camilo. Rael interrompe o investigador para dizer que conhecia o delegado da sua cidade natal e pergunta se ele tem algum assunto pessoal com Chiclete.

“O Chiclete me traiu com a Vivi. Prometi vingança”, responde Camilo. “Gostei. É assim que um macho fala. Não aceita traição. Quer vingança pelos chifres que levou”, aprova o Matheus. Camilo conta que, quando Maria da Paz foi procurá-lo para saber das sobrinhas perdidas, encontrou uma ótima oportunidade para saber mais sobre Chiclete. É então que ele vai direto ao assunto e pergunta ao rapaz o que ele sabe sobre o seu rival. “O Chiclete era justiceiro. O mandante procurava, ele aceitava a encomenda. E entregava a alma pro céu”, revela Rael. “O Chiclete?”, pergunta Camilo, incrédulo.

“A Dona do Pedaço”: resumo dos próximos capítulos da novela

Sinopse “A Dona do Pedaço”: a novela enaltece a trajetória de Maria da Paz (Juliana Paes), uma jovem humilde, da cidade fictícia de Rio Vermelho, no Espírito Santo. Maria vem de uma família de justiceiros profissionais, os Ramirez, e se apaixona justamente por Amadeu (Marcos Palmeira), advogado formado em Vitória e membro do clã rival nos negócios, os Matheus. A trama, dividida em um prólogo e duas fases, traz uma história de amor com elementos à Romeu e Julieta, sem perder o humor, que permeia todo o folhetim.