Novela “A Usurpadora”: resumo dos próximos capítulos

a_usurpadora_novela_sbt_resumoNovela “A Usurpadora” – o SBT divulgou no resumo dos próximos capítulos da novela “A Usurpadora” que Paola quer que Paulina convença Carlos Daniel a aceitá-la de volta e acredita que ao sentir que pode ser condenada, conseguirá que a irmã faça o seu jogo. No capítulo 072, terça-feira, 07 de julho – Paulina conversa longamente com o Dr. Edmundo, que diz ter provas suficientes para provar sua inocência. Paulina pergunta se essas provas podem prejudicar sua irmã e, ao saber que sim, não aceita a proposta que poderia tirá-la da cadeia. Mas a atitude de Paulina já não é suficiente para proteger Paola pois o Dr. Edmundo diz a ela que a polícia já investigou a vida de Paola. Estephanie dá a luz a um lindo menino, mas Willy não está a seu lado. Mas Dona Piedade está certa de que ele voltará pois, ambicioso como é, não abrirá mão da sua parte na herança de Estephanie. Paola está decidida a não permitir que sua irmã seja feliz com Carlos Daniel e por isso ao falar com Paulina, no telefone, diz que está cada vez mais apaixonada por seu marido. Douglas Maldonado decide escrever uma carta a Paulina pois está estranhando que até agora ela não tenha se manifestado sobre a doação que ele lhe fez. Paola liga para a fábrica e diz a Carlos Daniel que o ama e que está disposta a reconquistá-lo. Ao desligar, Paola confessa a Elvira que sabe que Carlos Daniel quer se livrar dela, mas não vai conseguir pois ela vai se tornar uma sombra na vida dele. Os amigos tentam fazer com que Leandro perceba o erro que está cometendo ao defender Viviana. O nascimento de seu filho faz com que Estephanie mude completamente seu modo de pensar em relação a Willy e já não se importe mais com ele. Paola chama Carlos Daniel e Paulina e prepara uma armadilha para eles. Em tom ameaçador, ela diz claramente que se conseguir se recuperar por completo, vai sair viajando pelo mundo, mas se continuar inválida, vai para a mansão pois lá também é a sua casa. Comunica também que pretende comparecer ao julgamento e seu depoimento pode deixar Paulina por muito anos na cadeia. O Dr. Edmundo chega ao hospital e diz que o julgamento de Paulina será em uma semana.Paola insiste em assistir ao julgamento de Paulina. Carlos Daniel continua irredutível quanto à volta de Paola para a mansão, pois está convencido de que ela continua sendo a mesma mulher má e sem caráter e que nunca mudará seu jeito de ser. Paulina se decepciona com Paola ao ouvir da irmã que ela não hesitará em acusá-la se isso lhe for conveniente. Preocupado com o que Paola possa dizer contra Paulina, Carlos Daniel procura o Dr. Edmundo para dizer que, se no dia do julgamento Paola se atrever a depor contra Paulina, ele entregará ao juiz o diário íntimo de sua mulher. Ao chegar em casa, Carlos Daniel procura pelo diário, mas ele desapareceu misteriosamente. Paulina recebe uma carta de Douglas Maldonado, onde ele descreve todo o seu relacionamento com Paola e pede a ela que use a carta como uma prova em seu julgamento. Mas Paulina, obcecada pela idéia de defender sua irmã, esconde a carta para que ninguém possa lê-la. Carlos Daniel vai até o presídio e Paulina mente para Carlos Daniel dizendo que está com o diário de Paola. Carlos Daniel tenta convencê-la a lhe entregar o diário, mas Paulina se nega dizendo que não quer que ele seja usado contra sua irmã. Paulina também acaba com as esperanças de Carlos Daniel ao dizer que mesmo ficando em liberdade não se casará com ele enquanto sua irmã estiver viva. Verônica, cada vez mais convencida de que Leandro continua apaixonado por Viviana, rompe seu noivado com ele. Paola, com o objetivo de voltar o quanto antes para a mansão dos Bracho, liga para Paulina e ameaça ser uma testemunha de acusação implacável e de deixá-la por muitos anos na prisão caso ela não a ajude no seu plano. Paola quer que Paulina convença Carlos Daniel a aceitá-la de volta e acredita que ao sentir que pode ser condenada, conseguirá que a irmã faça o seu jogo.

Novela “A Usurpadora” SBT: resumo dos próximos capítulos(*)

* Sujeito à alteração de acordo com a edição.

Notícias Relacionadas

Novela “Pérola Negra”: resumo dos próximos capítulos
Novela “Pérola Negra”: a história de Pérola, Eva e Tomás
Novela “Pérola Negra”: protagonistas, elenco e personagens

Novela “Cúmplices de um Resgate”: a vilã Regina rouba Isabela da maternidade
Novela “Cúmplices de um Resgate”: protagonistas, elenco e personagens

No capítulo 073, quarta-feira, 08 de julho – Paulina agora está convencida de que Paola continua sendo a mesma mulher cruel e sem escrúpulos, capaz de qualquer coisa para alcançar seus objetivos, mas mesmo assim não pretende fazer nada que possa prejudicá-la. Abandonada por Willy, Estephanie sai do hospital, mas não aceita voltar para a casa dos Bracho. Adelina decide então acompanhar sua filha. Leda admite que Paulina é muito melhor que Paola e se propõe a ajudar Edmundo falando tudo o que sabe sobre Paola. Leda conta para ele que no diário de Paola podem estar as provas para inocentar Paulina. Paola contrata o Dr. Montezinos para defendê-la. Luciano Alcântara fica sabendo, pelos jornais, que Paulina Martins vai a julgamento. O ex-amante de Paola mudou de vida e agora vive no interior ao lado de Ester, sua esposa, e está prestes a ser papai. Ester deu um novo rumo à sua vida e, por isso, ao saber da situação de Paulina, decide ajuda-la, comparecendo ao julgamento como sua testemunha de defesa. Filomena, amiga de Paulina, também está disposta a depor a seu favor. O Dr. Edmundo diz a Osvaldo que não vai cobrar honorários para defender Paulina e confessa que está apaixonado por ela. Paulina enfrenta Paola e diz à irmã que está com seu diário íntimo, prova que pode condená-la a passar muito anos na cadeia. As duas discutem violentamente. Paulina confessa que está apaixonada por Carlos Daniel e Paola se declara sua inimiga dizendo que nos tribunais, vai dizer que ela ameaçou matá-la caso não permitisse que ocupasse o seu lugar. Carlos Daniel continua procurando pelo diário e dá ordem para que revistem o quarto de Paulina na tentativa de encontrá-lo.

No capítulo 074, quinta-feira, 09 de julho – Paola contrata o Dr. Montezinos para defendê-la e conta a ele sua versão da história onde, é claro, ela é a vítima. E o que é pior, o advogado acredita em todas as suas mentiras. Carlos Daniel e o Dr. Edmundo se unem para tentar convencer Paulina a entregar o diário. Mas, apesar de saber que Paola pode prejudicá-la, se nega terminantemente a entregá-lo. Osvaldo vai até o presídio para pedir perdão para Paulina por todo o mal que ele lhe fez. Luciano Alcântara procura os irmãos Bracho para dizer que está disposto a testemunhar a favor de Paulina. Apesar de desconfiar do arrependimento dele, Rodrigo e Carlos Daniel levam Luciano até o Dr. Edmundo, que ao tomar conhecimento de toda a história, vê em Luciano a grande chance de inocentar Paulina Martins. Enquanto isso, Paola conta os minutos para o julgamento e garante a Elvira que pretende destruir a vida de Paulina e que não descansará até conseguir com que ela passe o resto dos seus dias na cadeia.

No capítulo 075, sexta-feira, 10 de julho – Paola garante que no dia do julgamento vai cobrar de sua irmã o fato de ela ter se apaixonado por Carlos Daniel. Osvaldo pede perdão a Paulina e oferece ajuda, mas ela se nega a aceitar e diz que não quer vê-lo nunca mais. Dona Piedade pede a Carlinhos que no dia do julgamento, conte toda a verdade sobre o seu desaparecimento, pois assim ajudará sua mãe. Leda descobre que Luciano Alcântara vai testemunhar a favor de Paulina e apesar de ter se comprometido com Edmundo a dizer toda a verdade sobre Paola, ela não perde a chance de prejudicar Paulina e procura Luciano para oferecer muito dinheiro para que ele desista de testemunhar a favor dela. Carlos Daniel decide falar com Paola e pedir que não vá ao julgamento, mas ao perceber que não vai convencê-la, a ameaça, dizendo que existe uma testemunha que pode transformá-la de vítima em réu. Chega o dia do julgamento e Carlinhos depõe a favor de Paulina. Willy volta para casa para tentar tirar mais dinheiro de Estephanie, mas as coisas mudaram e os dois discutem violentamente quando Estephanie comunica que cancelou a procuração que havia lhe dado. Revoltado, Willy ameaça ir ao julgamento e exigir duzentos mil dólares de Carlos Daniel para não depor a favor de Paola. Paola chega ao tribunal e diz a Carlos Daniel que está disposta a jogar Paulina, por muitos anos, atrás das grades.

No capítulo 076, segunda-feira, 13 de julho – Paola chega altiva e ameaçadora. O Dr. Edmundo previne Paulina e pede a ela que se defenda, pois Paola veio disposta a tudo para incriminá-la, mas Paulina está irredutível em sua decisão. Começa o julgamento. Paola é a primeira a depor e mente descaradamente ao contar sua versão dos fatos, fazendo-se de vítima. Mas, ao ser interrogada, Paola fica pálida ao ouvir o Dr. Edmundo perguntar com quem ela estava na noite do acidente em Mônaco. Ao perceber que as coisas podem se complicar, Paola finge um mal estar, que obriga o juiz pedir a ela que se retire. Paulina depõe, e para espanto de todos, confirma tudo que Paola disse e se declara culpada diante do júri. Mas o Dr. Edmundo não desiste e chama para depor Luciano Alcântara.

No capítulo 077, terça-feira, 14 de julho – Paulina, que insiste em poupar sua irmã, se apavora ao saber que Luciano Alcântara é a testemunha que pode inocentá-la, pois tem certeza que ele sim pode complicar a vida de Paola. Enquanto isso, na mansão dos Bracho, todos os empregados procuram desesperadamente pelo diário de Paola pois sabem que em suas páginas pode estar a salvação de Paulina. Durante o depoimento de Luciano, a promotora põe em dúvida o seu testemunho e pede provas de que ele realmente presenciou os fatos. Diante dessa exigência, o juiz suspende o julgamento por dois dias para que o advogado apresente as provas solicitadas. Viviana e Leandro começam os preparativos para o casamento. Paola descobre que Luciano Alcântara depôs a favor de Paulina e contra ela. Por isso, pede ao Dr. Montezinos que ofereça dinheiro a ele para que mude o seu depoimento. Enquanto isso, Luciano e o Dr. Edmundo viajam para o litoral em busca das provas de que precisam. Paulina liga para a irmã e se desconcerta diante da frieza com que Paola a trata. Enquanto não encontra Luciano Alcântara para tentar suborná-lo, Paola liga para Carlos Daniel e diz a ele que tem uma proposta que interessa a eles dois.

No capítulo 078, quarta-feira, 15 de julho – Acreditando que talvez Paola possa estar arrependida, Carlos Daniel vai até o hospital com a esperança de que a convencerá a ajudar Paulina. Mas, basta alguns minutos de conversa para que ele se convença de que ela não mudou nada. Paola diz a Carlos Daniel que vai coagir sua própria irmã para que ela fique a seu lado para sempre. E, ao ser cobrada por Carlos Daniel sobre a proposta de que falou por telefone, Paola exige que ele faça com que Luciano Alcântara mude o seu testemunho e em troca lhe oferece o divórcio. Carlos Daniel não aceita e ela ameaça destruir Paulina e contar para seus filhos que ela é a verdadeira mãe deles. No litoral, Luciano Alcântara e o Dr. Edmundo vão até a casa onde viveu Paulina e lá conhecem Célia e Filomena. As duas contam como tudo aconteceu e se comprometem a comparecer ao tribunal para testemunhar a favor de Paulina Martins. Assim que Carlos Daniel vai embora, Paola liga para a irmã e, se fazendo passar por uma mulher sofrida, que vive atormentada com o medo da solidão, consegue arrancar de Paulina a promessa de que nunca se casará com Carlos Daniel. Paola liga para Luciano e oferece dinheiro para que ele mude seu depoimento, mas Luciano está mudado e não aceita o suborno. Osvaldo, completamente apaixonado e arrependido, procura Paulina para dizer que está disposto a se divorciar de sua esposa para se casar com ela. Paulina não aceita e o manda embora. Carlos Daniel, muito preocupado com a ameaça de Paola de contar a seus filhos a verdade sobre a verdadeira mãe deles, dá ordens para que toda a correspondência vá direto para as mãos da vovó Piedade. Willy, com todo seu cinismo, diz a Estephanie que só se casou com ela por causa do seu dinheiro, mas sua mulher não é mais a mesma e ao invés de um ataque de nervos, ela lhe dá um ultimato: ou arruma um emprego ou vai embora para sempre. Paola liga para a vovó Piedade e comunica que no sábado voltará para a mansão, quer eles queiram ou não.

No capítulo 079, quinta-feira, 16 de julho – Antes de seguir para o tribunal, Paulina visita Paola no hospital e sai completamente arrasada ao saber pela própria irmã que está disposta a voltar para a mansão dos Bracho só para infernizá-los e conseguir muito dinheiro. Recomeça o julgamento e o Dr. Edmundo apresenta novas testemunhas para o caso. A primeira a depor é Célia, amiga de Paulina, que conta com detalhes tudo que aconteceu e aponta Luciano Alcântara e Alexandre Farina como amantes de Paola. O julgamento prossegue e os depoimentos das testemunhas trazem à tona o nome de todos os amantes de Paola, entre eles o de Donato D´Ángele. O pintor Donato D´Ángele é cotado como testemunha e comparece ao tribunal para depor. Até Antônia, Isabel e Moacyr querem testemunhar a favor de Paulina para tentar livrá-la da acusação de seqüestro. Osvaldo pede o divórcio a Lurdes, que numa atitude desesperada, ameaça matá-lo se ele a deixar. Carlos Daniel sofre um duro golpe ao descobrir, em pleno tribunal, que Paola e Willy foram amantes. Lalinha encontra o diário de Paola e toma uma decisão que pode inocentar Paulina.

No capítulo 080, sexta-feira, 17 de julho – O Dr. Edmundo interroga Carlos Daniel sobre o romance entre Paola e Willy. Carlos Daniel relata tudo que Paola fez contra os Bracho, mas omite o problema com sua avó. Dona Piedade interrompe o depoimento do neto e conta a todos que Paola a transformou numa alcoólatra. Osvaldo tenta mais uma vez sair de casa e Lurdes faz de tudo para impedi-lo, mas desta vez nada pode fazê-lo mudar de idéia e Osvaldo vai embora. O Dr. Montezinos faz a defesa de Paola e a coloca como vítima de Paulina. Paola, por sua vez, diz a Elvira que se Paulina for inocentada, ela a mata. O julgamento chega a sua fase final. A expectativa é grande e Leda, que torce pela condenação de Paulina, não perde a chance de assediar Carlos Daniel. O juiz pede a todos que se retirem e é nesse momento que Lalinha chega ao tribunal com o diário de Paola. Carlos Daniel, de posse do diário, decide que se Paulina for condenada, ele entrega ao juiz a prova definitiva para inocentá-la. Paulina é inocentada, mas recebe o veredicto com tristeza pois não sabe o que vai ser de sua irmã. Reunida com a família Bracho, ela comunica que desse momento em diante vai se dedicar a cuidar de Paola.

No capítulo 081, segunda-feira, 20 de julho – Paulina sai da prisão e numa reunião com a família Bracho, comunica que vai morar com sua amiga Célia, e que de agora em diante, vai se dedicar a cuidar de sua irmã Paola. Rodrigo pergunta se ela não pretende assumir o seu lugar na fábrica e Paulina diz que tem que se afastar, pois não pode ocupar um lugar que é de Paola. Ao saber que sua irmã foi considerada inocente, Paola briga feio com o Dr. Montezinos e o acusa de não ter feito nada para mudar o veredicto. Paola convence o Dr. Galícia a lhe dar alta e manda Elvira levar suas malas para a mansão dos Bracho. Mas dona Piedade é firme na sua decisão e diz a Elvira que Paola não voltará para a mansão. A imponente Elvira enfrenta a vovó Piedade e diz que Paola consultou os advogados e que tem direitos adquiridos. Portanto, a volta de Paola é praticamente um fato consumado e deixa Carlos Daniel completamente fora de si, a ponto de confessar ao irmão que está disposto a matá-la. A atitude de Carlos Daniel preocupa Rodrigo e a vovó Piedade. Ao perceber que não existe nenhuma chance de reconquistar Carlos Daniel, Leda decide seduzir o Dr. Edmundo e mais uma vez se dá mal, pois Edmundo confessa que também está apaixonado por Paulina. Paulina, apesar de tudo que sofreu por culpa da irmã, vai até o hospital e se coloca à sua disposição. Paola conta que receberá alta e que voltará para a casa dos Bracho. Paulina tenta fazer com que ela mude de idéia, mas a maquiavélica Paola não desiste do seu plano.

No capítulo 082, terça-feira, 21 de julho – Paola não acredita que Paulina esqueceu Carlos Daniel e vê na irmã sua maior rival, por isso não perde a chance de humilhá-la. Paola não aceita a sua ajuda e ainda lhe diz, sem a menor cerimônia, que ela não serve para nada e garante que ninguém vai tirá-la do seu objetivo de voltar para a mansão dos Bracho. Rodrigo tenta acalmar Carlos Daniel e evitar que ele cometa uma loucura. Por isso, pede a ele que tente agir com calma, que aceite a presença de Paola e enquanto isso entre com o pedido de divórcio. Mas a preocupação de Carlos Daniel é com seus filhos pois não sabe como vai explicar quem é Paola. Depois de conversar com a vovó Piedade, Carlos Daniel decide passar para Paulina a tutela de Carlinhos. Paulina, depois da conversa com sua irmã, procura Patrícia e conta que Paola pretende contar toda a verdade para o Carlinhos. Patrícia a aconselha a procurar Carlos Daniel, mas Paulina teme pelo encontro pois não sabe se conseguirá se manter distante dele. O casamento de Estephanie vai de mal a pior e Willy não perde a chance de colocar a mulher contra seus irmãos e ainda a provoca dizendo que um dia talvez ele e Paola possam unir suas fortunas. Rodrigo procura Paola e tenta convencê-la a não voltar para a mansão, mas é inútil. Carlos Daniel procura Paulina para pedir que ela fique com Carlinhos e a conversa acaba num beijo apaixonado. Paola chega à mansão dos Bracho e, sempre altiva e provocativa, desafia quem vai se atrever a expulsá-la.

No capítulo 083, quarta-feira, 22 de julho – Paola chega dando ordens e desafiando a todos. Lalinha avisa dona Piedade que Paola quer falar com ela e o encontro entre as duas é marcado por uma violenta discussão. Viviana e sua madrinha, Abigail, preparam tudo para o seu casamento com Leandro. Osvaldo conversa com o Dr. Edmundo e descobre que ele ainda está apaixonado por Paulina e que não desistirá da idéia de casar-se com ela. Estephanie vai até a fábrica e exige de Rodrigo a sua parte na herança. Carlos Daniel conversa com o filho e conta que de agora em diante ele vai morar com “sua mãe” num hotel, mas o menino fica triste ao saber que seu pai não vai morar junto com eles. Paola declara guerra e se diverte ao ver a indignação de todos. Adelina se revolta ao ouvir Paola pedindo a Lizete que convença seu pai a nunca se separar dela. Dona Piedade discute seriamente com Paola ao perceber que ela está colocando a menina contra eles. Leandro e Viviana se casam. Carlinhos e Paulina já estão no hotel, onde vão viver, e o menino fica feliz ao ver seus pais se beijarem. Carlos Daniel volta para casa e é recebido por Paola.

No capítulo 084, quinta-feira, 23 de julho – No encontro com Carlos Daniel, Paola não perde a chance de jogar todo o seu charme na tentativa de reconquistá-lo, mas desta vez parece que ela não se dá bem, pois Carlos Daniel a despreza e não consegue perdoá-la por tudo que fez. Leandro e Viviana se casam e vão morar no interior. Willy decide pleitear o seu cargo de Leandro e Estephanie se preocupa pois sabe que seus irmãos não o querem na fábrica. Mas Willy não tem intenção nenhuma de trabalhar pois o que ele quer é ganhar novamente a confiança da mulher e assim poder tomar conta do dinheiro dela. Leda telefona para Paola e as duas combinam um encontro. Willy consegue reverter a situação e mais uma vez convence Estephanie a lhe dar uma procuração para que ele a represente na fábrica. Adelina previne Estephanie de que sua atitude vai provocar muitos problemas e conta a ela que durante o julgamento, Carlos Daniel descobriu que Willy e Paola foram amantes. Paola e Leda decidem se unir para destruir Paulina e a família Bracho.

No capítulo 085, sexta-feira, 24 de julho – A guerra está declarada entre Paola, Leda e a vovó Piedade. Carlos Daniel está furioso pois, por uma determinação judicial, terá que aceitar a presença de Willy na fábrica. Mas, apesar de saber que terá que “engolir”o cunhado, ao ficar frente a frente com ele, a revolta fala mais alto e Carlos Daniel agride Willy. Na mansão, o clima continua tenso. Leda faz jogo duplo, mas dona Piedade não acredita na pose de boa menina. Paola diz a Leda que quer se divertir e pede a ela que a leve até a fábrica. Dona Piedade avisa Rodrigo e ele e Paulina fazem de tudo para que Carlos Daniel e Paola não se encontrem, mas é inevitável. Paola chega para provocar e começa dizendo que quer trabalhar na fábrica. Estephanie está convencida de que Willy mudou e quer lhe dar uma nova chance, mas Adelina tenta abrir os olhos da filha dizendo a ela que ele só quer o seu dinheiro. Paola continua na fábrica e deixa Rodrigo fora de si ao exigir que ele lhe dê um cargo, pois ela não vai desistir da idéia de trabalhar na fábrica. Paulina, que ainda não se convenceu de que sua irmã é má, tenta convencê-la a mudar sua maneira de agir, mas é em vão. Paola procura Willy para conversar. Leda se aproveita da fragilidade de Carlos Daniel e tenta convencê-lo a mandar Carlinhos para um internato, pois assim Paulina se livrará dessa obrigação e possa viver a sua própria vida. Paola discute com Paulina e diz que se Carlos Daniel insistir no divórcio, ela fará de tudo para jogá-lo nos braços de Leda, pois prefere isso a vê-lo junto com a sua irmã. Elvira, a enfermeira, observa atônita a reação de Paola ao ver Leda e Carlos Daniel juntos. Enquanto isso, o Dr. Edmundo procura Paulina e se declara apaixonado por ela.

Fonte: Novela “A Usurpadora”, novela do SBT – resumo dos próximos capítulos

Vem por aí: Paulina aceita o convite do Dr. Edmundo para jantar, mas diz que vai com Carlinhos. Willy ouve uma conversa entre a vovó Piedade e Adelina, e descobre que Estephanie é sua filha. Durante o jantar, Edmundo diz a Paulina que não vai desistir dela. Dona Piedade tenta convencer Estephanie a não confiar tão cegamente em Willy, pois ele vai acabar com o seu dinheiro, mas tudo é em vão pois a neta acredita no arrependimento do marido. Carlos Daniel, mais uma vez, acredita em Leda e depois de pensar em tudo que ela lhe disse, decide dar um novo rumo a sua vida. Ao chegar à fábrica, comunica ao irmão que vai mandar Carlinhos para um colégio interno e pede a Paulina que se afaste da sua família e da capital. Carlos Daniel conversa francamente com Paulina, diz a ela que não é justo que se sacrifique pelos Bracho e que deve estar livre para viver a sua vida. Paulina concorda com ele e diz que sairá do país, a não ser que sua irmã precise dela. Apesar de apaixonados, Carlos Daniel e Paulina sabem que é um amor impossível e decidem que tentarão refazer suas vidas, longe um do outro. Enquanto isso, na mansão, o Dr. Cabanhas procura Paola para que ela assine o pedido divórcio, mas ela se recusa a assinar. Mais tarde, Paola conversa com Carlos Daniel e faz uma série de exigências, as quais ele se nega a aceitar. Paulina janta com o Dr. Edmundo. Enquanto isso na mansão dos Bracho, o jantar transcorre em clima de guerra. Paola, ao perceber que Leda continua dando em cima do seu marido, faz um escândalo, chama Leda de traidora e garante que nem ela nem Paulina ficarão com Carlos Daniel.

Paola e Leda continuam se insultando, o que obriga Carlos Daniel e a vovó Piedade a se retirarem da mesa. Paulina janta com o Dr. Edmundo, que fala do seu amor e a pede em casamento, mas ela não aceita, diz que ama Carlos Daniel e que será difícil esquecê-lo. Ao voltar para o hotel, Paulina conversa com Carlinhos e convence o menino a ir para um colégio interno. Determinada a romper definitivamente com os Bracho, Paulina tenta ser firme diante de Carlos Daniel e quando ele vai até o hotel saber como foi a conversa com seu filho, ela tenta acabar com as esperanças dele e diz que vai se casar. Paola compra um carro importado adaptado para deficientes e manda a conta para Carlos Daniel. Rodrigo recebe o vendedor e se recusa a fazer o pagamento, mas Paulina chega e decide comprar o carro para sua irmã. Leda e Paola continuam se alfinetando, mas no fundo são iguais e Leda prepara uma cilada para Carlos Daniel: ela o convida para ir ao teatro e depois convida Paola para ir com eles. Mesmo contra a sua vontade, Carlos Daniel acaba saindo com Leda e Paola. Depois do teatro, eles vão jantar e no restaurante encontram Paulina jantando com Carlinhos e com o Dr. Edmundo.

Carlos Daniel tem suas suspeitas confirmadas ao ver com quem Paulina está jantando. Unidas com o objetivo de infernizar a família Bracho, Leda incendeia o ambiente e Paola ameaça fazer um escândalo na frente de Carlinhos. Leda quase conta ao menino quem é a mulher que está na mesa com seu pai. Ao voltar ao hotel, Paulina começa a pensar em tudo que sua irmã lhe fez e parece que começa a entender que não vale a pena abrir mão do amor que sente por Carlos Daniel por causa de Paola. Carlos Daniel conta para a vovó Piedade que Paulina vai se casar com o Dr. Edmundo. Dominado pelo ciúme, mais uma vez, Carlos Daniel muda radicalmente seu modo de pensar em relação a Paulina e diz para seu irmão que está convencido que Paulina e Paola são iguais. Carlos Daniel confessa para Paulina que ficou muito chateado ao vê-la, no restaurante, ao lado do Dr. Edmundo. Paola tenta colocar a vovó Piedade contra Paulina e jura que vai lhe tirar até o amor do Dr. Edmundo. Paulina conta para Patrícia que Paola e Leda se uniram para destruí-la. Estephanie se preocupa ao perceber que Willy foi à fábrica carregando um revólver. Na fábrica, Carlos Daniel e Willy se encontram e a discussão é inevitável. Carlos Daniel perde a cabeça e bate no cunhado e Willy não hesita em atirar. Carlos Daniel cai, ferido.

Estela liga para Estephanie e conta que Willy atirou em seu irmão, Carlos Daniel, e que ele está muito mal. Willy volta para casa e Estephanie, completamente descontrolada pelo que aconteceu, briga violentamente com o marido. Willy agride a mulher e a cunhada, Patrícia, e foge levando todas as jóias de Estephanie. Verônica liga para Paulina e avisa sobre o que aconteceu com o Carlos Daniel. Enquanto Paulina socorre Carlos Daniel, Rodrigo, completamente atordoado com o que aconteceu, ameaça matar Willy. Paulina procura acalmá-lo para evitar que ele cometa uma loucura. Leda fica atônita ao presenciar a reação de Paola ao receber a notícia de que Carlos Daniel está ferido e corre risco de morte. Fria e calculista, Paola imagina como seria bom se Carlos Daniel morresse, pois assim ela seria a herdeira de sua fortuna. A atitude covarde da qual Carlos Daniel foi vítima revolta a todos e enquanto os funcionários da fábrica Bracho querem linchar Willy, Carlos Daniel pede para que não o denunciem. Paulina volta à fábrica e decide assumir o lugar de Carlos Daniel enquanto ele se restabelece. Lalinha entra no quarto de Paola e descobre que ela pode andar.

Ao ser surpreendida, Paola não perde o controle e finge que estava tentando andar e cai. Lalinha tenta levantá-la e Paola a ameaça de morte caso ela conte a alguém que a viu de pé. Paulina conta ao Dr. Edmundo que mudou seus planos e que pretende assumir o lugar de Carlos Daniel enquanto ele estiver impossibilitado de trabalhar. A notícia de que ela não sairá da cidade traz novas esperanças para Edmundo, mas ao mesmo tempo o preocupa pois pode significar uma reaproximação entre Paulina e Carlos Daniel. Para evitar uma tragédia, Patrícia pede a Estephanie que não conte a ninguém que Willy a agrediu, principalmente para o Rodrigo. Rodrigo tenta convencer Carlos Daniel a fazer uma viagem assim que receber alta pois acredita que isso pode levar Paola a abandonar a mansão e assim acelerar o divórcio. Adelina, ao ver Paola torcendo para que Carlos Daniel morra, perde o controle e enfrenta Paola, diz que a odeia e que ela não passa de uma mulher à toa. Enquanto Willy começa a vender as jóias que roubou da mulher, Patrícia leva para Estephanie uma quantia em dinheiro para que ela possa sobreviver até que receba sua parte na herança e aproveita para abrir os olhos da cunhada, pois Willy pode voltar e roubá-la outra vez. Carlos Daniel continua internado e Paola decide visitá-lo, porém Elvira, que começa a entender quem é Paola e do que ela é capaz, decide avisar Adelina. Quando Paola chega ao hospital, é impedida de entrar no quarto onde está Carlos Daniel. Carlinhos vai para um colégio interno, mas antes, Paulina o leva até o hospital para que ele se despeça do pai. Leda deixa Paola furiosa ao contar que Carlos Daniel já recebeu alta e que viajou sem dizer para onde.

Com a viagem de Carlos Daniel, Paola sente que perdeu o controle da situação e decide procurar seu advogado, mas o Dr. Maya não tem boas notícias para ela. O advogado deixa claro que ela não vai se sair tão bem na partilha de bens, mas Paola insiste e pede a ele que retarde o processo de divórcio até que Carlos Daniel aceite lhe dar o que ela quer. Estephanie recebe uma carta de Willy onde ele, mais uma vez, mente vergonhosamente, conta que está passando por momentos muito difíceis e pede para voltar. A notícia deixa Estephanie muito triste e, ao reconhecer que ainda o ama, ela decide procurar seu irmão e pedir para que ele a ajude. Rodrigo fica indignado com a atitude de Willy e principalmente com a reação da irmã. Enquanto Estephanie sofre e se preocupa com Willy, ele se diverte nos braços de outra mulher. Paulina conversa com Rodrigo para que se resolva o mais rápido possível a situação financeira de Estephanie. Paola suborna Lalinha para descobrir onde está Carlos Daniel. O Dr. Edmundo volta a propor casamento para Paulina, mas ela não lhe dá nenhuma esperança. Paola exige 1 milhão de dólares para assinar o divórcio.Enquanto isso, Carlos Daniel, em seu refúgio, conhece Isabel, uma jovem que não perde tempo e começa a paquerá-lo. Paulina liga para Paola para falar sobre o 1 milhão de dólares que ela tanto deseja.

Paulina oferece meio milhão de dólares à irmã para que ela deixe os Bracho em paz, mas Paola não aceita, insiste em um milhão e tem certeza de que conseguirá convencer sua irmã. Dona Piedade recebe uma carta de Carlos Daniel e descobre que Paola já sabe onde ele está. Lalinha pede a Paola que a proteja pois desconfia que a vovó Piedade já descobriu que foi ela quem lhe deu o endereço onde está Carlos Daniel. Estephanie já percebeu que Willy não mudou em nada e chora desesperadamente, sem saber o que fazer. Carlos Daniel telefona para Paulina, diz que a ama e que não consegue esquecê-la, mas ela se mantém firme, diz a ele que deve esquecê-la e o aconselha a procurar uma mulher que possa amá-lo. Leda está de viagem marcada e a Vovó Piedade acredita que ela vai se encontrar com Carlos Daniel. Sentido-se sozinho e abandonado, Carlos Daniel começa um romance com Isabel. Paola percebe que Elvira mudou muito e lhe oferece um aumento de salário. Mais tarde, Paola ameaça matá-la caso ela se atreva a contar o que sabe aos Bracho. Willy continua no litoral levando uma vida de rei ao lado de Olívia, mas o dinheiro dele está acabando e ao descobrir que ele não tem nada, ela o abandona. Sem dinheiro, ele liga para Estephanie e exige que ela lhe arrume mais dinheiro. Osvaldo está se divorciando de Lurdes e pede a Paulina que lhe dê um emprego na fábrica. Paulina acredita em suas boas intenções e o contrata como gerente de vendas. Estephanie pede dinheiro a Paulina para enviar a Willy. Carlos Daniel pede Isabel em casamento.

Isabel conversa seriamente com Carlos Daniel e tenta fazê-lo entender que só a está pedindo em casamento para tentar esquecer Paulina e propõe a ele que só volte a lhe falar em casamento quando estiver certo de seus sentimentos. Paulina conta a Rodrigo que fez uma proposta a Paola para que ela dê o divórcio a Carlos Daniel, mas ele não concorda com a decisão que ela tomou. Paulina fala sobre Osvaldo para Rodrigo e conta que ele foi seu namorado, mas não entra em detalhes. Willy está de volta e pressiona Estephanie para que lhe dê mais dinheiro. Paola, mais uma vez, suborna Lalinha para que ela consiga o endereço de Willy e Estephanie. Rodrigo conta para a Vovó Piedade que o Dr. Edmundo pediu Paulina em casamento. Paola procura Willy e propõe que os dois se unam para destruir Paulina e a família Bracho. Enquanto isso, na fábrica, Estephanie, demonstrando estar completamente dominada por Willy, discute violentamente com Rodrigo e Paulina ao colocar em dúvida a lisura com que eles estão comandando a auditoria que se realiza na empresa. A atitude de Estephanie deixa os Bracho muito preocupados pois eles acreditam que ela esteja mentalmente abalada. Leda vai ao encontro de Carlos Daniel e tem uma surpresa nada agradável ao encontrá-lo em um restaurante jantando com Isabel. Cansada de fingir, Paola decide acabar com a farsa e aparece na sala andando normalmente. Dona Piedade, Patrícia e Adelina presenciam a cena.

Revoltada com a farsa, Dona Piedade expulsa Paola da mansão, mas ela reage ferozmente, se nega a ir embora e lembra vovó Piedade que ela tem direito, por lei, de viver na casa da família Bracho. Carlos Daniel pede a Leda que não conte nada à Paulina sobre Isabel. Leda promete que não contará. O Dr. Edmundo não desiste de seu amor e liga de Miami para Paulina só para lhe dizer que a ama. Dona Piedade conta a Rodrigo e Paulina que Paola não está paralítica e que tudo não passou de mais uma farsa de Paola. A revelação deixa Paulina muito feliz, pois ela não acredita que sua irmã seja capaz de fingir a esse ponto. Leda, que não perde a chance de criar situações difíceis para os Bracho, conta para Paola que Carlos Daniel tem uma amante. Paola aparece na fábrica e conta para Rodrigo e Paulina o que acaba de saber e aproveita para avisar que o adultério de Carlos Daniel vai complicar o divórcio. Paulina tenta resolver a situação oferecendo, mais uma vez, os quinhentos mil dólares, mas Paola chantageia a irmã e exige que ela lhe dê os dois milhões de dólares que recebeu de Douglas Maldonado. Mais tarde, Paola se encontra com Willy e propõe a ele que incendeiem a fábrica Bracho. Na mansão, Elvira decide desmascarar Paola e conta toda a verdade para a vovó Piedade, sem imaginar que Paola está ouvindo tudo. No dia seguinte, Elvira chega e diz a Paola que não quer mais ser sua enfermeira. Fingindo não saber de nada, Paola sai com Elvira, com a intenção de se vingar dela por sua traição, mas no caminho, ela perde o controle do carro e sofre um terrível acidente.