Novela “Topíssima”: Angélica (Pérola Faria) mente no tribunal e Sophia (Camila Rodrigues) é considerada culpada pela morte de Lara (Cristiana Oliveira). Antonio (Felipe Cunha) vê o desespero da amada e a abraça: “Não, Sophia, não fala assim, a gente vai te tirar dessa. Força, meu amor!”. Os policiais a levam para o presídio.

Publicidade

Sophia chora e a carcereira diz: “Aí suas novas colegas. Aquela ali é a Vâninha e essa é a Coxa Grossa. Se ficar na dúvida de quem é quem, é só olhar pras pernas”. Vaninha é solidária com a nova detenta: “Você estava muito pior quando chegou aqui, Coxa. Se borrou de chorar por umas quatro semanas. Deixa a madame se debulhar, vai!”. Passam uns dias e a carcereira leva Sophia para falar com a diretora: “Estava vendo a sua pasta e não consta pedido de visita íntima. Não tem namorado, não?”.

Sophia explica: “Tenho. O nome dele é Antonio Ramos, mas não precisamos de visita íntima, a gente se guarda para o casamento … Não tem outro homem, não! Só namoro o Antonio, ele é o homem que eu amo!”. A diretora é clara: “Mas, se você não transa com ele, quem é o pai da sua criança? … O resultado do seu exame acusou que você está grávida, dona Sophia … Se não é do seu atual namorado, Antonio Ramos, deve ser do antigo ou do seu amante”.

Sophia fica em choque: “Não posso estar esperando um filho do Lima… Não posso… Não é possível… Por que eu fiz aquilo?! Como eu queria que o tempo voltasse, que nunca tivesse me deitado com aquele homem…”.

Novela “Topíssima”: Na Zona Sul do Rio de Janeiro mora Sophia (Camila Rodrigues), uma moça independente e feminista, que transformou a produtora de moda Topíssima em referência nacional. Ela é filha de Lara (Cristiana Oliveira), uma mulher fútil que vive em razão da vaidade e do dinheiro, e de Carlos (Maurício Mattar), um professor que na juventude trocou seu grande amor, a humilde Mariinha (Sílvia Pfeifer), pela chance de acensão social com a atual esposa.

A vida de Sophia vira de cabeça para baixo quando sua mãe propõe que ela assuma a presidência do Grupo Alencar de Educação, contrariando o desejo de seu tio, Paulo Roberto (Floriano Peixoto), que almejava o cargo. Ele é um homem inescrupuloso, que mantém a falsa imagem de empresário integro, mas trai a mulher Beatriz (Cássia Linhares) com a ambiciosa Yasmin (Juliana Didone) e é sócio na produção de drogas com Taylor (Emílio Orciollo Netto), um americano que mora no Brasil há mais de 20 anos e comanda o esquema ilegal no Vidigal. Lara, no entanto, coloca como condição que a filha se case dentro de ano – uma vez que não aguenta seu jeito de devoradora de homens – fazendo com que diversos alpinistas sociais a cerquem.

Publicidade

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here