Publicidade

Novela “Orgulho e Paixão”: O que Elisabeta (Nathalia Dill) suspeitava realmente se comprova: a demência de Lady Margareth (Natália do Vale) não passa de um fingimento. Sozinha em seu quarto, na clínica psiquiátrica, ela demonstra estar plenamente sã e já faz planos para acabar com a Benedito e Darcy (Thiago Lacerda). “Louca, eu… Loucos são eles se acham que abandonei esse jogo. Preciso orquestrar meu retorno. Vou esmagar Darcy e Elisabeta com minha mão de ferro!” A inglesa volta a se fingir de transtornada quando um enfermeiro entra e anuncia que uma jovem quer vê-la. Lady pensa que é Elisabeta e se vira para a janela, já no seu teatrinho. Ela sente um calafrio horripilante ao escutar a voz que tinha certeza que jamais ouviria de novo: “Eu não acreditei nem por um segundo quando soube. Tive que ver com meus próprios olhos” , diz Briana (Bruna Spínola), sua filha dada como morta.

Publicidade

Novela “Orgulho e Paixão”: resumo dos próximos capítulos

No fictício Vale do Café, interior de São Paulo, nossos personagens vivem seus conflitos sociais e de conduta, que sempre se contrapõem aos desejos pessoais de cada um. Elisabeta (Nathalia Dill) é uma mulher à frente do seu tempo, com pensamentos igualitários e interesses atípicos para uma jovem do início do século XX. Ela deseja trabalhar, conhecer o mundo e é incentivada a realizar seus sonhos pelo pai, Felisberto (Tato Gabus Mendes), que vive às turras com a mulher, Ofélia (Vera Holtz), por pensarem diferente sobre a criação das filhas. Ao todo, o casal teve cinco mulheres, e cada uma com uma personalidade diferente.

A personagem de Nathalia Dill entrará em conflito quando se apaixonar por Darcy (Thiago Lacerda), um homem de caráter e muito sisudo. O amor não é à primeira vista, já que os dois não se entendem assim que se conhecem. O sentimento de repulsa dará lugar a uma grande paixão, que será negada pelo casal o máximo possível.

Fonte: “Orgulho e Paixão”, novela da Rede Globo

Publicidade