Novela “Malhação” Toda Forma de Amar: depois de ser expulsa do batizado de Nina, Rita (Alanis Guillen) vai fazer de tudo para conquistar a guarda de sua filha. Ela procura um defensor público para saber os seus direitos e assim enfrentar os pais adotivos da criança, Lígia (Paloma Duarte) e Joaquim (Joaquim Lopes). Mas, ao ouvir perguntas sobre o seu passado, a jovem se incomoda ao ter que responder sobre o pai da criança.

O avô biológico de Nina, Genival (Joelson Medeiros), tirou a criança dos braços de Rita e a deu para a adoção, sem o consentimento da jovem. Agora, sabendo de toda a verdade, Rita consulta um defensor público, mas desanima ao saber que não será fácil ter a sua filha de volta. Ele explica: “O vínculo biológico não equivale a uma posse. O juiz tanto pode decidir a seu favor, quanto a favor dos pais adotivos. Mas me deixa te fazer umas perguntas. Você tem antecedentes criminais? ”.

Rita responde que nunca teve problemas com a polícia e o defensor continua: “E o pai da criança? Quem é? O que é que faz? Tem antecedentes? ”. Neste momento, Rita desconversa e diz que prefere não falar sobre o pai da criança. Mas, ao ser pressionada por ele a dar uma resposta, a jovem se irrita e o corta: “Minha filha não tem pai”.

Resumo “Malhação” Toda Forma de Amar: próximos capítulos da novela

A história se inicia em 2017, quando Rita (Alanis Guillen), de apenas quinze anos, teve sua filha recém-nascida dada para adoção por seu pai por falta de condições financeira para cria-la. Dois anos se passam e, após a morte do pai, a jovem descobre que sua filha está viva e foi adotada por um casal do Rio de Janeiro, Lígia (Paloma Duarte) e Joaquim (Joaquim Lopes), entrando na justiça para conseguir a guarda da criança e criando um embate entre a mãe biológica e a adotiva.

Rita vai morar com sua madrinha, Carla (Mariana Santos), mãe de Raíssa (Dora de Assis) e Thiago (Danilo Maia), porém os três adolescentes são testemunhas de um crime junto com Jaque (Gabz), Anjinha (Caroline Dallarosa) e Guga (Pedro Alves), quando um grupo armado sequestra um homem na van em que estavam. Eles criam um grupo no WhatsApp intitulado “Deu Ruim” para discutir se devem contar à polícia, criando um laço de proteção e amizade.