Novela “Malhação” Toda Forma de Amar: César (Tato Gabus Mendes) tem certeza que a denúncia contra Jaqueline (Gabz) não tem fundamento. E tudo só piora quando um inspetor da Polícia aparece na casa deles convocando Karina para prestar um depoimento. Nem precisa dizer que o médico fica indignado com a armação, né?! “Esse vídeo não prova absolutamente nada, né?!”, dispara a loura, após sair da delegacia, e vai responder o processo em liberdade.

Quem aparece de surpresa por lá e manda aquele papo sério é Vânia (Olívia Torres): “Você nunca mais será perdoada nesta tua vida. Milena nunca vai te perdoar pelo que você fez com a irmã dela, a melhor amiga que ela já teve. Parabéns, você conseguiu afastar a tua filha de você”.

César fica muito sem graça e leva um papo sério com Jaque, pede desculpas à filha, e diz que não aguenta mais os surtos da Karina. Em casa, a perua pede desculpas, diz que passou dos limites e que pensou muito na relação deles dois. Mas é surpreendida pelo marido: “Não existe mais casamento, eu quero o divórcio”.

O médico diz que pretende proteger Milena (Giovanna Rispoli) dela e que a separação já está decidida. Atitude que choca Karina.

Resumo “Malhação” Toda Forma de Amar: próximos capítulos da novela

Novela “Malhação”: A história se inicia em 2017, quando Rita (Alanis Guillen), de apenas quinze anos, teve sua filha recém-nascida dada para adoção por seu pai por falta de condições financeira para cria-la. Dois anos se passam e, após a morte do pai, a jovem descobre que sua filha está viva e foi adotada por um casal do Rio de Janeiro, Lígia (Paloma Duarte) e Joaquim (Joaquim Lopes), entrando na justiça para conseguir a guarda da criança e criando um embate entre a mãe biológica e a adotiva.

Rita vai morar com sua madrinha, Carla (Mariana Santos), mãe de Raíssa (Dora de Assis) e Thiago (Danilo Maia), porém os três adolescentes são testemunhas de um crime junto com Jaque (Gabz), Anjinha (Caroline Dallarosa) e Guga (Pedro Alves), quando um grupo armado sequestra um homem na van em que estavam. Eles criam um grupo no WhatsApp intitulado “Deu Ruim” para discutir se devem contar à polícia, criando um laço de proteção e amizade.