Novela “Malhação” Toda Forma de Amar: Carla (Mariana Santos) e Tadeu (João Fernandes) Desde que saiu de Queimados em Malhação – Toda Forma de Amar, Rita (Alanis Guillen) pensa em apenas uma coisa: recuperar sua filha. No nascimento da criança, o pai da jovem mentiu, dizendo que a pequena tinha morrido. Mas, pouco tempo depois, Rita descobriu que, na verdade, sua filha foi abandonada pelo próprio avô em um hospital.

Publicidade
Publicidade

A partir daí, Rita começou uma jornada em busca da menina, chegando até Lígia (Paloma Duarte), a médica que adotou a criança, que foi batizada como Carolina e recebeu o apelido de Nina. Depois de trocarem muitas farpas e acusações, as duas entraram em uma batalha judicial para decidir quem ficaria com a guarda da menina. E agora, a última audiência do caso chegou ao fim e a juíza está pronta para dar seu parecer que, infelizmente, não é nada bom para Rita.

“Nesse contexto, visando assegurar o melhor interesse da criança, não autorizo que a mãe biológica, Rita Gomes Moraes, tenha direito à convivência com a menor Carolina Pinheiro Henriques”, declara a juíza. Rita se desespera ao saber que não poderá ficar com a filha e tenta argumentar com a juíza, mas ela é irredutível. “Não há nos autos nesse momento elementos que traduzam a convicção de que de fato a mãe teria sido enganada em sua boa fé quando do nascimento da criança.” “Mas eu fui enganada! Pelo meu pai!”, suplica Rita. Mas de nada adianta. Lígia e Joaquim (Joaquim Lopes), comemoram a decisão, enquanto Lara (Rosanne Mulholland), advogada do casal, desdenha do sofrimento da mãe biológica.

Resumo “Malhação” Toda Forma de Amar: próximos capítulos da novela

A história se inicia em 2017, quando Rita (Alanis Guillen), de apenas quinze anos, teve sua filha recém-nascida dada para adoção por seu pai por falta de condições financeira para cria-la. Dois anos se passam e, após a morte do pai, a jovem descobre que sua filha está viva e foi adotada por um casal do Rio de Janeiro, Lígia (Paloma Duarte) e Joaquim (Joaquim Lopes), entrando na justiça para conseguir a guarda da criança e criando um embate entre a mãe biológica e a adotiva.

Rita vai morar com sua madrinha, Carla (Mariana Santos), mãe de Raíssa (Dora de Assis) e Thiago (Danilo Maia), porém os três adolescentes são testemunhas de um crime junto com Jaque (Gabz), Anjinha (Caroline Dallarosa) e Guga (Pedro Alves), quando um grupo armado sequestra um homem na van em que estavam. Eles criam um grupo no WhatsApp intitulado “Deu Ruim” para discutir se devem contar à polícia, criando um laço de proteção e amizade.

Publicidade