Novela “Éramos Seis”: Zeca (Eduardo Sterblich) Zeca (Eduardo Sterblich) reencontra Neves (Breno Nina) e sua esposa Leontina (Beatriz Campos), um amigo que diz ser dono de uma rede de padarias em uma cidade vizinha. Zeca se cansa das broncas de Emília (Susana Vieira), conversa com Olga (Maria Eduarda de Carvalho) e decide aceitar uma proposta do amigo para investir suas economias em uma sociedade com ele. Dona Maria (Denise Weinberg) desconfia do negócio. Neves e Leontina pressionam: “Viemos buscar a resposta do nobre convite que fizemos… sobre a sociedade”. Zeca informa: “Justo. Já falamos bastante a respeito, minha esposa e eu. Estamos decididos a entrar no negócio das padarias!”.

Publicidade

Dona Maria chama Olga e alerta: “Tem certeza que vão dar um passo tão grande? Estão com a vida firme feito casa de tijolo”. Mais tarde, ela fala com Zeca e ele a acalma: “Até entendo a apreensão da senhora. Não é todo mundo que tem tino pra negócio como eu. Mas Neves é pé quente. Pode confiar na batuta do seu genro e na sorte do meu amigo”. Dona Maria afirma que não confia e que Neves pode estar mentindo. Cena prevista para dia 11 de dezembro na novela “Éramos Seis”.

Resumo “Éramos Seis”: próximos capítulos da novela

“Éramos Seis”: Casada com Júlio (Antonio Calloni), Lola (Gloria Pires) é uma esposa devotada e mãe de quatro filhos: Carlos (Xande Valois/ Danilo Mesquita), o mais velho e motivo de orgulho para os pais; Alfredo (Pedro Sol/ Nicolas Prattes), rebelde que vive se metendo em confusões e tem ciúmes do irmão; Isabel (Maju Lima/ Giullia Buscacio), determinada e independente, é a favorita do pai – por ser a única filha mulher; e Julinho (Davi de Oliveira/ André Luiz Frambach), o caçula da família – que desde criança demonstra habilidade para lidar com dinheiro.

A história começa com Lola e Júlio passando sufoco para poder pagar as parcelas do casarão que compraram em São Paulo. O primeiro bem do casal sai mais caro do que eles previam por causa dos altíssimos juros do financiamento bancário. O imóvel acaba gerando um impasse entre eles: para ela, o local é a alma da família. Para ele, um empecilho para melhorar de vida.

Publicidade