Novela “Éramos Seis”: Almeida (Ricardo Pereira) se separa de Natália (Marcela Jacobina) e leva seus filhos para a casa de Clotilde (Simone Spoladore) em Itapetininga. O comerciante pede para a amada viver com ele, Clotilde aceita e deixa seu filho com Olga (Maria Eduarda de Carvalho): “O Chiquinho vai continuar aqui. Onde escolhi que ele ficasse desde que nasceu”. Em São Paulo, Almeida percebe a tristeza da mulher: “Desde que chegamos, vejo que está angustiada. Está arrependida de ter vindo?”.

Publicidade

Clotilde confessa: “Não, mas espero que não me condene pelos meus feitos passados. Preciso falar. Não se começa uma história com mentiras e fatos ocultos. Nem se apagam sentimentos pegando um trem de uma cidade à outra. Fiz algo terrível. Só quero que saiba que agi acreditando estar fazendo o que era melhor, o certo. Mesmo agora … Temos um filho, Argemiro. Um filho. Aquele bebê lindo que acaba de nascer e que sorri quando você pega no colo. Não é o caçula de Olga e Zeca. É nosso”.

Almeida reage: “Um filho? Por que não me contou nunca?”. A mulher explica: “Porque estava casado. E decidiu ficar com Natália, com os filhos que já tinha … A maneira que achei foi entregar o bebê para minha irmã. Eu me senti abandonada, tive medo de ser mãe solteira. Espero que não me odeie por ter feito o que fiz … Já estava tudo acertado para mim. E então você chegou me prometendo uma vida, um lar, uma família, seus filhos. Mas como posso viver sem o meu bebê, sem o nosso bebê, Miro? Como posso?”. Clotilde chora. Cena prevista para dia 05 de março na novela “Éramos Seis”.

Resumo “Éramos Seis”: próximos capítulos da novela

“Éramos Seis”: Casada com Júlio (Antonio Calloni), Lola (Gloria Pires) é uma esposa devotada e mãe de quatro filhos: Carlos (Xande Valois/ Danilo Mesquita), o mais velho e motivo de orgulho para os pais; Alfredo (Pedro Sol/ Nicolas Prattes), rebelde que vive se metendo em confusões e tem ciúmes do irmão; Isabel (Maju Lima/ Giullia Buscacio), determinada e independente, é a favorita do pai – por ser a única filha mulher; e Julinho (Davi de Oliveira/ André Luiz Frambach), o caçula da família – que desde criança demonstra habilidade para lidar com dinheiro.

A história começa com Lola e Júlio passando sufoco para poder pagar as parcelas do casarão que compraram em São Paulo. O primeiro bem do casal sai mais caro do que eles previam por causa dos altíssimos juros do financiamento bancário. O imóvel acaba gerando um impasse entre eles: para ela, o local é a alma da família. Para ele, um empecilho para melhorar de vida.