Publicidade

Novela “Avenida Brasil”: No ônibus, Monalisa (Heloísa Périssé) se arrepende de ir embora do Rio de Janeiro e decide voltar para reencontrar Tufão (Murilo Benício). As duas começam a ficar preocupadas com a direção do motorista, que anda em ziguezague pela pista. Ele perde o controle do ônibus, que capota em um barranco. Ferida, Monalisa vê um menino tentando socorrer a mãe, presa às ferragens. Ela tenta ajudá-lo, mas ônibus começa a se mexer. Monalisa consegue puxá-lo para fora do ônibus, que desaba no despenhadeiro com a mãe do menino.

Publicidade

Depois do acidente de ônibus, Monalisa acorda do hospital e logo pergunta onde está Iran (João Victor Pires), o menino que perdeu a mãe. Até que sente uma pontada na barriga e seu avô diz para Déa contar a verdade. “Teu bebê, filha. Você perdeu”, revela. Monalisa leva um choque e chora amparada pela família. “Me dói pensar que o Tufão nem soube que ia ser pai. Ele ia ficar tão feliz… A gente podia ter tido uma família tão linda”, lamenta.

Ela olha para o lado e vê Iran chorando sozinho em um canto. Monalisa o chama e pergunta se ele estava sozinho no ônibus. Diante da confirmação, a cabeleireira resolve tomar conta dele e o leva para dormir junto com sua família em um hotel. No dia seguinte, todos estão prontos para partir em outro ônibus e uma funcionária chega para levar Iran ao juizado de menores. Antes de seguir com a mulher, o menino volta e dá um abraço apertado em Monalisa. Vendo-o se afastar, a cabeleireira fica comovida e toma uma decisão.

“Eu vou entrar com pedido de adoção por ele. Eu acabei de perder um filho nesse acidente do ônibus, esse menino veio pra mim como um presente de Deus. Ele me escolheu, o destino nos escolheu e é um direito dele decidir o seu futuro”, afirma. Monalisa resolve adiar sua volta ao Rio e vai embora com sua família e Iran.

Cena prevista para outubro na novela “Avenida Brasil”.

Resumo “Avenida Brasil”: próximos capítulos da novela

“Avenida Brasil”: a história de uma jovem que, desde os 11 anos, planeja um acerto de contas com a madrasta. Rita (Mel Maia), órfã de mãe, era criada, com muito amor, pelo pai Genésio (Tony Ramos). Tudo muda quando ele se casa com Carmen Lúcia, a Carminha (Adriana Esteves), uma mulher ambiciosa e dissimulada. Com Genésio, ela se passava por esposa doce e dedicada; com Rita, era uma madrasta má.

A menina entra em desespero ao descobrir, após ouvir uma conversa da madrasta ao telefone, que Carminha está armando um golpe contra seu pai: ele será abordado na saída do banco, logo após receber o pagamento pela venda da casa onde mora com a filha e a nova esposa.

Publicidade