Resumo Novela “A Que Não Podia Amar”: O SBT divulgou no resumo dos próximos capítulos da novela que Vanessa diz a Rogério que está arrependida de ter se aliado a Bruno e Cíntia e confessa que foi cúmplices dos dois para afastá-lo de Marquinho. No capitulo 156, segunda-feira, 11 de novembro – Ana Paula, desconsolada, se pergunta o que é que deve fazer já que tanto Rogério como Gustavo são homens bons e a amam. Ela reza pedindo o que deve fazer, perdoar Rogério ou começar uma vida nova com Gustavo. Ana Paula confessa a Dany que já está divorciada de Rogério, mas que ainda está muito confusa. Por outro lado, Cíntia procura Bruno e o ameaça com uma arma, o advogado tenta tranquilizá-la, ela responde que lhe venderá suas propriedades, mas que ele precisa ajudá-la a se vingar de todos. Cíntia não consegue acreditar que Vanessa não queira ajudá-la e que pode entrega-la para a polícia.

Publicidade

Rosaura tem pesadelos com o sobrinho onde ele a culpa por tudo que aconteceu. Ana Paula a acorda e tenta tranquiliza-la quando Rosaura conta que sonhou com o momento que o Miguel dizia que Ana perdoasse o Rogério. Ana quer saber se é verdade e Rosaura confirma e talvez devesse obedecê-lo. Ana diz que acha que isso nunca vai acontecer. No dia seguinte, na loja de Ulisses, Gustavo entrega uma rosa branca para Ana Paula e esta diz que é sua flor favorita. Gustavo diz que não esquece. Ana quer falar com ele, mas Gustavo a interrompe e diz que antes que ela lhe diga qualquer coisa deve lembrar que é uma mulher livre. Ele diz que todos os dias quer enchê-la de lembranças e de todo o seu amor porque sabe que pode reconquistá-la. Rogério chega e diz que também quer reconquistá-la. Marquinho beija e abraça Ana e diz que o festival está chegando e que ela e seu pai prometeram que iriam juntos com ele. Rogério nota a rosa branca nas mãos de Ana Paula.

Gustavo e Rogério tentam reconquistar Ana Paula. Os dois pedem que ela escute seu coração, mas ela pede que não a pressionem. Ana sai e deixa os dois. Rogério insiste que ele não mandou bater em Gustavo e que sabe que Ana Paula o ama. Gustavo diz que Ana o amava, mas se decepcionou com ele e pede para que não estrague a oportunidade que ela tem de recomeçar uma nova vida e ser feliz. Rogério quer saber se é com ele e Gustavo diz que sim. O engenheiro diz que eles se apaixonaram desde a primeira vez que se viram e agora estariam casados se não fosse porque mandaram lhe bater e quase morreu, além, de colocarem o irmão dela na cadeia. Rogério diz que sabe e que muitas coisas mudaram na vida dela, entre elas, os sentimentos. Rogério diz que o sentimento dela não era tão forte por Gustavo, pois Ana se apaixonou por ele. Gustavo diz que Ana Paula não pode perdoar Rogério pelo o que ele fez. Rogério pede para que Gustavo a deixe decidir. Gustavo diz que assim será. Rogério propõe a Gustavo que o homem que Ana Paula não escolher deve se afastar e não voltar a intervir, ele aceita o trato.

Vanessa vai a clínica e encontra Ana Paula. Vanessa diz que não sabia que Ana já tinha voltado a trabalhar e diz que está procurando o Ernesto, pois está precisando de um remédio para os nervos. Ana Paula não a entende. Vanessa diz que tudo o que aconteceu a abalou muito e Ana diz que não poderia imaginar. Vanessa diz que tem pensado muito no que Miguel lhe disse quando estava preso. Ana diz que Vanessa não vai falar mal de seu irmão. Vanessa diz a Ana Paula que Miguel lhe disse uma vez que as duas poderiam ter sido boas irmãs, que ela perdeu a chance de se aproximar dela. Ana diz que isso poderia ter sido algo muito bonito, mas que a amizade de Vanessa com Cíntia colocou tudo a perder. Deu dinheiro para Cíntia fugir e ela matou seu irmão. Vanessa jura que lamenta e que não queria que isso acontecesse. Vanessa, chorosa, diz a Ana Paula que não gostava dela por que lhe roubou o carinho das pessoas que mais amava: seu pai e Rogério. Mas, de jeito nenhum, desejaria a morte de Miguel ou que apoiasse a Cíntia para isso. Ana Paula diz que não vão mais falar sobre isso, que podiam ser amigas, poderiam até se apoiarem, mas Vanessa conseguiu o que queria, conseguiu afastá-las para sempre.

Rosaura fica muito mal com a morte de Miguel e pede perdão para sua foto, Maria chega e pergunta o que está acontecendo, pois já não é a mesma desde a morte de seu sobrinho. Rosaura diz que o amava muito, pois era quase como seu filho, Maria lhe aconselha que se tem algum peso na consciência, alguma coisa que não conseguiu dizer ao Miguel, que fale com Dany ou Ana Paula, pois isso a consumirá pouco a pouco. Maria sai e Rosaura diz que é verdade, pois isso está acabando com ela. Rosaura diz que Bruno tem que pagar por ter matado Miguel. Vanessa vai a fazenda procurar Rogério, diz que lembrou que um dia quando foi visitar a Cíntia na cadeia, o Bruno e ela falavam alguma coisa sobre o Miguel. Ela conta que o Bruno disse para Cíntia que não roubou o dinheiro dela, mas sacou o dinheiro para fazer alguma coisa com o Miguel. Ambos juntam informações e suspeitam que Cíntia e Bruno são cúmplices na morte de Miguel, além disso a moça alega estar muito arrependida e diz que quer ajudar. Vanessa diz a Rogério que está arrependida de ter se aliado a Bruno e Cíntia e confessa que foi cúmplices dos dois para afastá-lo de Marquinho.

Rosaura não aguenta mais, e chorando diz a Ana Paula que precisa contar toda a verdade, ela revela que Miguel foi morto por sua culpa, lhe conta que fez tudo por seu bem-estar, por isso foi cúmplice de Bruno para tirar metade da fortuna de Rogério e depois de passar um tempo, Ana se casaria com Bruno, por isso tinham que fazer o que fosse possível para que ela não ficasse com Gustavo e se casasse com o Rogério. Ana recrimina sua tia por sua ambição diz que ela é a pior pessoa do mundo. Rosaura diz que era mesma coisa que Miguel lhe dizia. Ela diz que tudo o que queira era que tivessem uma vida melhor, mas tudo lhe escapou das mãos. Rosaura confessa à sua sobrinha que Bruno foi quem atirou em Miguel, também diz que ela foi quem mandou bater em Gustavo, mas assegura estar muito arrependida. Ana Paula não consegue acreditar que a tia arruinou sua vida. Ela confessa também que foi Bruno quem colocou os pertences de Gustavo na gaveta do escritório de Rogério para incriminá-lo.

Na fazenda, Vanessa diz a Rogério que foi uma tonta e que se arrepende de ter se deixado enganar por Bruno, este diz que sente muito, mas que o alegra ver que ela abriu os olhos, e diz que ainda está em tempo de refazer sua vida. Nesse momento chegam os auditores e contam que Bruno esteve roubando Rogério por muito tempo. Rosaura confessa a Paula que por culpa de sua mãe, sua vida se arruinou, pois ela lhe tirou o amor de Frederico, diz que se sacrificou para cuidar dos sobrinhos. Ana responde que isso não justifica que a tenha vendido, Rosaura diz que tudo o que fez não serviu de nada e lhe suplica o perdão. Ana Paula diz que não pode perdoá-la e que ficará sozinha e sem nada. Na fazenda, Maria está angustiada ao pensar na Cíntia. Rogério pede a Maria que não fique triste por causa de Cíntia, ele a chama de mamãe e ela, emocionada, agradece por sempre tê-la amado. Rogério quer que ela fique na casa como avó de Marquinho e Maria e não como uma empregada.

Publicidade

Ana procura Gustavo e conta que Rosaura foi a culpada por terem se separado, ele fica furioso. Gustavo diz para Ana que não queria lhe contar para não causar mais sofrimento, mas, assim que se recuperou da surra, ele a procurou por toda a parte. Foi a construtora falar com o Miguel e lá encontrou com Rosaura. Ana diz que já estava casada. Gustavo diz que foi antes e que só descobriu quando soube a data que ela se casou com o Rogério. Furioso, Gustavo diz que era tudo mentira, que Ana está livre e que a tia dela mentiu ao ter lhe dito que ela estava casada com outro. Ana diz que sua tia ficou cega com a obsessão de ficar rica e, como Miguel descobriu, Bruno o matou.

Rosaura pensa em fugir, por isso vai a fazenda roubar as joias de Cíntia, mas Maria a surpreende. Ana diz a Gustavo que ele e Rogério sempre tiveram razão ao desconfiarem de sua tia e do Bruno. Gustavo pede para que Ana não se culpe, pois era difícil desconfiar de quem cuidou dela a vida toda, que tem o mesmo sangue e era como mãe dela e, quanto ao Bruno, este fingiu muito bem e enganou a todos. Ana diz que eles os separaram e com toda certeza teriam sido muito felizes se isso não tivesse acontecido. Gustavo diz que não precisam mais falar do passado, mas podem pensar no futuro.  Na fazenda, Maria avança em Rosaura, bate em sua cara e diz que ela vai prestar contas com Rogério. Maria chama por Hugo e Simão.

Gustavo procura Rogério para contar que já sabe que não foi ele quem mandou bater nele, pois Rosaura confessou ser à culpada juntamente com Bruno. Rogério fica surpreso. Enquanto isso, Rosaura tenta fazer com que Maria não diga nada a Rogério, pois a Cíntia não vai mais voltar e a sua sobrinha está precisando de dinheiro e como é orgulhosa, não aceita nada de Rogério. Maria diz que Ana pode ser que não tenha dinheiro, mas ela tem dignidade e não é como Rosaura. Maria diz que sabe que Rosaura quer as joias para ela, pois nunca vai deixar de ser ambiciosa. Rosaura diz que vai devolver e pede que não fale nada para Rogério. Rosaura dá um tapa na cara de Maria e foge.

Rogério agradece Gustavo por lhe dizer a verdade. Gustavo diz que isso não muda o que pensa dele e que agora que Ana sabe quem os separou e o porquê, vai insistir para repara o mal que lhe fizeram e, assim, poderem ficar juntos novamente. Maria chega gritando por Rogério e diz que Rosaura acabou de roubar as joias de Cíntia. Gustavo e Rogério se surpreendem por Rosaura estar na fazenda e Maria diz que ela acaba de fugir. Consuelo entra correndo e diz que o delegado quer falar com o Rogério. O delegado quer uma cópia do resultado da auditoria e que ele vá depor para poder prender o Bruno. Maria diz que ele precisa prender, também, Rosaura porque acabou de roubar as joias de sua filha. Rogério diz ao delegado que tem muitas coisas que precisa saber e Maria também. Rogério diz que Gustavo lhe contou uma coisa que vai dar a Maria um pouco de tranquilidade. Rogério conta que não foi Cíntia quem tirou a vida do Miguel e, sim, o Bruno.

Vanessa vai ao escritório de Bruno pegar o resto de suas coisas e, também, para dizer que não quer voltar a vê-lo nunca mais. Bruno diz que achou que já tivessem terminado. Vanessa diz que sim, mas não tinha dado conta que ele é um criminoso e um ladrão. Bruno avança em Vanessa e esta lhe diz que ele está há anos roubando o Rogério. Bruno quer saber de onde ela tirou isso. Vanessa manda que ele a solte. Bruno diz que ela não vai a lugar algum e a segura. Ele quer saber se ela já sabe o resultado da auditoria. Vanessa diz a Bruno que ele pode ser preso a qualquer momento por que a polícia já descobriu que ele está há anos roubando Rogério. Bruno diz que quem o roubou foi Rogério. Vanessa diz que o pai do Rogério salvou o pai dele da falência. Bruno diz que Vanessa não sabe de nada, que sempre a usou para poder prejudicar o Rogério, mas no final nem para isso ela serviu, pois dizia estar apaixonada por ele. Vanessa diz que ele não vai se dá bem, pois já avisou a polícia onde encontrá-lo. Bruno pega o seu revolver para matar Vanessa, Rosaura chega e diz que já contou tudo para Ana Paula. Bruno aponta a arma para Rosaura e Vanessa aproveita para fugir. Cíntia sai para ver o que está acontecendo, elas brigam pelas joias, nisso chega Rogério, Gustavo e Villafañe. Bruno tenta matar Rosaura, mas Cíntia diz que precisam fugir e lhe dispara na perna.

Mercedes informa a Ernesto que está grávida, os dois comemoram. Rosaura implora para que Rogério a ajude, que a leve para a clínica. Rogério quer saber por que ele fez tanta maldade. Rosaura diz que fez para ela mesma, que não é como ele pensa. Furioso, Gustavo a segura pelos braços. Enquanto isso, Márcia diz a Ulisses que vai ficar em São Gabriel, assegura que o ama e os dois se beijam. Na cadeia, o delegado pede para Maria reconhecer as joias que encontraram com Rosaura. Ela sai com o delegado e Rogério e Ana Paula ficam sós. Rogério diz a Ana que sabia que Bruno sentia ódio, mas jamais imaginou que faria uma coisa assim. Ana diz que lamenta e pede perdão a Rogério por ter duvidado dele. Rogério quer saber se Ana entende que toda a dor que ela sofreu pelo Gustavo não foi ele quem provocou. Ana diz que foi muito boba em acreditar no que o Bruno lhe falou, que foi ele quem colocou as coisas de Gustavo na gaveta para que ela encontrasse. A polícia prende Rosaura, ela suplica a Ana Paula que a ajude, pois tudo o que fez foi pelo seu bem-estar. Ana Paula diz a Rosaura que está muito magoada e completamente decepcionada com ela. Rosaura diz que eles deveriam prender o Bruno e a Cíntia porque depois que ele atirou, eles fugiram juntos.

“A Que Não Podia Amar” SBT: resumo dos próximos capítulos

No capitulo 157, terça-feira, 12 de novembro – Rosaura diz que eles deveriam prender o Bruno e a Cíntia porque depois que ele atirou, eles fugiram juntos. Rogério diz que se isso for verdade é melhor ela voltar para a fazenda com ele. Gustavo diz que Ana pode continuar no hotel, pois ele está morando lá e não vai deixar que nada de mal venha a acontecer. Ana pede para eles pararem, diz que vai para o hotel, pois o Marcelo e o Simão a estão protegendo. Rosaura volta a pedir perdão para Ana Paula e pede para que ela a tire dali. Ana diz que não, que essa é a consequência de tudo o que ela fez. Rosaura diz que já se arrependeu. Ana diz que isso é o de menos, pois não é suficiente e quer saber se acha que se arrepender vai reparar o que ela fez. Ana diz que nada no mundo vai devolver a vida do Miguel. Ana Paula sai sem olhar para trás, enquanto Rosaura a chama.

Rosaura tenta chantagear emocionalmente a todos para que a libertem. Numa última tentativa para sair da prisão, ela confessa a Rogério que por culpa de Bruno ele não pode voltar a caminhar, pois o advogado injetou um medicamento, após a cirurgia, com a intenção de matá-lo, para que Ana Paula herdasse sua fortuna e depois a tiraria dela. Ernesto quer saber se ela está falando a verdade, enquanto Rogério fica pasmo com o que ouve. O delegado manda que os policiais levem Rosaura para a cela. Maria e Ernesto tentam confortar Rogério.

Cíntia e Bruno chegam a casa dele em Santa Madalena. Bruno diz que é melhor não ficarem ali por muito tempo, pois fica próximo da cidade e tem gente ali que os conhecem muito bem. Cíntia diz a Bruno que precisa voltar para a fazenda para se vingar de todos e pegar um dinheiro. Bruno diz que eles não podem porque o denunciaram por fraude. Cíntia diz que ele roubou Rogério e Bruno diz que ele merecia. Cíntia diz que precisam voltar à fazenda porque lá tem muito dinheiro e ela precisa pegar uns papéis.

Em São Gabriel, Ana diz para Estevão, Rosa e Dany que sua tia já está pagando pelo que fez. Rosa diz que é melhor falarem de coisas agradáveis. Ela diz que tudo vai muito bem com os negócios, que os desenhos que Miguel os deixou têm servido muito. Estevão diz que agora precisam encontrar alguém que vá para a capital para representa-lo, pois a Márcia decidiu ficar na cidade ao lado de Ulisses. Dany decide ir para a capital para continuar com o negócio de móveis, diz a Ana Paula que é o melhor, pois no povoado tudo a faz lembrar de Miguel, ela apoia a decisão da amiga. Ana agradece por tudo e por ter feito o seu irmão feliz.

Maria visita Rosaura na cadeia, a aconselha que pense nas coisas e se arrependa de coração, esta lhe pede que trate de compreender sua ambição, pois sempre foi muito pobre, queria que seus sobrinhos tivessem o que ela não teve para que fossem felizes. Maria diz que eles teriam sido mais felizes sem dinheiro, mas com amor. Rosaura diz que era isso que sua irmã dizia. Maria diz que Rosaura devia ter ouvido a irmã dela. Só que ela se perdeu na sua ambição. Maria vai embora e Rosaura pede para que ela não a deixe sozinha, pois vai ficar louca.

Bruno diz a Cíntia que o que vão fazer é muito perigoso, mas ela diz que sabe por onde entrar na fazenda sem que os vejam. Mais tarde, Ana Paula procura Gustavo para dizer que já tomou uma decisão. Gustavo se empolga e segura nas mãos de Ana. Ana Paula agradece Gustavo por todo amor que sente por ela, mas pede que não alimente esperanças, pois apesar de tudo que aconteceu continua amando Rogério, pois ele é o amor de sua vida. Gustavo solta as mãos de Ana. Ele fica muito triste e diz que isso não é justo porque os separaram e ele ainda a ama. Ana assegura que lhe dói muito, Gustavo lhe pede que seja feliz e avisa que irá embora para longe.

Depois, Gustavo vai a fazenda e diz que está ali para cumprir a sua palavra. Rogério diz que não entende e Gustavo quer saber se ele não falou com a Ana. Rogério diz que não. Gustavo diz a Rogério que Ana já tomou sua decisão e ele vai cumprir a promessa de se afastar para sempre para que possam ser felizes. Rogério diz que não falou com a Ana e garante que se tivesse sido diferente, também, faria o mesmo. Gustavo fala que já conversou com Estevão e ele deve transferi-lo para um lugar mais distante que puder. Gustavo diz que vai embora, mas vai levar Maria, pois é sua filha e é a única maneira para haver paz entre os dois. Rogério diz que entende e se Maria precisar de alguma coisa…. Gustavo diz que ela vai ficar bem.

Cíntia e Bruno conseguem entrar no escritório de Rogério, procuram as certidões de propriedade, ela pede que ele pegue o dinheiro do cofre que está no quarto de Rogério, enquanto isso ela colocará fogo na fazenda, pois se não pode desfrutá-la, ninguém poderá. Quando o advogado consegue os documentos, ele sai do escritório e deixa Cíntia presa; ela acende o fogo e só depois percebe que ficou presa. Antes de partir Gustavo pede a Rogério que cuide muito de Ana Paula por que ela é o amor da sua vida. Rogério diz a ele que se não tivessem se apaixonado pela mesma mulher seriam grandes amigos. Rogério diz que quando soube que Cíntia se uniu ao Bruno e a Vanessa, pensou que perderia todo o dinheiro. Então, ele tomou todas as medidas necessárias para que sua sobrinha ficasse protegida financeiramente. Gustavo diz que não vai deixar que falte nada para sua filha. Rogério diz que vai ser assim, pois confia em Gustavo. Mas, de qualquer forma esse dinheiro que era da Cíntia agora é da filha dele. Rogério quer que Gustavo fique com todos os documentos necessários e o chama para busca-los.

Bruno rouba o dinheiro, mas é surpreendido por Gustavo e Rogério. Bruno os ameaça com um revólver. Chega Ana Paula, Gustavo tenta tirar a arma de Bruno e é atingido. Enquanto isso, Marquinho avisa Maria do incêndio no escritório e diz que Cíntia está no meio do fogo. Gustavo fica gravemente ferido, Rogério consegue pegar a arma e aponta para Bruno para que ele não fuja, Gustavo pede a Ana Paula que cuide de sua filha e lhe prometa que vai ser feliz, repete que a ama e morre em seus braços. Bruno é detido por Simão e Marcelo. Ana grita ao dizer que Bruno é um assassino e que Gustavo não merecia. Rogério, com arma em punho, manda Bruno se ajoelhar e Ana grita para que Rogério não faça nada. Marquinho, muito assustado, diz a Rogério que o escritório dele está pegando fogo. Bruno diz que isso é uma “surpresinha” para ele. Rogério lhe dá soco com o revolver. Hugo tira Cíntia inconsciente, ela fica desfigurada pelas queimaduras.

No dia seguinte, na fazenda, Ana diz a Rogério que sente muito por Cíntia. Rogério diz que foi ela quem provocou tudo e Ana completa dizendo que foi ela e o Bruno. Rogério concorda. Rogério diz que lamenta a morte do Gustavo e diz que soube que ele deixou a filha com ela. Ana Paula diz a Rogério que quer adotar Maria, mas ao seu lado, este lhe agradece pelo amor, pelo coração tão grande que conseguiu perdoar o erro que cometeu. Ana diz que o perdoou, assim, como Miguel o perdoou antes de morrer. Rogério diz que Gustavo pediu que cuidasse do amor da vida dele. Ana diz a Rogério que não foi só ele que errou, mas ela, também, cometeu muitos erros. Rogério diz que o amor deles é mais forte. Ele fala que apesar de tudo não pode viver sem ela. Ana diz que o ama, que nunca tinha sentido um amor tão grande e que não pode viver sem ele. Rogério pede para que eles comecem de novo, que deixem para trás a dor, que vivam sem mentiras, sem enganos e sabendo o quanto se amam. Eles se beijam.

Na clínica, enlouquecida, amarrada, Cíntia grita que não é justo. Maria pede para que ela se acalme. Mas, Cíntia diz que preferia ter morrido ao invés de sofrer daquele jeito. Maria diz que tudo isso aconteceu porque ela procurou e que é a única responsável pelo o que está acontecendo. Cíntia diz que não, que a única responsável é Maria por tê-la colocado no mundo. Maria diz que não é ela, que só fez isso, apesar de ter sido abusada pelo pai dela, depois de tê-la tirado dos seus braços, de sofrer muito por te ficado na fazenda porque ele sentia que podia dispor de todos como se fossem seus objetos, ficou na fazenda para poder ficar ao lado dela. Maria a manda parar de censurá-la e deixa claro, que não se sente mal, mesmo doendo na alma o que aconteceu, tem que entender que Cíntia merece. Cíntia se surpreende com a atitude de Maria. Esta dá adeus a Cíntia e diz esperar que algum dia Deus a ajude raciocinar e que, assim, veja as coisas como são.

Na fazenda, Ana Paula e Rogério informam a Marquinho que serão uma família feliz ao lado de Maria, pois agora ela será como uma irmã para ele. Nesse momento chega Vanessa para pedir perdão. Ela pede a Ana Paula que lhe dê a oportunidade de poder tratá-la como irmã. Ana e Vanessa se abraçam. Cíntia entra no banheiro e fica histérica ao ver grande parte de seu corpo queimado, prefere morrer a viver assim. Ana Paula visita Rosaura na cadeia, lhe informa que é feliz ao lado de Rogério e que já a perdoou porque não quer viver com ódio nem rancor, ela diz que agora valoriza muito sua vida. Ana diz que ainda falta muito para ela sair daquele lugar. Rosaura diz que não vai sair dali com vida, ainda mais, com a louca da Cíntia que toda hora a agride. Rosaura conta que Cíntia vive mais na solitária do que ali, um dia vão acabar com ela. Fala que Cíntia está sofrendo e reclamando todo dia, enquanto ela está resignada e, agora, com o perdão de Ana vai lhe permitir morrer em paz. Ana diz que quando Rosaura sair dali, ela e Rogério vão estar a sua espera. Rosaura diz que duvida muito que voltaram a se ver. Rosaura diz que sempre falou que Ana Paula era muito boba, mas não, ela é uma mulher muito inteligente e muito boa. Rosaura diz que ama e que é de verdade. Elas se abraçam.

Na fazenda, Maria acorda Ana, pois chegou o grande dia. Ana nota que não tem mais grades na janela e Maria diz que o amor é livre. Neste momento, Vanessa chega e diz que está ali para ajudar arrumar a noiva e, também, para lhe entregar uns documentos. Elas se assustam. Na cadeia, Bruno é assediado sexualmente por um preso, que lhe oferece segurança em troca de “favores”. Maria quer saber o que tem na pasta e Vanessa pede para Maria não desconfiar mais dela, pois já se desculpou com ela. Vanessa diz a Ana Paula que depois de seu casamento vai fazer uma longa viagem. Ela entrega a Ana Paula sua metade na herança, pois é o que seu pai queria, ambas se abraçam, mas são interrompidas por Dany. Rogério pede a Maria que o entregue no altar como sua mãe, pois assim a considera, enquanto que Vanessa e Dany são as madrinhas de honra de Ana Paula. Numa cerimônia emotiva, Ana Paula e Rogério se casam diante dos olhos de Deus, em frente a todos os convidados eles juram amor eterno. Fim.

Fonte: “A Que Não Podia Amar”, novela do SBT – resumo dos próximos capítulos e site Amo Novelas