Novela “Topíssima”: Sophia (Camila Rodrigues) rompe com Lima (Guilherme Winter) e Angélica (Pérola Faria) propõe que elas tomarem um vinho para relaxar. Sophia começa a lembrar que Lima a drogou no dia da morte de Lara (Cristiana Oliveira): “Foi ele, Angélica… Foi o Lima que me drogou naquela noite!”. Angélica disfarça: “Que bobagem é essa que você tá falando, amiga? … Sophia, ele jamais faria uma coisa dessas com você. Ele te ama! E a gente conhece o Lima!”.

Publicidade

A Topíssima deduz: “Ou a gente acha que conhece? … Finalmente lembrei, Angélica! Aquela noite tinha se apagado da minha memória, mas agora estou começando a me lembrar. Nós bebemos vinho e isso é um fato! … Liga pro Lima, vai! Pede pra ele voltar aqui!… Agora! Por favor, faz o que estou pedindo, Angélica!”.

Enquanto isso, Lima resolve se entregar e chega na porta da delegacia. Angélica liga para o amigo e Sophia ouve pelo viva voz. Ele atende e se recusa a voltar para o hotel: “Tô fora! Vou falar a verdade, sim! Mas pro delegado! … Olha, já tô aqui na porta da delegacia. Vou dar a real pra polícia. E você vai ter que fazer o mesmo. Vamos contar o que o Paulo Roberto mandou a gente fazer com a Sophia”. Angélica disfarça: “Que esquema, Lima? Você tá me falando essas coisas, mas não sei de nada disso, não”. Lima avisa: “Se não quer falar por bem, vai ter que falar por mal. Tô indo confessar tudo agora. E já já a polícia vai te procurar, pode esperar”.

Sophia conclui: “Não, Angélica! Eu é que fui muito idiota por ter acreditado em você esse tempo todo! Bem que a Tina e a Andrea tentaram me avisar. Mas agora não tenho mais um pingo de dúvida! Fingida! Criminosa! Comparsa do Paulo Roberto! Você ajudou ele a matar minha mãe!”. Angélica foge e Lima depõe para Graça (Rayanne Morais): “Vim aqui dizer que fui eu quem drogou a Sophia na noite da morte da mãe dela. Fiz isso a mando do doutor Paulo Roberto”.

Novela “Topíssima”: Na Zona Sul do Rio de Janeiro mora Sophia (Camila Rodrigues), uma moça independente e feminista, que transformou a produtora de moda Topíssima em referência nacional. Ela é filha de Lara (Cristiana Oliveira), uma mulher fútil que vive em razão da vaidade e do dinheiro, e de Carlos (Maurício Mattar), um professor que na juventude trocou seu grande amor, a humilde Mariinha (Sílvia Pfeifer), pela chance de acensão social com a atual esposa.

A vida de Sophia vira de cabeça para baixo quando sua mãe propõe que ela assuma a presidência do Grupo Alencar de Educação, contrariando o desejo de seu tio, Paulo Roberto (Floriano Peixoto), que almejava o cargo. Ele é um homem inescrupuloso, que mantém a falsa imagem de empresário integro, mas trai a mulher Beatriz (Cássia Linhares) com a ambiciosa Yasmin (Juliana Didone) e é sócio na produção de drogas com Taylor (Emílio Orciollo Netto), um americano que mora no Brasil há mais de 20 anos e comanda o esquema ilegal no Vidigal. Lara, no entanto, coloca como condição que a filha se case dentro de ano – uma vez que não aguenta seu jeito de devoradora de homens – fazendo com que diversos alpinistas sociais a cerquem.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here