Novela “Orgulho e Paixão”: Sujas, famintas e miseráveis. Susana (Alessandra Negrini) e Petúlia (Grace Gianoukas) chegaram ao fundo do poço e estão pedindo esmolas pelas ruas. Quando a vilã avista Olegário (Joaquim Lopes) e Charlotte (Isabella Santoni), ela deixa o orgulho de lado e implora pela ajuda do ex. Ele até se assusta quando ela pula na sua frente: “Que isso? Genésia? Sua louca! Demônia!” Teatral como só ela consegue ser, Susana pede misericórdia: “Não sou Genésia, nem Susana. Não tenho mais nome, dignidade, eira nem beira. Misericórdia, Olegário! Seu bom coração precisa nos ajudar.” Petúlia apela a Charlotte: “A menina Charlotte também. Salvar duas pobres almas não há de impactar em sua fortuna.” Mas o casal não esquece tudo o que as duas aprontaram e as humilha: “Xô, aves de rapina, ratas de esgoto, sapas do brejo!”, diz Olegário. Charlotte completa: “Mas sabe que vendo vocês aí, sinto um alento? A certeza de que aqui se faz, aqui se paga! ”

Novela “Orgulho e Paixão”: resumo dos próximos capítulos

No fictício Vale do Café, interior de São Paulo, nossos personagens vivem seus conflitos sociais e de conduta, que sempre se contrapõem aos desejos pessoais de cada um. Elisabeta (Nathalia Dill) é uma mulher à frente do seu tempo, com pensamentos igualitários e interesses atípicos para uma jovem do início do século XX. Ela deseja trabalhar, conhecer o mundo e é incentivada a realizar seus sonhos pelo pai, Felisberto (Tato Gabus Mendes), que vive às turras com a mulher, Ofélia (Vera Holtz), por pensarem diferente sobre a criação das filhas. Ao todo, o casal teve cinco mulheres, e cada uma com uma personalidade diferente.

A personagem de Nathalia Dill entrará em conflito quando se apaixonar por Darcy (Thiago Lacerda), um homem de caráter e muito sisudo. O amor não é à primeira vista, já que os dois não se entendem assim que se conhecem. O sentimento de repulsa dará lugar a uma grande paixão, que será negada pelo casal o máximo possível.

Fonte: “Orgulho e Paixão”, novela da Rede Globo