Novela “O Sétimo Guardião”: Depois de ser expulsa da pousada, Mirtes (Elizabeth Savala) procura um lugar para dormir pelas ruas de Serro Azul. Na novela O Sétimo Guardião, a beata chega a passar uma noite na igreja, mas no dia seguinte ela vai embora e procura outro local seguro.

Mirtes caminha pela mata até encontrar a cabana onde Milu (Zezé Polessa) foi encontrada morta. A religiosa arranca a faixa de interdição colocada pela polícia e decide entrar. “Foi aqui que a bruxa esotérica morreu. Morreu, não. Foi morta! A feiticeira a essa hora deve estar queimando no fogo do inferno, ou bancando a alma penada por aí. Mas como eu não tenho medo de fantasmas…”, diz para si mesma.

Durante o sono de Mirtes, algo abre a porta da cabana e invade o local. De repente, ouve-se a voz de Milu: “Sou eu… Acorda, sua encrenqueira!” A beata abre os olhos e leva um susto ao dar de cara com a sua falecida inimiga, parada, bem diante do seu nariz: “Não era pra você estar morta, desgraça?” “E estou!”, afirma Milu. A religiosa pega um crucifixo e começa a rezar para Milu ir embora. A guardiã promete deixar Mirtes em paz, mas só depois de dar um importante aviso: “Vim te dizer só uma coisa: sua hora chegou!”

Mirtes se desespera e acredita que vai morrer na cabana abandonada. Milu diz que não é nada disso e explica que chegou a hora de Mirtes evoluir: “Mirtes Aranha, a partir de agora você irá assumir meu posto de esotérica na Cristalina. Está escrito nas estrelas: é você quem vai continuar meu trabalho lá na minha loja!”

Novela “O Sétimo Guardião”: resumo dos próximos capítulos

Sinopse “O Sétimo Guardião”: À primeira vista, Serro Azul pode parecer apenas mais uma típica cidade do interior, pacata e cercada por montanhas, onde avanços tecnológicos como internet e telefonia celular ainda não chegaram. Um lugar pelo qual quem passa não dá muita atenção, sem saber o que está perdendo, afinal, uma cidade que é vizinha de Greenville e Tubiancanga não poderia deixar de ter suas peculiaridades.

A principal delas é uma fonte com propriedades curativas e rejuvenescedoras, que é a parte mais externa de um gigantesco aquífero, uma enorme reserva daquilo que a cada dia se torna o bem mais precioso da Terra: a água. Essa fonte é protegida por sete guardiães que têm como missão garantir que essa riqueza não chegue às mãos erradas.