Novela “O Sétimo Guardião”: Judith (Isabela Garcia) descobre que Feijão (Cauê Campos) tem o sinal de guardião-mor e guarda segredo. O garoto ouve de Gabriel (Bruno Gagliasso) sobre o significado da marca e também guarda segredo. Logo depois, Feijão descobre uma gruta com tesouros, mostra para a nova guardiã, Luz (Marina Ruy Barbosa), e ela entrega urnas, cerâmicas e pinturas rupestres para as autoridades.

Gabriel fica furioso, resolve expulsar Feijão da irmandade e Judith revela o segredo da marca: “Arnaldo não pode se afastar daqui por uma razão muito simples. Quando você morrer é ele quem vai assumir o posto de guardião-mor da irmandade … Por causa do sinal que ele tem nas costas igual ao que você tem: a pata do gato … O que prejudica mesmo é o fato de você ter errado várias vezes! Vi muito isso e fiquei calada no meu canto, mas agora… Você não pode mais cometer nenhum erro…Depois de tantos anos ajudando a manter tudo no lugar, ouvindo seu Egídio [Antonio Calloni]… Eu sei porque as coisas agora desandaram. Tudo está em perigo porque você insistiu em tomar decisões sozinho, em jogar com sua mãe e o Olavo [Tony Ramos] um jogo perigoso… Quando a irmandade está acima disso tudo”. Cena prevista para dia 15 na novela “O Sétimo Guardião”.

Novela “O Sétimo Guardião”: resumo dos próximos capítulos

Sinopse “O Sétimo Guardião”: À primeira vista, Serro Azul pode parecer apenas mais uma típica cidade do interior, pacata e cercada por montanhas, onde avanços tecnológicos como internet e telefonia celular ainda não chegaram. Um lugar pelo qual quem passa não dá muita atenção, sem saber o que está perdendo, afinal, uma cidade que é vizinha de Greenville e Tubiancanga não poderia deixar de ter suas peculiaridades.

A principal delas é uma fonte com propriedades curativas e rejuvenescedoras, que é a parte mais externa de um gigantesco aquífero, uma enorme reserva daquilo que a cada dia se torna o bem mais precioso da Terra: a água. Essa fonte é protegida por sete guardiães que têm como missão garantir que essa riqueza não chegue às mãos erradas.