Novela “Malhação” Toda Forma de Amar: Leila (Jade Cardozo) até tenta salvar Filipe (Pedro Novaes) das garras dos bandidos contratados por Rui (Romulo Arantes Neto), mas sua ação acaba tendo o efeito contrário, em Malhação – Toda Forma de Amar. No capítulo desta quarta-feira, 22/01, o filho de Lígia recebe uma ligação da ex dizendo que foi assaltada e precisa de ajuda, mas na verdade tudo não passa de uma armadilha para capturá-lo.

Publicidade

“Eu fui assaltada! Levaram tudo meu, tô sem dinheiro, sem documento, sem nada…Por favor, vem me buscar!”, pede Leila, pelo celular. Quando Filipe chega ao local, Leila vai ao seu encontro e, desesperada, começa a se desculpar. Ele tenta acalmá-la, diz que o importante é que estão fora de perigo, mas a moça insiste: “Desculpa… Você vai me odiar pra sempre, nunca vai me perdoar”. “Por que você tá falando isso? Você tá nervosa, calma. Vambora, vamos sair logo daqui”, ele pede, mas nessa hora os bandidos aparecem. “Acabou pra você, playboy. Fim da linha, já era. Perdeu”, anuncia um dos capangas.

Filipe aplica golpes de judô em Matoso e Ramiro, mas é imobilizado. Leila consegue fugir e pede ajuda à polícia. Logo depois, Leila avisa a Lígia que Filipe está no hospital.

Resumo “Malhação” Toda Forma de Amar: próximos capítulos da novela

Novela “Malhação”: A história se inicia em 2017, quando Rita (Alanis Guillen), de apenas quinze anos, teve sua filha recém-nascida dada para adoção por seu pai por falta de condições financeira para cria-la. Dois anos se passam e, após a morte do pai, a jovem descobre que sua filha está viva e foi adotada por um casal do Rio de Janeiro, Lígia (Paloma Duarte) e Joaquim (Joaquim Lopes), entrando na justiça para conseguir a guarda da criança e criando um embate entre a mãe biológica e a adotiva.

Rita vai morar com sua madrinha, Carla (Mariana Santos), mãe de Raíssa (Dora de Assis) e Thiago (Danilo Maia), porém os três adolescentes são testemunhas de um crime junto com Jaque (Gabz), Anjinha (Caroline Dallarosa) e Guga (Pedro Alves), quando um grupo armado sequestra um homem na van em que estavam. Eles criam um grupo no WhatsApp intitulado “Deu Ruim” para discutir se devem contar à polícia, criando um laço de proteção e amizade.

Publicidade