Novela “Deus Salve o Rei”: Afonso (Romulo Estrela) lutou pelo reino de Artena na guerra contra Montemor e o preço por esse ato de bravura foi bem alto: pena de morte! Rodolfo (Johnny Massaro), mesmo como rei, não pode intervir pela vida do irmão. O ex-príncipe, agora plebleu, é levado pra julgamento em praça pública! O povo, enfurecido, pede o enforcamento de Afonso! Amália (Marina Ruy Barbosa) não se dá por vencida e decide intervir pela vida de seu grande amor. A ruiva faz um discurso defendendo-o: “Afonso não lutou contra Montemor por lealdade à Artena. Mas sim por seu compromisso com a paz. Seu único interesse era manter o acordo que garantiu a água a Montemor durante tantos anos! Não foi ele quem começou essa guerra! E antes que o exército de Montemor marchasse sobre Artena, o rei Augusto (Marco Nanini) já havia aceitado retomar o acordo e normalizar o abastecimento.” O rei, então, pede ao povo que vote pela libertação de Afonso. Aliviado ao ver o resultado, ele discursa: “As mãos levantadas do povo são as mãos de Deus! A partir de agora, meu irmão, Afonso de Monferrato, é um homem livre!”

Fonte Rede Globo – nos próximos capítulos da novela “Deus Salve o Rei”, Amália intervém no julgamento de Afonso em favor do amado. Rodolfo orienta Petrônio e Orlando a conseguirem um homem capaz de levar Lucrécia a cometer adultério, para que possa se separar da esposa. Betânia pede a Brumela para contratar Ulisses como assistente de cozinha. Orlando disfarça quando Lucrécia confessa que sente falta da amizade do conselheiro. Amália percebe a frieza de Levi. Rodolfo nomeia Ícarus como guarda-costas de Lucrécia. Matilda descobre que Hélvio era casado e tinha cinco filhos. Afonso desconfia de Virgílio ao ver que o comerciante conseguiu abrir nova loja de tecidos. Heráclito compra na loja de Virgílio e manda colocar na conta do castelo. Lucrécia flagra Catarina e Rodolfo no jardim do castelo.

Petrônio inventa para Lucrécia que foi ele quem deixou Catarina sair do quarto. Lucíola e Catarina percebem que estão sendo vigiadas por Latrine. Orlando diz a Petrônio que Lucrécia é fiel e não trairá o rei. Lucrécia consente que Latrine se aproxime de Lucíola para conseguir informações de Catarina. Catarina dá dinheiro para Emídio em troca de um favor. Betânia fica chateada com Brumela por ela relutar em dar uma chance para Ulisses na cozinha. Emídio se apresenta a Afonso e Amália como irmão de Samara, e avisa que levará Levi.

Levi fica aflito com a presença de Emídio e revela a Amália que Samara não gostava do tio. Romero ameaça expulsar Ulisses de casa se o filho insistir em trabalhar na cozinha do castelo. Rodolfo entra no quarto de Catarina disfarçado. Catarina reclama com Rodolfo por não ter conseguido se livrar de Lucrécia. Naná se irrita com a insegurança de Glória. Amália não gosta de ter que entregar Levi a Emídio. Brumela fica surpresa ao saborear a comida feita por Ulisses. Lucrécia pede a Osiel que faça um retrato ousado para presentear Rodolfo. Lucíola avisa a Catarina que Emídio levará Levi para longe de Montemor. Emídio vai buscar Levi, quando Diana constata que o menino fugiu.

Afonso, Amália e família procuram por Levi sem sucesso. Osiel é forçado por Lucrécia a pintá-la. Catarina avisa a Rodolfo que, enquanto ele não se separar de Lucrécia, não acontecerá mais nada entre eles. Brumela aceita contratar Ulisses como assistente de cozinha. Catarina manda Lucíola ameaçar Emídio, caso ele não cumpra o acordo. Romero não gosta de saber que Ulisses trabalhará na cozinha do castelo. Emídio encontra Levi escondido em uma carroça. Amália e Afonso avisam a Emídio que Levi não irá com ele. Rodolfo flagra Lucrécia abraçada a Orlando.

Rodolfo anuncia a Lucrécia que o casamento deles acabou. Lucíola avisa a Catarina que Afonso impediu que Emídio levasse Levi. Rodolfo agradece Orlando por ter provocado o adultério de Lucrécia, deixando Petrônio inconformado. Catarina comemora ao saber que Lucrécia foi pega com um amante. Rodolfo é informado de que o cúmplice do adultério é sentenciado por lei. Rodolfo resolve destituir o Patriarca da Fé. Afonso consegue emprego na ferraria de Emanuel. Osiel jura a Glória que não tem nada com Lucrécia. Emídio sequestra Levi e Afonso persegue o vilão.

Amália e Afonso vão atrás de Emídio. Latrine diz a Brumela que Lucrécia está sendo acusada de forma leviana. Naná e Betânia acreditam que Rodolfo esteja interessado em outra mulher. Levi consegue fugir da carroça e Emídio sai em busca do sobrinho com dois comparsas. Orlando explica a Lucrécia o plano de Rodolfo, e a rainha conclui que o marido foi manipulado por Catarina. Lucrécia confronta Catarina. Romero se oferece para treinar luta com Saulo. Todos se surpreendem quando Rodolfo anuncia Orlando como o novo Patriarca da Fé. Afonso luta com Emídio e ambos ficam em perigo.

Durante sua luta com Afonso, Emídio acaba caindo. Amália encontra um broche que estava com Emídio e desconfia de que a joia foi dada por Catarina. Lucíola avisa a Catarina que Emídio morreu e Afonso conseguiu resgatar Levi. Orlando exerce sua função como patriarca da fé, destituindo Lucrécia do título de rainha de Montemor. Amália se oferece para cuidar da barraca de Tarcísia. Lucrécia diz a Rodolfo que entrará para um convento. Rodolfo anuncia que se casará com Catarina.

Catarina diz a Lucíola que precisa convencer o povo de que será uma grande rainha para Montemor. Catarina é vaiada pelo povo durante passeio com Rodolfo. Lupércio receita ervas para Martinho. Glória não gosta do resultado de sua imagem pintada no quadro feito por Osiel. Amália se preocupa ao deduzir que Afonso está treinando Levi para ser um sucessor. Catarina avisa a Rodolfo que precisa ser vista por todos como uma mulher piedosa, para que o povo de Montemor esteja a seus pés.

Rodolfo fica perplexo ao perceber que sua estátua foi pichada. Virgílio aceita a proposta de Catarina para ser informante da princesa. Romero admite Tiago na academia e Selena o acolhe. Amália sente ciúmes quando Afonso destaca as qualidades de Catarina. Virgílio conta a Catarina que muita gente em Montemor ainda ama Afonso. Cássio observa Catarina distribuir moedas de ouro para os mais necessitados de Montemor. Selena se assusta quando Brice aparece em sua frente e lhe diz que ela está pronta.

Brice entrega o colar com o pentagrama que a mãe de Selena lhe deu antes de morrer. Amália avisa que Catarina nunca será reconhecida como rainha. Selena conta a Ulisses que é uma feiticeira, como sua mãe. Virgílio comenta com Catarina que muitos já começam a enxergá-la como uma mulher bondosa. Martinho diz a Lupércio que resolveu provocar ciúmes em Constância para reavivar seu casamento. Catarina oferece trabalho no castelo a Diana. Glória vê o quadro de Lucrécia no ateliê de Osiel. Amália sugere a Afonso que os dois deixem Montemor.

Virgílio alerta Catarina para a fidelidade que Cássio tem a Afonso. Emanuel manda Afonso refazer uma espada de acordo com o pedido de Virgílio. Ulisses pede a Betânia que não se envolva em seu trabalho na cozinha. Afonso aconselha Diana a ter cuidado com Catarina. Catarina manipula Rodolfo, fazendo ele suspeitar que Cássio possa estar influenciando o povo contra ele. Cássio se sente ofendido com as acusações de Rodolfo e entrega o cargo de conselheiro e comandante do exército. Afonso afirma a Amália que não deixará Montemor.

Cássio comenta com Brumela que Rodolfo só respeita Catarina. Brice se preocupa quando Selena afirma que não mudará sua vida. Diana conta a Catarina que Amália quer deixar Montemor. Afonso se alarma com a notícia de que Cássio deixou a corte. Glória decide seguir o plano de emagrecimento recomendado pela feiticeira. Rodolfo vê Brice em Montemor e manda atirá-la na fogueira. Naná fica espantada ao ver Glória magra. Selena ajuda Brice a fugir da fogueira. Amália se enfurece ao ver Levi com Catarina.