Novela “Cordel Encantado”: Após ver Felipe (Jayme Matarazzo) beijando Açucena (Bianca Bin), Jesuíno (Cauã Reymond) sai furioso pelas ruas de Brogodó. Desesperada, a jovem vai atrás de seu noivo. O sertanejo ficou irritado com a cena e ainda com a atitude de sua amada ao proteger Príncipe Felipe no momento em que eles brigavam.

Açucena pede que ele a deixe explicar o que aconteceu, mas Jesuíno não entende e, chorando, responde: “Que besta que eu sou! Vê lá se a princesa de Seráfia vai trocar um palácio e um príncipe por um casinha de vila e um pé rapado que nem eu!”.

A jovem tenta explicar que não teve culpa do beijo: “Eu não sou princesa e nem beijei príncipe nenhum! Foi Felipe! Ele me beijou! Igualzinho aconteceu com você e Dora. Ao menos foi isso que tu me contou. Ou não foi assim entre você?”.

Eles continuam discutindo até que Jesuíno finaliza: “Eu posso não ser príncipe, mas você também não é mais a minha Açucena! Tá tudo acabado entre nós dois”.

O rapaz se desvencilha dela e sai correndo. Desesperada, Açucena grita o nome dele e fica chorando no meio da rua.

Novela “Cordel Encantado”: resumo dos próximos capítulos

Sinopse “Cordel Encantado”: Augusto e sua rainha vivem uma vida harmoniosa e feliz, sem imaginar que estão cercados por dois vilões: Úrsula (Débora Bloch), cunhada do rei, e Nicolau (Luiz Fernando Guimarães), o atrapalhado mordomo da corte. A bela, elegante e sofisticada duquesa é a pessoa mais perigosa e falsa de todo o reino. Ajudada por Nicolau, seu amante, Úrsula deseja se tornar rainha. E a viagem a Brogodó é a chance que a duquesa sempre quis para se livrar de Cristina e da princesa.

A sede de poder da dupla de vilões é crescente: no Brasil, para onde se muda com a corte europeia, o casal continua a planejar e executar planos para conseguir o que quer. No decorrer da novela, revela-se que Lady Cecília (Sofia Terra), que Úrsula criava como sobrinha, é filha da vilã com o general Baldini (Emílio de Mello), militar do exército de Seráfia do Norte.

Fonte Rede Globo “Cordel Encantado”