Novela “Bom Sucesso”: Diogo (Armando Babaioff) compra os direitos do livro de Eric (Jonas Bloch) e volta a frequentar a editora dos Prado Monteiro. O vilão percebe que Nana tem sentido tontura ao subir as escadas da editora e retira um parafuso do corrimão. Nana sobe as escadas, o corrimão se solta e ela cai. A empresária é levada ao hospital com risco de perder o bebê. Mario (Lucio Mauro Filho) acompanha Nana e ela se desespera: “Por favor! Me ajudem! Eu não quero perder o meu bebê!”.

Publicidade

Logo depois, o médico diz para Mario que Nana está bem, mas que o bebê não resistiu. Mario encontra Nana arrasada e ela diz: “No início, eu não queria ter esse filho. Sabe? E agora que é tão importante pra mim, eu perco… Eu já estava me acostumando. A minha vida ficou mais vazia agora. O que vai ser de mim, Mario? O que vai ser da gente?”.

Mário a tranquiliza: “A gente vai sobreviver, ué. Vai ser forte. Vai se ajudar, segurando a barra um do outro. A gente vai sofrer muito, mas depois vai voltar a ser feliz. Eu juro. Porque a gente se ama e vai se cuidar”. Alberto fica muito abalado e desconfia de Diogo: “Se aquele canalha, assassino, teve alguma coisa a ver com isso, eu juro que mato aquele verme, nem que depois eu morra na cadeia!”. Cena prevista para dia 10 de janeiro na novela “Bom Sucesso”.

“Bom Sucesso”: resumo dos próximos capítulos da novela

“Bom Sucesso”: a novela trata do valor de cada minuto da vida e traz a mensagem de perseverança, fé e garra. Escrita por Rosane Svartman e Paulo Halm e com direção artística de Luiz Henrique Rios, a sucessora de Verão 90 apresenta a história de Paloma (Grazi Massafera), uma mulher determinada, sonhadora e com uma fé inabalável.

Costureira, ela trabalha e cria três filhos sozinha. Mora no bairro de Bonsucesso, no subúrbio do Rio de Janeiro, e ama frequentar a quadra da escola de samba da região, a Unidos de Bom Sucesso. Apesar da dura rotina, Paloma consegue manter uma grande paixão: a leitura. E, ao mergulhar no universo dos livros, se transporta para os mundos fantásticos que as histórias proporcionam.