José do Egito: resumo dos próximos capítulos da novela

José do Egito: a Rede Record divulgou no resumo dos próximos capítulos da novela José do Egito que Ruben e Naamá se despedem. No capítulo 029, terça-feira, 26 de agosto – Jacó grita e chama atenção dos filhos de Lia. Todos choram, muito sofridos. O corpo de Lia é sepultado. A seca piora cada vez mais. José negocia os grãos acumulados com pessoas de diversas etnias. Hapu diz a Sati que sabe de suas visitas noturnas ao templo Seth. Furiosa, ela afirma que sempre vai ao local para rezar. Hapu fica desconfiado. Gibar diz a Jacó que o Egito é o único lugar que possui abundância de alimento. À noite, todos se reúnem. Jacó pede que os filhos se dirijam ao Egito em busca de alimentos. Os filhos de Jacó se preparam para a viagem, que é perigosa. Benjamin é o único que ficará no acampamento. Ruben e Naamá se despedem. Bila entra na tenda e Ruben mal consegue disfarçar seus sentimentos. Potifar troca as joias de Sati por alimentos sem que ela saiba. Sati explode em fúria ao descobrir. Dissimulada, ela finge que está passando muito mal e pede que Pentephres seja chamado. Hapu desconfia, mas é obrigado a obedecer. Potifar e Apópi ficam impressionados com a habilidade de José. Ele troca os alimentos por bens valiosos, aumentando ainda mais a riqueza de sua terra. Jacó faz uma oração e pede a proteção de seus filhos. Aqueles que viajarão se despedem de suas esposas, mães e entes queridos. Os dez filhos de Jacó partem rumo ao Egito. Hapu conduz Pentephres até o quarto de sua senhora. Sati fica sozinha com o sumo sacerdote e o agarra. Durante a viagem, Simeon deixa cair um colar que pertenceu a José. Ruben e Judá reconhecem a peça e perguntam se o irmão se sente culpado. Simeon disfarça e se afasta um pouco do grupo.

José do Egito Record : resumo dos próximos capítulos

No capítulo 030, quarta-feira, 27 de agosto – Sati fica envaidecida com os elogios de Pentephres. Ele vai embora, prometendo retornar. Uma gigantesca tempestade de areia castiga os filhos de Jacó. Zilpa ainda chantageia Bila e tenta pegar seu pão. As duas começam uma discussão. Jacó chega a tenda e Bila resolve contar que Zilpa queria seu pão. Jacó dá a entender que sabe da traição de sua concubina, mas ainda assim, promete prejudicar Zilpa caso algo aconteça com Bila. Ela tenta se fazer de desentendida, mas Jacó é incisivo e proíbe que o assunto seja abordado no acampamento novamente. Ele se vai, enfurecido, enquanto Bila diz a Zilpa que não será mais chantageada. A tempestade de areia passa. Potifar fica preocupado com a suposta doença de Sati. Ela é cínica e demonstra fragilidade. Azenate afirma que José deveria tentar encontrar sua família. Durante a noite, os irmãos fazem uma fogueira. Eles encontram Hira, o amigo de Judá, retornando do Egito com alimentos. Ele diz a todos que as negociações devem ser feitas com o governador, que é um homem bastante sensato. No dia seguinte, os irmãos chegam ao Egito e ficam impressionados com sua grandiosidade. Eles chegam à fila e avistam José, vestido e maquiado como um nobre egípcio, mas não o reconhecem. José olha para a fila e gela ao ver quem o chamou. É Simeon. Ele estremece e se apoia em Mitri. José se restabelece do susto, toma coragem e dá um passo à frente. Todos os irmãos estão abaixo da plataforma. Eles olham para cima e o veem, imponente, poderoso. Um a um, eles se prostram com o rosto em terra diante da autoridade de José. Ele é firme e exige que todos se levantem. José é áspero e pergunta de onde os irmãos vêm. Depois que eles explicam e afirmam que precisam de alimentos, José grita que estão mentindo. Mitri estranha o tom áspero do vizir. José afirma que todos são espiões e exige que guardas os prendam. Os irmãos ficam apavorados e tentam se defender. Eles afirmam que todos são filhos do mesmo homem e revelam que um ficou em Canaã. José sustenta o semblante fechado, apesar da forte emoção. Ele afirma que todos precisam provar o que dizem e dá sua sentença. José exige que o irmão mais novo seja trazido para o Egito. Benjamin diz a Jacó que irá até Hebrom em busca de alimentos. Mitri cochicha ao pé do ouvido de José e afirma que os homens parecem falar a verdade. O hebreu é firme e pede que seja chamado de Zafenate-Paneia, seu nome egípcio, na frente dos viajantes. José diz aos irmãos que um deles deve viajar e retornar com o caçula. Mais uma vez, eles tentam se explicar. José chama os guardas e exige que todos sejam presos. Naamá pede a ajuda de Bila para orar por Ruben. Atordoado, José vai para casa e pede que Mitri cuide das trocas. Benjamin e Selá são roubados no mercado.

No capítulo 031, quinta-feira, 28 de agosto – Pentephres consegue entrar na área dos silos junto com Hapu. Seneb entrega pão e água para os irmãos de José, que estão na cadeia. Eles contam que são hebreus, vindos de Canaã, todos filhos do mesmo pai. Como Seneb conhece a história de José, fica desconfiado. José chega em casa. Ele conta para Azenate que seus irmãos estão na cidade. Emocionado, José conta que não foi reconhecido e destaca que mandou prendê-los porque precisa pensar. Hapu e Pentephres estão prestes a adulterar os alimentos, quando Mitri chega e os surpreende. Pentephres e Hapu conseguem se safar com uma mentira e vão embora. Mitri desconfia e pede que a segurança seja reforçada. À noite, o escriba visita José. O hebreu conta que seu mal estar se deu por conta dos viajantes que apareceram. Ele revela que são seus irmãos. Mitri fica chocado. Antes de ir embora, Mitri conta que Pentephres e Hapu estavam nos silos. José afirma que conversará com o Faraó. Ele pede ao escriba que vá até a cadeia para ver seus irmãos. Sati continua fingindo que está doente. Ela não aceita que Potifar traga outro sacerdote para cuidar de sua suposta enfermidade e pede para continuar sob os cuidados de Pentephres. Mitri revela a Seneb que os hebreus realmente são os irmãos de José. Simeon confessa aos irmãos que José está vivo. Pentephres se safa durante o interrogatório com José, Potifar e o Faraó. O comandante afirma que os supostos espiões que estão na cadeia podem ser uma ameaça. Quando Apópi fala sobre a possibilidade de execução, José se descontrola, causando certo estranhamento. O hebreu consegue disfarçar, mas Pentephres já começa a planejar algo. Azenate hesita um pouco, mas acaba falando com Tany sobre os irmãos de José. Depois de contar tudo, ela se arrepende. Pentephres tenta descobrir mais informações sobre os novos prisioneiros. Alguns dias depois, José recebe os irmãos novamente. Ele decide que apenas um ficará no Egito para que os outros possam levar alimentos até sua família. O hebreu destaca novamente que o irmão caçula deve ser trazido. Tany revela a verdade sobre os novos prisioneiros para o Faraó. Furioso, ele exige que Potifar seja chamado rapidamente. Apópi afirma que os hebreus serão executados o mais breve possível. Tany tenta acalmar o marido e destaca que cabe a José decidir o futuro dos prisioneiros. José ouve uma conversa de seus irmãos e se emociona quando todos afirmam que essa é a punição divina por terem pecado. Ele chora copiosamente em um local mais reservado. Pentephres observa tudo, de longe. Como os irmãos não chegam a um consenso, José decide que Simeon ficará preso. O vizir afirma que os restantes devem levar os mantimentos para Canaã, mas caso não retornem com o irmão mais novo, Simeon será morto.

No capítulo 032, sexta-feira, 29 de agosto – Simeon é acorrentado, mas José continua mantendo o semblante severo. Ruben apressa os irmãos, que partem rapidamente. Pentephres vai até a casa de Azenate e afirma que o vizir precisa matar os novos visitantes, que perturbam sua tranquilidade. Ela revela que José não pode matar os próprios irmãos. Pentephres reage surpreso enquanto a jovem se desespera ao perceber que falou demais. Pentephres vai embora, deixando Azenate preocupada. Em uma conversa com o Faraó, José recebe a autorização para decidir o destino de seus irmãos. Durante a viagem, os irmãos decidem parar um pouco para se alimentar. Quando Levi abre um dos sacos, percebe que os siclos que haviam sido usados para troca estão ali. Todos temem que o vizir ache que são ladrões. Eles não sabem que foi o próprio José que solicitou a devolução das peças de bronze e prata. Pentephres diz a Hapu que vai revelar a verdade para Simeon. Seu objetivo é fazer com que o hebreu mate José. Azenate pede conselhos a Tany. A esposa do Faraó liga os fatos e tem certeza de que Pentephres utilizará Simeon de alguma forma. O sacerdote vai até a prisão, mas antes de revelar qualquer coisa, exige que Simeon dê sua palavra de que fará o que será proposto em troca da liberdade. Tany e Azenate chegam no instante em que Pentephres vai revelar o segredo. Ao ver sua filha junto à esposa do faraó, o sumo-sacerdote entende tudo. Tany exige que Pentephres retorne ao palácio. O sumo-sacerdote não tem outra alternativa e obedece. Simeon estranha. No palácio, Tany ameaça Pentephres, que acaba sendo obrigado a engolir seu ódio. Após alguns dias, os irmãos chegam ao acampamento. Jacó percebe que Simeon não os acompanha. José retorna para casa e Azenate conta que por pouco Simeon não descobre a verdade. Ruben e seus irmãos explicam toda a história e destacam a condição que lhes foi imposta para a libertação de Simeon. Jacó fica atordoado. Sati se irrita quando Potifar lhe traz um novo sacerdote e acaba esquecendo sua falsa doença. Ela explode e o comandante estranha a súbita melhora. Depois de dizer que Pentephres não pisará mais em sua casa, Potifar se mostra irredutível. Ainda na prisão, Simeon pega o antigo colar de José e se lembra do passado. José aparece no local, de surpresa.

No capítulo 033, terça-feira, 02 de setembro – Quando interrogado, Simeon se emociona ao falar de José, sem saber que é ele mesmo quem está na sua frente. José também se emociona, mas se controla. Simeon afirma que está praticamente conformado, afinal, tem certeza de que seu pai não o trocaria por Benjamin. Durante um reunião da família, Bila tem um acesso de tosse. O tempo passa e o alimento falta novamente. A tosse de Bila se torna mais severa. A situação no acampamento começa a se tornar crítica. Maldosa, Zilpa se aproxima de Bila, afirma que sua doença pode ser contagiosa e a expulsa do acampamento. Zilpa diz a Naamá que expulsou Bila. A esposa de Ruben se irrita e convence Zilpa a acompanha-la para trazer Bila de volta. A bolsa de Diná se rompe. Mara sai em busca de ajuda e adentra a tenda dos homens. Como as outras mulheres não estão no acampamento, Benjamin pede que Mara faça o parto. Naamá e Zilpa encontram Bila, que ainda tosse muito. As duas conseguem levar Bila de volta. Mara e Tamar fazem o parto de Diná. O nascimento do bebê mexe com a filha de Naamá de forma inesperada. Como muito tempo já se passou, José diz a Azenate que matará Simeon. Mara e Jacó ficam desesperados com a possibilidade de Benjamin viajar para o Egito. Todos se assustam ao ver Bila sendo trazida para o acampamento. Ela aparenta estar muito doente. Ruben tenta ampará-la, mas Jacó o segura pelo braço e não permite. Diná e Gibar ficam encantados com o bebê. Jacó consola Bila, que está muito mal por conta de sua doença. Jacó permite que Benjamin vá para o Egito. Mara fica triste porque acredita que o casamento será adiado mais uma vez. Jacó sugere que os dois se casem antes da viagem. Ele realiza a união do casal no mesmo local em que conversavam. Naamá sai da tenda de Bila e vai em direção a Ruben. Ela o pega pela mão e pede que se despeça de Bila antes que ela morra. Depois de terminar a cerimônia de casamento, Jacó se afasta para deixar o casal selar a união. Mara e Benjamin começam a se despir, mas ela fica receosa, temendo que essa seja a primeira e última vez dos dois. Benjamin consola a esposa e a convence de que retornará da viagem. O casal se beija, apaixonado. Ruben entra na tenda de Bila. A conversa entre os dois é muito emocionada. Após um beijo muito suave, Bila morre nos braços de Ruben. Ele chora, desesperado. Após o funeral de Bila, todos os filhos de Jacó se preparam para a viagem. Já no Egito, José se emociona ao ver os irmãos se aproximando. Ele vê Benjamin e fica tocado.

No capítulo 034, quarta-feira, 03 de setembro – Antes que a fila avance e todos possam vê-lo, José pede que Mitri leve os irmãos até sua casa. Ele sai sem ser visto. Mara se desculpa com Diná por tudo que já lhe fez. As duas selam a amizade com um abraço emocionado. José pede que Azenate cuide de todos os preparativos para o almoço. Ruben e seus irmãos ficam preocupados com o banquete, mas ainda assim, são levados até o local. Enquanto caminham rumo ao templo, Sati e Hapu passam pelos irmãos de José. Ao saber quem são aqueles homens, Sati fica intrigada e encantada com todos. Seneb conduz Simeon para fora da prisão. Todos chegam na casa do vizir. Todos se curvam diante de José, mas ele pede que se levantem. José se emociona muito, mas tenta se controlar. Enquanto Benjamin fala, José está prestes a desabar. Ele interrompe o irmão mais novo e se afasta. Aos prantos, José diz a Azenate que só pode se revelar depois de ter certeza que todos os seus irmãos amam Benjamin. Ele lava o rosto, se refaz, e retorna para a sala. Instruídos por Mitri, os irmãos se acomodam. Eles percebem que se sentaram de acordo com a ordem de seus nascimentos e acham curioso. Benjamin recebe uma porção maior que seus irmãos. Em um clima amistoso todos brincam e não percebem que são observados por José. Pentephres ignora os desejos de Sati. Ele afirma que já se cansou do jogo e a expulsa do templo. Hapu observa tudo, chocado. Após o almoço, José permite que os irmãos retornem a Canaã. Ele pede que todos se hospedem em Avaris para partirem no dia seguinte.

No capítulo 035, quinta-feira, 04 de setembro – Judá cai de joelhos diante de José. Todos se emocionam, assombrados com a ascensão de seu irmão, enquanto Benjamin vai se revoltando à medida que descobre a verdade. Simeon e Levi ficam temerosos. Enojado, Benjamin demonstra toda decepção que sente ao ouvir o relato de seus irmãos. Todos ficam arrependidos, cheios de remorso. José interrompe o caçula e afirma que está tudo bem. Ele pede que todos se aproximem e demonstra sua bondade. Sati tenta se explicar para o marido, mas acaba levando um tapa no rosto. Potifar decide que ela e Hapu irão a julgamento. Os irmãos de José mal acreditam que foram perdoados. Todos fazem questão de mostrar que estão verdadeiramente arrependidos. José abraça e beija todos os irmãos. Apenas Simeon se afasta do grupo, atordoado. Ele conta que ainda teme por represálias, mas José faz questão de demonstrar que já o perdoou. Para que tudo fique bem, José pede que Simeon se perdoe. Emocionado, Simeon devolve o colar que havia guardado. Ele não resiste mais e abraça José, muito emocionado. Sati pede a ajuda de Tany para que seja perdoada, mas a esposa do Faraó demonstra que não poderá interferir. José apresenta sua família para os irmãos. Mitri é obrigado a interromper para dizer que Apópi solicita a presença do vizir. O Faraó fica impressionado com a bondade de José. Ele decide que os irmãos do hebreu devem ir a Canaã para buscar sua família e retornar ao Egito para que se estabeleçam por ali. Ele pede que Mitri providencie carros capazes de transportar Jacó, as mulheres e crianças para que não se cansem na viagem. Depois que José sai, começa a julgamento de Sati e Hapu. Pentephres está presente. Os irmãos de José ficam impressionados com as bigas que foram preparadas para eles. Suprimentos suficientes para a viagem de ida e volta também são entregues. Ruben e seus irmãos partem. Sati tenta se defender durante o julgamento. Potifar a pressiona para confessar que já se deitou com outros homens. Ela se enfurece e assume, mas culpa o marido por isso. Sati afirma que Potifar nunca foi capaz de satisfazer seus desejos. Além disso, revela que se deitou com vários outros. Inesperadamente, Sati conta que Pentephres se aproveitou bastante de seu corpo. Ele é pego de surpresa. Pentephres começa a entrar em pânico, mas tenta se controlar. Sati pressiona Hapu, que confirma o que sua senhora diz. O Faraó decide que Sati perderá todos os seus bens. Além disso, terá seu nariz cortado para que todos saibam que é uma adúltera. Desesperada, Sati clama pela piedade de Tany, mas ela já não pode fazer mais nada. Apopi decide também que Hapu será atirado aos crocodilos para que seu corpo seja destruído, inviabilizando assim, sua ida para o mundo dos mortos. Para finalizar, o Faraó destitui Pentephres de seu posto e o expulsa do Egito. Numa postura desrespeitosa, Pentephres enfrenta Apopi e o ameaça. Após a ordem do Faraó, todos os adereços do pai de Azenate são arrancados, para que deixe sua terra sem bem algum. Pentephres caminha pela cidade, humilhado, enquanto outro sacerdote anuncia ao povo que ele deixou seu posto e sairá da cidade. Ao ver tudo, José fica preocupado. Hapu é atirado aos crocodilos. José diz a Azenate que se despeça de Pentephres antes que ele saia do Egito.

No capítulo 036, sexta-feira, 05 de setembro – Acorrentada, Sati implora pelo perdão de Potifar, mas ele mesmo decide desfigurar sua esposa. O comandante corta o nariz de Sati. Levando água e alguns alimentos, Azenate alcança Pentephres. Ele é muito duro, rejeita a ajuda e joga tudo no chão. Pentephres vê uma pequena faca, que seria utilizada para descascar frutas, e pega para si. Azenate fica temerosa, mas ele afirma que a lâmina terá outra serventia. O sacerdote sai da cidade. Potifar vai até a casa de José e pede perdão por tê-lo mandado para a cadeia. O hebreu aceita e os dois se abraçam. Os irmãos de José ficam temerosos quando pensam que terão que falar a verdade para Jacó. Os dias passam e eles chegam ao acampamento. Ruben, Judá, Levi, Simeon e Benjamin decidem ir à tenda de seu pai para contar a verdade. Jacó fica radiante ao ver seus filhos. Ele percebe o mal estar entre os cinco e pergunta o que está acontecendo. Simeon, Judá e Benjamin revelam que José ainda vive e se tornou o governador do Egito.

Fonte: José do Egito, novela da Rede Record – resumo dos próximos capítulos

* Sujeito à alteração de acordo com a edição dos capítulos.

Vem por aí: Jacó passa mal e acha que os filhos estão brincando, mas gela ao perceber a seriedade do assunto. Eles contam que José se tornou governador do Egito. Jacó fica atordoado. Eles decidem levá-lo para ver os carros. Jacó fica impressionado, mas pede uma explicação. Ele quer saber o que realmente aconteceu com seu filho no passado. José diz a Azenate que teme pela reação de Jacó ao saber a verdade. Todos ficam tensos com a relutância dos irmãos em tentar explicar o que aconteceu. Simeon e Judá decidem contar a verdade. Diante do relato, Jacó surta e começa a gritar. Revoltado, ele afirma que preferia a morte de todos os culpados. Jacó se afasta arrasado. Decidido, Simeon pede aos irmãos para ser o único a tentar conversar com Jacó. Pentephres caminha pelo deserto e começa a ter alucinações. Ele vê alguns deuses. A miragem de Seth se aproxima e diz ao pai de Azenate que sua hora chegou. Pentephres tenta tocar os deuses, mas todos desaparecem. Ele se descontrola, começa a rir e depois fica sério. Pentephres pega a pequena faca que carregava e corta os pulsos. Ele perde as forças, lentamente, até que sucumbe. Afastado, Jacó começa a chorar, inconformado. Simeon toca o ombro do pai, mas Jacó o expulsa. Irritado, Simeon explica que nenhum deles nunca teve a mesma atenção que José. Ele faz o pai entender que errou com seus outros filhos.

  • claudete

    acho que essa seri deveria ser todios osdiase naoumavez por semana.

  • Vitoria

    Eu só estou esperando a hora que Jusé vai domina o egito”

  • Maria Carolina

    gosto muito dessa minissérie. Estou doida para acontecer nos próximos capitulos!!!!!!!!!!

  • http://pulse.yahoo.com/_Y3IWBE4TMXPD3VLZ4XWI2JHOWA mici

    SERA QUE O JORGE VAI CONSEGUI FUGI PRA VISTA DE QUE ELE NÃO ESTAVA COMENDO OU BEBE ELE AINDA TEVE FORÇA DE EMPURRA O MERCADO E FUGI E EU FIQUEI SÓ NA TORCIDO E GRITADO FEITO UMA MALUCA VAI JORGE, VAI JORGE, FOGE JORGE, FOGE JORGE, ATE PARECE QUE ELE ESTA MIM ESCUTADO OU VAI MIM ESCUTA KKKKKKKKKKKKKKK.

  • Ruthy

    José sofre muito …

  • selma

    eu adoro assistir pois sei que aconteceu de verdade

    • http://www.facebook.com/anderson.mottasampaio Anderson Motta

      Iludida…