Novela “Carrossel”: resumo dos próximos capítulos

Novela “Carrossel”:SBT divulgou no resumo dos próximos capítulos da novela “Carrossel” que Helena faz uma surpresa. No capítulo 123, quarta-feira, 02 de setembro – Helena comenta com a mãe que Suzana está apaixonada por Renê e não acha justo ficar entre os dois. Cris tenta convencer Helena a lutar por Renê. Helena afirma que não quer mais falar sobre Renê. Cris diz que está feliz por Helena voltar a dar aula para os alunos do terceiro ano. Helena telefona para Valéria e pede para ela se comportar no retorno às aulas, a menina não imagina que Helena voltará a ser professora de sua turma. Helena diz a Valéria que fará uma surpresa, se ela se comportar. Jorge comenta com Maria Joaquina que fica impressionado como ela foi corrompida pelo meio em que vive. No primeiro dia de aula, Valéria decide vestir uma roupa de luto, ela não se conforma com a perda da professora Helena. Rosa diz à filha que ela será proibida de entrar na escola. Ao ir para escola, Koki e Paulo observam um garoto na janela de uma casa. O garoto lamenta que nunca poderá ir à escola. Depois das férias, os alunos começam a chegar na Escola Mundial, alguns estão desanimados. Firmino e Graça dão bom dia à professora Glória. Graça comenta com Firmino sobre o acidente que a família da professora sofreu: o marido morreu no acidente e o filho… Graça conta a Glória que Suzana não aguentou a pressão e devolveu o terceiro ano a Helena. Os alunos ainda não sabem e no pátio eles gritam em coro o nome da amada professora. Eles comentam sobre a nova professora de inglês, Glória. Laura afirma que ela não parece romântica. É Glória quem leva os alunos até a sala, ela explica que a professora está ocupada.

Novela “Carrossel” SBT: resumo dos próximos capítulos (*)

* Sujeito à alteração de acordo com a edição.

No capítulo 124, quinta-feira, 03 de setembro – Helena agradece Suzana por deixar o terceiro ano para ela. Firmino conta a Olívia que os alunos não sabem que Helena voltará a dar aula para eles. Helena faz uma surpresa.Firmino e Olívia começam a ouvir os gritos da diretoria. Suzana diz a Olívia que parece até que Helena fez lavagem cerebral na cabeça das crianças. Firmino vai à sala e pede para os alunos ficarem em silêncio, pois Olívia está aborrecida. Helena começa a aula com os avisos. Ela conta que Glória será a nova professora de inglês. Todos ficam apreensivos, pois professora Glória tem a fama de brava. Suzana diz a si mesma que espera que Helena esteja bem satisfeita com os alunos, porque o Renê é dela.Firmino conta para Helena que viu Suzana chorando na sala da diretora Olívia. No intervalo da aula, Maria Joaquina conta para as meninas que Jorge está numa viagem a Cancún, no México. Renê conversa com as crianças, ele está ansioso para dar sua primeira aula como professor de música. Helena senta ao lado da professora de inglês, Glória, para conversar. Normalmente Glória não conversa com os professores no recreio. Mais tarde, Renê tenta conversar com Helena, que lhe trata de maneira fria. Suzana interrompe a conversa e Helena decide sair do local. Renê diz pra Suzana que Helena está tratando ele de maneira estranha. Suzana diz que a professora é desse jeito e que ele não deve ligar para ela.

No capítulo 125, sexta-feira, 04 de setembro – Rosana e Alberto divergem sobre a educação de Jorge. Alberto diz que ficou distante da educação do filho, mas que agora estará mais presente. Alberto diz para Jorge que ele terá que ir para a escola a pé. O menino queria ir dirigindo seu carro amarelo. Na Escola Mundial, Cirilo vê que Jorge chegou e sai correndo contar para os meninos, que bolaram um plano. Existe um chiclete colado no pátio da escola há muito tempo e eles dizem que se trata de um chiclete amaldiçoado. Os meninos chamam Jorge até o pátio e empurram o menino, que acaba encostando no chiclete. Imediatamente todos correm e querem ficar longe de Jorge, que pegou uma maldição. Maria Joaquina explica o que acaba de acontecer para Jorge, mas até ela se afasta do amigo com medo da lenda. Renê tenta falar com Helena e mais uma vez é ignorado pela professora.

No capítulo 126, segunda-feira, 07 de setembro – Helena pergunta para Jorge como foi recepcionado e o menino conta o que aconteceu. Os demais alunos entram na sala de aula e levam um bronca de Helena pela atitude, mas Jorge interrompe, diz que não liga e que prefere distância dos alunos dessa escola. Nos próximos dias, Jorge é ignorado por todos da escola em diversas situações. As crianças sempre usam a história da maldição para se afastar do mauricinho. Jorge começa a se sentir mal com a exclusão. Suzana diz para Helena que a cada dia que passa Renê está mais apaixonado por ela. Helena fica incomodada com o assunto e diz que está mais preocupada com a aceitação de Jorge pelos demais alunos. Helena tenta falar com Jorge, mas o menino não conta o que está acontecendo. Os meninos estão jogando bola na rua e Tom aparece na janela. O menino cumprimenta Davi e Glória fecha a janela. Davi fala com os meninos sobre o ocorrido. Glória fala sobre Tom com Firmino. Matilde visita Olívia e recomenda um site de relacionamentos para que a diretora procure um namorado.

No capítulo 127, terça-feira, 08 de setembro –  Firmino diz para Helena que está preocupado com Glória, que está triste e sofrendo. Helena decide falar com os alunos do terceiro ano sobre Glória. A professora pede que eles respeitem a professora de inglês, que deixem de lado os comentários maldosos a respeito de Glória e que tentem trazer alegria para a vida dela. Após a aula, Glória vai para casa e conversa com o filho Tom, que é cadeirante e iria estudar na sala de Helena, mas por medo de não fazer amizades, decidi não ir para a escola. A família Cavalieri volta das férias de Cancún. Alberto vê Jorge chamar o motorista de imbecil e decide chamar sua atenção. Alberto conta para Jorge que ele irá estudar na Escola Mundial. O menino não gosta da notícia e tenta argumentar com o pai, que se limita a dizer que a decisão está tomada e que o problema está no comportamento do filho, mas que agora tudo começará a ser colocado em seu devido lugar. Jaime monta um plano para agradar Glória e conta com a colaboração de todos os alunos do terceiro ano. Eles compram flores para a professora e entregam para ela no dia seguinte. Glória fica surpresa com o carinho dos alunos e diz que ficou feliz.

No capítulo 128, quarta-feira, 09 de setembro – Alberto leva Jorge até a escola para fazer sua matrícula.Renê conta para Firmino que Helena está distante dele e que está decidido a se declarar para a professora. Suzana escuta a conversa escondida e fica brava. Alberto fala com a diretora Olívia sobre a matrícula de Jorge. A diretora pede para que chame Helena para falar com o pai do novo aluno. Suzana diz para Renê que Helena está namorando e por isso não dá bola para ele. Valéria vê que Suzana e Renê estão conversando e fala para todos na sala de aula que eles estão namorando. Alberto diz para Helena que deseja que o filho perca a arrogância e aprenda como as coisas realmente são. No pátio, Graça tenta falar com Jorge e acaba sendo vítima das grosserias do menino. Helena volta para a sala de aula e conta para seus alunos que Jorge será o novo aluno do terceiro ano. As crianças não gostam e todos, com exceção de Maria Joaquina, se negam a dar boas vindas no dia seguinte para o novo aluno. Jorge fala para os pais que está com medo de ser agredido pelos meninos no seu primeiro dia de aula. Glória conta para Tom que recebeu uma surpresa de seus novos alunos.Renê conta para Suzana que vai convidar Helena para ir ao teatro. Suzana não gosta de saber e começa a pensar como pode atrapalhar o convite. Durante a aula de inglês, os meninos perguntam sobre Tom para Glória, que fica muito irritada e diz que não fala da vida pessoal. Mais tarde, Helena elogia a redação de Jorge e pede para o mauricinho ler o texto para toda a sala. As meninas acham lindo o texto e pedem uma cópia para o menino, que promete levar no dia seguinte. Suzana pega o celular de Helena escondido e, se passando pela Helena, envia uma mensagem de texto para Renê pedindo que ele se afaste dela. Rafael instrui Jaime para ser mais receptivo com Jorge.

No capítulo 129, quinta-feira, 10 de setembro – Alberto vai conversar com Helena na escola. Os dois falam sobre o comportamento de Jorge e Alberto diz que irá ter uma conversa familiar em casa. Paulo e Jorge discutem no pátio e os dois vão parar na diretoria. Olívia faz uma notificação para os pais dos meninos. Renê fala com Firmino sobre a mensagem de texto que recebeu. Firmino diz que deve ter acontecido algo de errado e que Helena jamais faria algo dessa maneira. Alberto, Rosana e Jorge discutem. Jorge finalmente se abre, diz que não aguenta mais ser ignorado por todos, abraça Alberto e chora. Alberto vai na escola no dia seguinte para falar com Helena e conta que está feliz, pois finalmente o filho se abriu e mostrou suas emoções.Helena, Suzana e Glória conversam na sala dos professores. Helena afirma que vai conversar com Jaime para que ele ajude na integração de Jorge à turma. Rafael pendura na oficina a matéria sobre Jaime, que se saiu como herói, e é surpreendido com a presença de Alberto. Helena pede para Rafael falar com Jaime para se aproximar de Jorge. Jaime promete a Helena que vai receber Jorge “numa boa”, caso o mauricinho vá falar com ele. Os meninos se reunem na casa abandonada para falar sobre Jorge. Eles decidem fazer uma pergunta a Jorge, e dependendo da resposta do mauricinho, todos vão parar de ignorá-lo. Jorge conversa com Maria Joaquina no pátio, os garotos pedem para Maria Joaquina sair, pois precisam conversar com Jorge. Helena observa tudo de longe, curiosa. Os garotos perguntam a Jorge se ele acha certo ter empurrado Cirilo e ter mentido sobre a briga. Para a surpresa dos meninos, Jorge se abre, diz que não foi certo o que fez, pede desculpas e diz que quer ser amigo deles. Os meninos ficam felizes e abraçam Jorge.

No capítulo 130, sexta-feira, 11 de setembro – Helena observa a cena com satisfação. Germano chega com Rabito machucado em casa e diz a Natália que o cão deve ter sido atropelado. Natália cuida do cachorro enquanto Germano vai à escola para avisar Mário sobre o incidente. Jorge decide acompanhar Mário. O veterinário afirma que Rabito ficará bem, basta que troquem o curativo dele com frequência. Mário e Jorge voltam para a escola. Mário pede a ajuda de Helena para fazer os curativos em Rabito. A professora afirma que ajudará. Olívia grava um vídeo contando como é ser uma diretora. Ela fica radiante.Helena vai até a casa de Mário e faz o curativo em Rabito. Maria Joaquina afirma a Mário que ele deveria dar um presente a Helena. Olívia pede para Graça ficar vendo o vídeo de sua entrevista na diretoria para aumentar o número de visualizações. Mário pensa no que pode dar a Helena. Maria Joaquina e Marcelina contam para Helena que Mário está preocupado. Jaime sugere para Mário dar flores a Helena. Os dois decidem ir à casa do viúvo para roubar flores. Suzana e Renê vão jantar. O professor afirma que vai se declarar a Helena. Suzana se irrita e vai embora. Mário e Jaime saem de casa às escondidas para pegar flores.Jaime e Mário entram no jardim da casa do viúvo. Jaime cai em cima de uma planta com espinhos e grita de dor. O senhor viúvo ouve o barulho e vai verificar. Os meninos cortam as flores, mas são flagrados pelo viúvo. O senhor afirma querer saber quem são os garotos antes de chamar a polícia. Jaime e Mário contam que darão as flores de presente. Os garotos revelam toda a história, o senhor afirma que se chama Lourenço. Sr. Lourenço dá uma nota de R$ 50 reais aos garotos para comprar chocolates e presentear Helena. Enquanto isso, os pais de Jaime estão preocupados com o sumiço do filho. Jaime chega em casa e leva uma bronca de Rafael. No dia seguinte, Mário presenteia Helena com uma caixa de chocolates, a professora agradece, mas afirma que um sorriso vale muito mais. Helena comenta que vai dividir o chocolate com todos da turma. Lourenço fica na dúvida sobre o que os meninos contaram.

No capítulo 131, segunda-feira, 14 de setembro – Suzana diz para Firmino e Helena que Renê gosta muito dela. Na aula de música, as crianças cantam a canção Carro-Céu. Suzana diz para Helena que está quase namorando Renê. Helena sofre sozinha e diz que se não gostasse de Renê, seria tudo mais fácil. Renê vai até o pátio falar com Helena. Ele convida a professora para jantar, ela corta ele e diz para o músico que não precisa explicar nada para ela. Lourenço vai até a Escola Mundial para verificar se Helena realmente é professora de lá. Na porta, encontra o pai de Maria Joaquina que esclarece a dúvida de Lourenço. Jaime e Mário vêem Lourenço entrando na escola e ficam com medo. Lourenço diz para Firmino que vai visitar Helena. O zelador pede para ele aguardar na sala dos professores enquanto vai chamá-la. Lourenço conta toda a história para Helena. O senhor averigua a verdade, fica satisfeito e pede para que Helena não conte para os meninos que foi checar a história. Helena concorda e não diz nada para ninguém. Na sala de aula, a professora diz apenas: “Enquanto eu tiver carinho, não preciso de flores”. Mário e Jaime entendem o recado e ficam aliviados.

No capítulo 132, terça-feira, 15 de setembro – Helena recebe flores, Firmino as entrega. A professora acha as flores lindas e lê o cartão para saber quem enviou o presente. Trata-se de flores enviadas por Lourenço. Suzana diz para Renê que Helena ganhou flores. O professor fica com ciúme e vai atrás de Helena. Jurandir vai até a escola buscar Jaime, pois Rafael não está passando bem. Rafael sofreu um acidente na oficina. Jaime entra em desespero e chora muito. Helena explica o que aconteceu para as crianças, Suzana e Glória. Maria Joaquina liga para o pai, que vai até o hospital ver como está Rafael. Elisa diz para Miguel que foi tudo culpa dela, pois foi fumar escondido e quando percebeu que o marido estava vindo jogou o cigarro no chão, causando uma explosão por conta do óleo e gasolina no chão da oficina. Miguel examina Rafael e diz para Elisa que ele ficará bem com repouso e medicação. Jorge volta a se desentender com os meninos. Rafael volta para casa e fica preocupado em não poder trabalhar. Eloisa diz que irá procurar um emprego para ajudar, mas Rafael diz que mulher dele não trabalha. Eloisa pensa no ajudante Jurandir para tocar a oficina, mas Rafael lembra que ele é muito atrapalhado e não entende nada de mecânica.

No capítulo 133, quarta-feira, 16 de setembro – Jaime vai até a casa abandonada e conta que seu pai está se recuperando lentamente e que ele está preocupado com a situação financeira da família, afinal, Rafael não pode fazer esforços e não pode voltar a trabalhar na mecânica. Jaime conta para os amigos que precisa arrumar um emprego para ajudar a colocar comida dentro de casa. Determinado, Jaime vai até a casa de Maria Joaquina para pedir emprego para Miguel, que lamenta não poder ajudar devido a pouca idade do menino. Jaime pede para Miguel guardar segredo sobre sua visita. O garoto decide pedir emprego como ajudante do senhor Lourenço, mas também não consegue. Chateado, Jaime conta para os meninos que não sabe mais o que fazer, pois todos dizem que ele precisa ter estudo e ser mais velho para trabalhar. Cirilo leva o amigo até a marcenaria de seu pai e pede emprego para José, que também lamenta não poder ajudar e explica que ninguém pode empregar o garoto para não cometer crime de trabalho infantil. Sem esperança, Jaime volta para a casa abandonada e conta aos amigos o que aconteceu. Valéria tem uma ideia e sugere que o amigo vá pedir ajuda ao Sr. Morales. Jaime não pensa duas vezes e sai correndo para o escritório do empresário. Miguel vai visitar Rafael, que reclama muito da falta de atenção que está recebendo dos filhos, em especial de Jaime. Ele diz que o menino fica o dia todo na rua e está sendo uma decepção. Miguel pede para Rafael ter calma, pois está sendo injusto com o garoto, que possui um grande coração. Rafael insiste que os filhos são ingratos. Jaime vai até um restaurante onde Morales está, mas é impedido de chegar perto do empresário que está num almoço de negócios. Os garçons do local tentam expulsar o garoto, que grita pelo empresário. Morales aparece e ordena que soltem o menino, pede para que sirvam um almoço especial para Jaime e diz que assim que terminar o almoço de negócios volta para conversarem. Enquanto isso, as meninas decidem ir até a casa de Glória para descobrir qual o mistério do menino que sempre aparece na janela. Chegando na rua, o garoto abre a janela e recebe convite para sair e brincar com elas. Imediatamente ele fecha a janela e fica na dúvida se sai ou não. Valéria se aproxima da casa e tenta mais uma vez. O garoto finalmente abre o portão e sai de casa, surpreendendo todas as meninas.

No capítulo 134, quinta-feira, 17 de setembro – As meninas se aproximam de Tom, que confirma ser filho de Glória. As meninas avistam a professora, Tom entra e elas saem correndo. Graça vai para a aula de alfabetização da professora Helena. Sr. Morales vai até o colégio conversar com a professora. O empresário fala sobre Jaime e pede a ajuda de Helena. No outro dia, os meninos saem pela vizinhança distribuindo o currículo de Jaime, que aponta itens como: herói de donzelas em perigo e cuidador de baratinhas. Rafael briga com Jaime e o coloca de castigo, preso no quarto. Jaime tenta explicar para o pai que tem um compromisso importante depois do almoço, mas não pode dizer o que é (reunião no escritório do Sr. Morales). Rafael e Eloisa pressionam o menino, que inventa uma desculpa e diz que terá uma partida de futebol importante. Rafael fica ainda mais furioso. Enquanto isso, Maria Joaquina espera Glória sair de casa para entrar na residência escondida e fazer uma proposta para Tom. Assim que entra, o menino se assusta. A patricinha convida o menino para sair e ele aceita. Mais tarde, Maria Joaquina vai até a casa abandonada, onde estão reunidas todas as meninas e anuncia que trouxe uma visita, Tom. Todas ficam muito felizes e paparicam ele. Empolgadas, as meninas vendam Tom e o levam para um passeio surpresa em um parque, onde o garoto se diverte com várias brincadeiras. Paulo e Kokimoto vão atrás de Jaime e descobrem que ele está de castigo. Os dois conversam com Jaime pela janela do quarto do comilão, que pede para que eles vão chamar Jonas para ir representá-lo na reunião que teria com Sr. Morales. Paulo e Kokimoto levam Jonas para casa e ele aceita fazer o que Jaime está pedindo. Helena liga para Eloisa para saber se Rafael está melhor. Eloisa diz que ele está se recuperando e que Jaime está de castigo. Jonas chega no escritório e é recebido por Morales. Helena liga para Morales e diz que Jaime não vai na reunião por estar de castigo. Jonas confirma a notícia e explica que Jaime quer ajudar o pai, mas não disse a verdade, deixando Rafael pensar que o menino não está nem aí para a família. Morales oferece emprego de aprendiz para Jonas e decide ir até a casa de Jaime, acompanhado de Helena, para desfazer toda a confusão. Miguel vai examinar e medicar Rafael. O mecânico volta a reclamar dos filhos, principalmente de Jaime. Miguel pede para Rafael não ser radical, mas o mecânico está convicto de suas impressões sobre o filho. Miguel fala firme, diz que Jaime é um bom menino e que apesar de ter prometido guardar segredo, será necessário contar toda a verdade.

No capítulo 135, sexta-feira, 18 de setembro – As meninas deixam Tom em casa e vão embora. No caminho, lembram que no dia seguinte será o aniversário de Laura. Helena e Morales chegam na casa de Jaime e dizem que Rafael deve se orgulhar do filho, que se preocupa tanto com a família. Morales, Helena e Miguel contam que Jaime estava procurando emprego para ajudar o pai, por isso passou tantas horas fora de casa. Morales também diz que quer contratar Jonas como aprendiz de sua empresa. Depois de pensar, Rafael deixa Jonas trabalhar e pede desculpa para Jaime. Enquanto isso, na casa de Valéria, as meninas fazem a maior bagunça com farinha. Elas estão preparando um bolo surpresa para Laura. Rosa chega e fica brava com a sujeira que as meninas fizeram. Davi pede que Valéria volte a namorar com ele. A menina aceita. No outro dia, Valéria esconde o bolo de aniversário de Laura debaixo da carteira. Todos sabem do bolo, menos Laura. Durante a aula, Jorge dedura Bibi. O mauricinho diz que Bibi está escutando música escondida. O sinal do recreio toca. Maria Joaquina diz para Jorge que não foi legal o que ele fez. Os demais colegas de sala viram a cara para o menino. No pátio, todos cantam parabéns para Laura. Helena volta para a sala de aula e conversa com Jorge. A professora tenta explicar que ele precisa parar com o comportamento orgulhoso e de isolamento dos demais. Jorge vai para o pátio e Valéria joga bolo no rosto do menino, que fica irritado e sai correndo para o banheiro. Empolgadas, as crianças decidem fazer guerra de bolo. Graça vê toda a sujeira e fica preocupada com a faxina que terá que fazer. Jorge limpa o rosto e diz que odeia todos da escola. Paulo e Kokimoto entram escondidos no banheiro e voltam a sujar Jorge.

No capítulo 136, segunda-feira, 21 de setembro – Graça tenta despistar Olívia, pois o pátio está uma sujeira por conta da guerra de bolo. Helena chama a atenção dos alunos, porque não deviam ter jogado bolo em Jorge. Os alunos se reúnem na casa abandonada para falar sobre a festa de aniversário de Laura. Os alunos pensam em castigar Jorge por conta de sua arrogância. Maria Joaquina afirma que Jorge merece uma lição por ter mexido com a sua amiga Bibi. A patricinha propõe o castigo do silêncio ao mauricinho. Jorge conta a Helena que os alunos estão tramando um castigo contra ele, o castigo do ódio. Maria Joaquina diz que não é castigo do ódio, é o castigo do silêncio. Helena afirma que Jorge não valoriza as amizades. Petulante, Jorge comenta que tem tudo o que quer, amigos não fazem falta. Firmino diz à professora que tem dó da solidão de Jorge. Dr. Miguel fala a Jaime que Rafael está se recuperando rapidamente. Em sua casa, Jorge diz a si mesmo que não precisa de amigos. Jorge diz a Renê que não se importa com os colegas, não se mistura com essa “gentinha”. Jorge pede a permissão de Helena para ficar na sala de aula enquanto os colegas estão na aula de música. Jorge diz aos pais que quer mudar de escola, pois seus colegas o odeiam. Jaime pede dinheiro a Sr. Morales para comprar muletas ao seu pai. Jonas e Jaime dão a Rafael um par de muletas de presente. Alberto pergunta ao filho se ele é um bom colega na escola. Jorge reconhece que não.

No capítulo 137, terça-feira, 22 de setembro – No dia seguinte, Jorge inventa desculpa a Alberto que está com dor de estômago só para não ir à escola. Helena questiona os alunos sobre a ausência de Jorge. Helena pede para os alunos se colocarem no lugar de Jorge, pois não é fácil ser isolado pela turma inteira. Alberto vai à escola conversar com Helena. Rafael também está na escola à espera da professora. Jorge diz à mãe que não quer voltar para a Escola Mundial, e ninguém vai obrigá-lo. Helena diz a Alberto que Jorge está sofrendo com o isolamento. Alberto afirma não ter outra alternativa, a não ser transferi-lo de escola. Helena pede mais uma chance a Alberto. Helena pede a ajuda de Rafael, que promete falar com Jaime sobre Jorge. Jaime entrega a Rafael o primeiro salário de Jonas para ajudar a família. As meninas vão até a casa de Tom e o levam para brincar na rua. Tom brinca com as meninas numa praça. Ele diz que nunca se divertiu tanto, e lamenta ser deficiente. Maria Joaquina diz que único defeito que Tom tem é achar que tem um defeito. Helena diz aos alunos que é o segundo dia que Jorge falta à escola e exige uma explicação dos alunos. Graça está radiante, pois tem frequentado as aulas de alfabetização e está conseguindo ler. Helena pede para os alunos escreverem uma carta para os alunos da noite, incentivando-os à leitura. Suzana e Helena se encontram. Suzana alfineta Helena ao dizer que já deu a hora dela, pois tem um encontro marcado com Renê.

No capítulo 138, quarta-feira, 23 de setembro – Jorge faz pesquisa na internet sobre colégio que aceite um novo aluno no terceiro ano no meio do ano. Rosana aconselha Jorge a ter calma, pois Alberto está intolerante sobre o assunto. Jorge confessa que não aguenta mais os garotos da Escola Mundial. Rosana comenta com o filho que em breve eles conseguirão convencer Alberto a mudar de ideia. Suzana e Renê são flagrados na sorveteria pela segunda vez pelas garotas do terceiro ano. Elas comentam que os dois não formam um casal bonito. Enquanto falam sobre Jorge, Renê nota que as meninas estão espiando os dois. Jaime vai até a casa de Jorge e fica impressionado com o quarto do mauricinho. Os dois começam a conversar e Jaime diz que foi até lá para pedir ajuda com o dever de matemática. Jorge resolve o problema de matemática para Jaime. Davi e Valéria vão à casa de Maria Joaquina para falar sobre a tentativa de Jaime fazer as pazes com o mauricinho. Jorge diz a Jaime que ele está obedecendo alguma ordem do pai ou de Helena. O garoto afirma ser superior a Jaime e pede para o colega sair de sua casa. Alberto se irrita com Jorge e afirma que vai tirar todas as futilidades que ele tanto valoriza. Alberto tenta explicar ao filho que ele precisa valorizar os amigos. Marisa visita Davi para saber se ele leu a carta que ela lhe enviou. Jorge manda o empregado deixar seu uniforme da Escola Mundial preparado para o dia seguinte. Helena chama os alunos na sala de aula antes do sinal para se certificar como Jorge será recebido caso volte à escola. As crianças afirmam que o tratariam com naturalidade, desde que Jorge não maltrate ninguém. Jorge afirma aos pais que vai voltar para a escola e se esforçará para mudar. Jaime conta a Helena que a missão de paz não deu certo. Jorge entra na escola e é bem recebido pelas meninas. Os meninos também o tratam com naturalidade. Cirilo diz que Jaime foi à casa de Jorge por piedade. O comentário rende uma nova discussão na sala de aula com o mauricinho e todos os alunos. Helena fica irritada, pede silêncio e afirma que ninguém é superior a ninguém. Cirilo comenta com os meninos que ouviu as meninas comentarem sobre um garoto chamado Tom. Todos ficam curiosos e com ciúmes e decidem segui-las para descobrir quem é Tom.

No capítulo 139, quinta-feira, 24 de setembro – Marisa picha a parede de uma delegacia acompanhada de Davi. O menino pede para ela parar antes que a polícia apareça. É o que acontece e ela sai correndo. A polícia acha que foi Davi, que sai correndo, mas um policial o segue até sua casa e anota o endereço. As meninas levam Tom para o parque e notam que estão sendo seguidas pelos meninos. Tom se apresenta aos meninos e as garotas contam que Glória não sabe que levam Tom para passear. O policial vai até a casa de Davi e o leva junto com sua mãe para a delegacia para prestar depoimento. Rebeca fica preocupada. Valéria sente a falta de Davi na escola. Os alunos ficam sabendo que Davi foi parar na delegacia e ficam preocupados. O delegado conversa com Rebeca e condena o garoto, pedindo que a mãe dê um corretivo no filho. Rebeca não consegue entender o que aconteceu. Helena decide ir à delegacia ver como está Davi. Renê acompanha a professora. Davi conta tudo para os professores, que acalmam o garoto. Helena e Renê entram na sala da delegacia e ficam ao lado de Rebeca. Renê desconfia que Davi esteja acobertando alguém. O delegado chama Davi para a sala. Davi confessa que a lata de tinta era dele, mas não foi ele quem pichou o muro e também não sabia que era muro da delegacia. Davi revela que quem fez tudo foi Marisa, a filha do delegado.

No capítulo 140, sexta-feira, 25 de setembro – Marisa leva uma bronca do pai. A menina afirma que o pai não dá atenção a ela, pois só trabalha. Ele revela que ama a filha. Os meninos vão jogar futebol no parque. Bibi vai conversar com Cirilo para saber quem é Marisa. Cirilo conta tudo o que aconteceu a Bibi, que promete não falar nada a Valéria. Bibi vai até a casa de Valéria e conta tudo o que descobriu. Valéria fica furiosa. Renê tenta falar com Helena, mas não tem sucesso. Miguel diz que Rafael está totalmente recuperado. Valéria convoca todos e interroga Davi. O garoto fica triste e confessa. Valéria acusa Davi de tê-la traído e não vai mais lhe dirigir a palavra. Valéria dá ordens para ninguém falar com Davi na escola. Helena pergunta a Davi o que aconteceu. Davi explica que sua vida ficou sem sentido. Helena tenta falar com Valéria. Renê também fala com Davi e aconselha ele a levar flores e chocolates para Valéria. Valéria está triste em sua casa.

Fonte: “Carrossel”, novela do SBT – resumo dos próximos capítulos

Vem por aí: Jaime leva Davi para pedir ajuda para Jonas, que se recusa. Morales escuta o barulho e vai ver o que está acontecendo e acaba ajudando os garotos. Jonas acaba dando dinheiro a Davi. O menino leva chocolate e flores até a casa de Valéria. Rosa recebe os amigos de Valéria e leva Davi até o quarto da filha, que não perdoa namorado. Na casa abandonada, Alícia, Bibi, Carmen e Kokimoto assistem no tablet à pegadinha da Menina Fantasma, exibido no Programa Silvio Santos. As crianças ouvem ruídos na casa e ficam apavoradas. O espectro surge por uma passagem secreta e caminha em direção a eles e dá um grito aterrorizante. Os alunos se assustam, pensam em correr, mas se escondem. Alícia decide falar com a garota. Koki a acompanha. A garota fantasma dá uma risada e comenta que eles não precisam ter medo dela, pois ela é como eles. Ela comenta que gosta de assustar as pessoas para fazer outras rir. A garota diz que precisa ir embora, mas promete voltar. Os alunos deixam a casa abandonada às pressas. Na escola, Olívia está irritada com as goteiras e infiltrações. A diretora pede a ajuda de Helena e afirma que não tem verba para arrumar. As duas decidem fazer um evento na escola para arrecadar dinheiro.

Na sala de aula, Valéria chama Davi de traidor. Helena pede para os alunos se acalmarem, caso contrário os mandará para a diretoria. Olívia ouve a gritaria e vai até a sala de Helena, que desconversa. Olívia fala do festival gastronômico aos alunos para a arrecadação de dinheiro para a reforma da escola. Renê revela a Firmino que está confuso por conta de Helena e não sabe mais o que fazer. O melhor prato do festival ganhará um prêmio. Renê entra na sala de música e fica surpreso ao ver Suzana tocando piano. Olívia diz que o concurso é um incentivo para os pais ajudarem nos reparos da Escola Mundial. Helena afirma a Olívia que o concurso arrecadará dinheiro suficiente para consertar as infiltrações. Graça afirma que Renê não está namorando a víbora da Suzana. Graça comenta com Helena que Suzana inventou tudo para afastá-la do professor. Graça aconselha Helena a esclarecer todo o mal entendido. Helena vai à sala de música e flagra Suzana dando um selinho em Renê, que tenta se explicar. Helena sai da sala em prantos. Na casa mal assombrada, Laura diz a Davi que tem uma ideia para ele reconquistar Valéria. Ela promete ajudá-lo por ser uma garota sentimental. Laura diz que Davi terá que fazer uma encenação. Ela pede para Davi se deitar, arregalar os olhos e respirar ofegante. A menina afirma que Davi terá que fazer a encenação em sua própria casa, e então ela vai pedir para alguém avisar Valéria que o garoto está prestes a morrer. Davi afirma a Laura que sua mãe não vai deixar que ele finja estar morrendo.

Davi e Valéria sofrem com a separação e são consolados pelos amigos. Acompanhada de Bibi e Alícia, Valéria só para de chorar quando decide assistir um canal de leilão de gado. Enquanto isso, Davi recebe dicas de Laura na casa abandonada. Maria Joaquina, Carmen e Marcelina chegam à casa de Valéria para ajudar. Valéria pergunta se elas já assistiram ao programa de leilão de gado. Bibi e Alícia choramingam que não aguentam mais assistir ao leilão. Na casa abandonada, Davi diz aos meninos que Laura ajudou ele a ter a ideia de se fazer de morto na casa de alguém para comover Valéria. Jaime oferece sua casa. Joana vai até o pet shop para buscar as perucas de cachorro que mandou lavar e pentear para a tia de Maria Joaquina. Cristina chega em casa e vê Helena chorando. A professora diz que Graça lhe contou que Renê não está namorando Suzana, mas que quando foi atrás dele para pedir desculpa por ignorá-lo esse tempo todo, se deparou com um beijo dos dois. Helena diz que está confusa e que gosta muito de Renê, mas acha que perdeu sua chance com ele. Cirilo vai até a casa de Maria Joaquina e acaba falando demais. O menino revela o plano de Davi para amolecer o coração de Valéria. Maria Joaquina liga para Valéria e conta tudo para a amiga. Jaime vai até a casa de Valéria e diz que Davi está em seu leito de morte. Valéria vai até a casa de Jaime e joga um bolo no rosto de Davi. O menino vai até a casa abandonada, e em agradecimento pela dica, joga o resto do bolo na Laura. No outro dia, Helena conta para Graça que viu Suzana beijando Renê. Olívia reclama para Firmino que não aguenta mais as goteiras das infiltrações de sua sala. As crianças insistem para Helena participar da aula de música do professor Renê. As crianças cantam a música ‘Varinha de Condão’. No lado de fora da sala, Olívia dança de maneira extrapolada. A diretora entra na sala, parabeniza as crianças e lembra que no dia seguinte haverá o Festival Gastronômico e que o melhor prato será premiado com uma medalha.

Todos se preparam para fazer o melhor prato para o Festival Gastronômico. Renê tenta conversar com Davi, mas o menino diz que não quer falar sobre mulheres. Olívia vai até a sala de aula apresentar um renomado chef de cozinha italiano, o Sr. Carlutte (Alvise Camozzi), que fará a avaliação dos pratos no festival. Rafael está com vergonha de levar sua feijoada para o festival ao saber dos pratos dos demais alunos. Jaime diz que quem vai julgar o prato é um cliente da oficina. Rafael explica que isso que o filho está tentando sugerir não é correto. O festival começa. Clara e Miguel são recepcionados por Renê e Suzana. Eles perguntam por Helena. Suzana diz que ela deve estar atrasada como sempre, mas Helena escuta e aparece. Helena diz que chegou faz tempo e que está auxiliando na organização do festival. Os pais de Maria Joaquina elogiam o vestido de Helena. Renê fica olhando encantado. Suzana fica com ciúmes e sai do local levando Renê. Todos os pratos são entregues na diretoria para serem trocados por números para que a avaliação dos pratos seja feita pelo sabor e não por quem preparou. Cirilo mostra a sopa que seu pai fez e quando está levando o prato para a diretoria, Paulo tropeça em Cirilo, que derruba toda a sopa no chão.

Cirilo chora e Helena pergunta se alguém foi responsável por isso. Cirilo diz que ele tropeçou sozinho e acoberta o amigo. Paulo fica se sentindo mal pelo ocorrido e chega até a chorar enquanto fala com Kokimoto e Mário. Paulo pede desculpa para Cirilo e promete se retratar. O chef de cozinha dá em cima de Helena durante o festival. Paulo, Valéria, Carmen e Cirilo vão até a casa de Firmino, para tentar preparar um prato para substituir a sopa. Kokimoto e Mário ficam de guarda na porta da casa. Firmino aparece e Kokimoto rouba a chave de Firmino, que sai correndo atrás do menino pela escola. Suzana convida Renê para sair mais tarde, mas o professor recusa o convite. Helena anuncia que o Sr. Carlutte começará a experimentar os pratos. Paulo finaliza a gororoba e leva para a mesa de avaliação do chef. Renê fica com ciúmes ao ver Carlutte dar em cima de Helena durante a degustação dos pratos. Carlutte diz que todos os pratos estavam maravilhosos, mas que já possui uma decisão. O chef pede para que Helena anuncie o número do prato escolhido. Helena e Olívia agradecem a colaboração de todos. A professora revela que o prato vencedor foi o de número 22, que é a feijoada preparada pelo pai de Jaime. Rafael não acredita no resultado e fica muito feliz em ver como um prato tão simples pode ter vencido o concurso. Maria Joaquina e Jorge não gostam do resultado. No outro dia, Cirilo diz para sua mãe que só falta a bola com a foto do Cafú para completar sua coleção da promoção do supermercado, que dá direito a troca por um grande prêmio. Paula explica que nessas promoções, sempre existe uma bola que é mais difícil de encontrar para não ficar tão fácil conquistar o prêmio. A promoção dará um patinete para os meninos e uma boneca com casinha para as meninas. Cirilo repete a história para Helena, mas revela que não está interessado em ganhar o patinete, mas sim a boneca. Ele quer presentear Maria Joaquina. Paula fala com José para fazerem uma poupança para presentear o filho com um patinete.

Helena entra na sala dos professores e vê Suzana e Renê conversando bem juntinhos. Helena fica triste. Renê lembra Suzana que essa proximidade pode trazer problemas para os dois na escola. Mário diz para Paulo que eles podem pedir qualquer coisa em troca da bola do Cafu, que Cirilo topará. Cirilo diz para Maria Joaquina que juntou várias bolas, só falta a do Cafu. Maria Joaquina destrata o menino mais uma vez. Mário diz para Paulo imprimir uma foto do Cafu e colar em uma bola parecida com a da promoção para enganar Cirilo. Paulo topa e diz que Cirilo acredita em tudo. Mário conta para Cirilo que possui a bola difícil, mas que isso terá um preço que pode ser pago com seus brinquedos. Cirilo acredita na história, fica feliz e comenta que é um menino de muita sorte. Cirilo fala para Mário que os brinquedos estão separados na sua casa. Mário diz que Paulo lhe ajudou a conseguir a bola difícil e que eles farão a troca na casa de Cirilo, mas que seus pais não podem saber. Cirilo conta para Maria Joaquina que Paulo e Mário vão entregar a bola que falta para completar a coleção. Mais tarde, Paulo e Mário levam a bola falsificada para Cirilo, que cai no plano maldoso. Cirilo está feliz e leva todas as bolas até o supermercado para trocar pela boneca. Enquanto isso, Paulo e Mário pensam num plano para enganar todo mundo quando a verdade sobre a bola vir à tona. Enquanto checam as bolas no supermercado, Cirilo imagina como seria a entrega do presente para Maria Joaquina. José estranha a visita de Mário e Paulo e com o fato deles saírem com uma sacola de lá. O gerente do supermercado mostra que a bola é falsa e dá uma bronca no Cirilo, que vai embora chorando. Cirilo fica irritado e chateado em ser chamado de falsificador. O menino é acomodado pelos pais. No dia seguinte, José leva Cirilo até a escola para resolver a injustiça. Firmino avisa que um pai espera Helena na secretária. José fala com Cirilo que Paulo e Mário não são amigos de verdade e que ele precisa aprender a se defender de injustiças.

Helena diz que quer as agendas assinadas no dia seguinte e que eles vão até a casa de Cirilo para devolver os brinquedos do colega enganado. Maria Joaquina chega em casa e conta para os pais toda a confusão que aconteceu na escola. A patricinha revela que Cirilo caiu no plano maquiavélico para dar para ela uma boneca de surpresa. Miguel vai até a escola falar com Helena e diz que está preocupado com Cirilo. O doutor diz que quer ajudar Cirilo a realizar seu sonho. Helena vai até o supermercado para falar com o dono sobre o caso do Cirilo. Ela fala com o Sr. Bernardo, que é conhecido e ex-paciente de Miguel. Helena pede a bola difícil para entregar para Cirilo. Comovido com a história, Bernardo concede para Helena a bola do Cafu. Helena fica emocionada e feliz. As meninas voltam a sair com Tom e Valéria fica de guarda na casa do menino para dar um jeito de levar a professora Glória até o parque para ver o filho brincando com os novos amigos. Os meninos também vão até o parque para fazer parte da surpresa para a professora. Gloria vê o filho integrado e brincando com os demais. Sorrindo e chorando, Glória abraça o filho. Mário e Paulo vão até a casa de Cirilo durante a noite para devolver os brinquedos para o colega. Cirilo se nega a ver os dois e fala do quarto para que deixem os brinquedos na sala.

José diz para Helena que Cirilo é incorrigível e que acredita em tudo. O pai do menino conta tudo para a professora, que fica chocada com a história. Helena volta para a sala com Cirilo, pede para que Mário e Paulo fiquem de pé e confirmem que fizeram a troca. Os dois confirmam. Os demais alunos ficam cochichando sobre o que estão ouvindo. Mário diz que eles trocaram cupons pela bola e que também não perceberam que se tratava de uma bola falsa. Os colegas da sala comentam que eles são mentirosos. Eles dizem que Cirilo queria ganhar uma boneca. Cirilo chora muito e é abraçado por Helena. O sinal toca. Helena pede que Paulo e Mário fiquem na sala, mas antes de ir falar com a professora, eles combinam de tentar contar outra história. Os dois começam a falar, mas são interrompidos por Helena. A professora diz que espera que os dois digam a verdade para não perderem sua confiança para sempre. Helena fala ainda que fará uma advertência na agenda deles. Paulo fala que sua mãe tem problema no coração. Helena diz que a mãe do menino já disse não ter problema nenhum e que ela sofrerá bem mais se o filho crescer sem ter caráter. Helena diz que quer as agendas assinadas no dia seguinte e que eles vão até a casa de Cirilo para devolver os brinquedos do colega enganado. Maria Joaquina chega em casa e conta para os pais toda a confusão que aconteceu na escola. A patricinha revela que Cirilo caiu no plano maquiavélico para dar para ela uma boneca de surpresa. Miguel vai até a escola falar com Helena e diz que está preocupado com Cirilo. O doutor diz que quer ajudar Cirilo a realizar seu sonho. Helena vai até o supermercado para falar com o dono sobre o caso do Cirilo. Ela fala com o Sr. Bernardo, que é conhecido e ex-paciente de Miguel. Helena pede a bola difícil para entregar para Cirilo. Comovido com a história, Bernardo concede para Helena a bola do Cafu. Helena fica emocionada e feliz. As meninas voltam a sair com Tom e Valéria fica de guarda na casa do menino para dar um jeito de levar a professora Glória até o parque para ver o filho brincando com os novos amigos. Os meninos também vão até o parque para fazer parte da surpresa para a professora. Gloria vê o filho integrado e brincando com os demais. Sorrindo e chorando, Glória abraça o filho. Mário e Paulo vão até a casa de Cirilo durante a noite para devolver os brinquedos para o colega. Cirilo se nega a ver os dois e fala do quarto para que deixem os brinquedos na sala.

Helena observa Renê e Suzana conversando no pátio da Escola Mundial. As meninas aconselham Maria Joaquina a dar uma chance a Cirilo. Na sala de aula, Helena entrega a Cirilo a bola premiada com a foto de Cafu. Helena afirma que é a bola verdadeira. Daniel, Cirilo e Valéria vão visitar Bernardo, o empresário que desenvolveu a promoção, e entregam a coleção completa de bolas premiadas. Cirilo decide pegar como prêmio uma boneca para dar à sua amada. Glória comenta com Tom que gostou de vê-lo brincar com as meninas no parque. Glória diz que talvez esteja na hora de matricular Tom numa escola. Bernardo entrega a boneca a Cirilo, que também ganha um patinete motorizado. Cirilo vai à casa de Maria Joaquina e lhe entrega os prêmios. A patricinha diz que não pode aceitar. Cirilo vai com seu patinete motorizado à escola. Firmino afirma que será um problema a diretora ver o patinete dele. Helena afirma a Cirilo que ele não pode ir de patinete à escola. Firmino e Graça camuflam o patinete com sacos de lixo para a diretora não ver. Davi revela aos meninos que está com vontade de esganar Valéria. Cirilo pede para Helena tirar Paulo e Mário do castigo. Valéria comenta com as meninas que não sente a mínima falta de Davi, basta estalar os dedos que aparece 20 como ele. Helena libera Cirilo e Paulo do castigo e afirma que eles têm que agradecer Cirilo. Olívia pergunta a Firmino que lixo é aquele no meio do pátio. Firmino inventa a desculpa de que é o entulho da reforma.

Marcelina comenta com as amigas que Helena está na sala dos professores conversando com uma nova aluna. Valéria afirma a Firmino que está bem sem Davi. Os alunos tentam ouvir a conversa de Helena com a aluna nova. Davi comenta que espera que a nova aluna seja bonita. Ao conversar com Valéria, Carmen e Bibi a aconselham a dar mais uma chance a Davi. Laura comenta com Maria Joaquina que seria romântico se ela tivesse um filho com Cirilo. Helena conversa com Margarida, a aluna nova que foi transferida da Escola Mundial do interior de São Paulo. Helena chega com Margarida à sala de aula e a apresenta aos novos colegas. Davi deseja as boas vindas a Margarida e Valéria fica enciumada. Helena coloca Mário e Jaime para fora da sala e eles encontram o patinete de Cirilo que estava escondido. Margarida se senta à frente de Davi. Marcelina fala a Valéira que Davi está tentando provocá-la. Valéria diz que Davi está se achando o Don Juan. Olívia flagra Jaime e Mário andando de patinete pelo pátio da escola. A diretora os ouve chamando-a de gorda. Ela manda os dois para a diretoria. Na saída da escola, Davi se oferece para carregar a mochila de Margarida. Os dois passam na sorveteria e Paulo os vê juntos. Glória conta a Tom que ele vai começar a frequentar a escola e entrega ao filho o uniforme. Tom afirma que tem medo de julgamentos, de que olhem para ele como um E. T. Paulo conta a Valéria que Davi e Margarida estão tomando sorvete juntos. As meninas vão à casa de Tom para chamá-lo para brincar, mas Glória diz que o filho está triste e abatido. Os alunos se reúnem na casa abandonada e pensam na possibilidade de ajudar Tom a vencer o medo de ir à escola. Eles fazem da casa abandonada uma sala de aula. Maria Joaquina vai até a casa de Tom e o convence a sair.

Maria Joaquina chega com Tom à casa abandonada. A patricinha se passa por professora e os colegas, como alunos dela, uma estratégia para Tom vencer o medo da escola. Laura pergunta a Tom se ele está gostando. O garoto afirma que é divertido. Jaime se passa por diretor Olívio e exige dos alunos ordem e disciplina. Paulo pergunta a Valéria se ela já percebeu que Davi e Margarida formaram um casal. Maquiavélico, Mário fala a Valéria que ele e Paulo tiveram uma ideia. Os dois envenenam Valéria contra Margarida. Paulo e Mário revelam a Valéria que vão fazer Margarida se passar por burra e tirar notas baixas, mas desde que Valéria os pague. Valéria aceita o acordo e Paulo afirma que ela terá que fazer o pagamento adiantado. Valéria entrega as balas a Paulo e Mário, como combinado. Glória conta a Helena que os alunos se aproximaram de Tom. Helena leva os alunos para a aula de ciências no laboratório. Paulo vai à sala de aula e coloca objeto de Helena na mochila de Margarida. Paulo conta a Valéria que colocou a gargantilha de Helena na mochila de Margarida. No pátio da escola, as meninas comentam que Margarida é uma ladra de namorados. Valéria se arrepende do acordo e tenta voltar atrás, mas Paulo e Mário fazem ameaças. Helena procura por sua gargantilha na mesa e encontra somente um bilhete.

Valéria toma o bilhete das mãos de Helena e o come. Helena fica perplexa com a atitude de Valéria e afirma que ela não entrará na escola no dia seguinte sem a companhia dos pais. No pátio da escola, Helena comenta com Valéria que não esperava aquela atitude dela. Olívia chama a atenção de Helena por conta da atitude de Valéria. Valéria está isolada no pátio, Helena chega até ela e afirma estar preocupada e quer ajudá-la. Mário e Paulo ameaçam Valéria ao dizer que se ela fizer fofoca, farão de Davi picadinho. Rosa dá bronca em Valéria por conta do bilhete de Helena no caderno da filha. No dia seguinte, Rosa acompanha Valéria até a escola. Helena e Rosa tentam convencer Valéria a falar o que aconteceu, mas a garota está irredutível. Valéria pede a ajuda de Helena e revela o plano de Mário e Paulo. Ao final, Valéria afirma que Margarida roubou Davi dela.18012013 175.